Últimas

Quinta-Feira, 21 de Fevereiro de 2008, 13h:36 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

SOLENIDADE

Novo secretário quer mais servidores na Sefaz


Éder é empossado pelo governador Maggi e diz que suas metas já foram traçadas pelo antecessor Teis

   Prevendo ficar sobrecarregado, o novo secretário de Fazenda, Éder de Moraes, empossado nesta quinta (21) pelo governador Blairo Maggi, já anunciou que a MT Fomento da qual continua sendo presidente, ficará a cargo de três pessoas de sua inteira confiança. Para a missão, designou os diretores Luiz Armani (Financeiro),  o de Desenvolvimento e Projetos, Jair Marques e ainda o diretor de Operações Arcleidy Dias Pereira. "As ações da MT Fomento são segmentadas, por isso tudo é feito de forma programada". Ele entende que não haverá problema com sua ausência.

   Éder foi para a Fazenda em substituição a Waldir Teis, novo conselheiro do Tribunal de Contas. Em discurso, ele destacou a amizade com Maggi e o fato de ter sido contemplado com dois desafios, que são tocar tanto a Sefaz quanto a Agência de Fomento cumulativamente. O novo secretário promete priorizar o aumento do corpo efetivo, ou seja, ampliar o número de servidores. Quanto às metas, diz que não há novidade nesse sentido. "A principal meta é o que já foi criado por Waldir Teis", declara.

   Éder quer driblar a polêmica em torno dos incentivos fiscais que gerou discussão no ano passado, motivada por alguns deputados oposicionistas, como Percival Muniz (PPS) e Zé Carlos do Pátio (PMDB). Eles propuseram até a abertura de uma CPI dos Incentivos Fiscais. Não obtiveram, porém, respaldo necessário para tanto. "É necessário que haja incentivos para que o setor industrial seja fomentado". Alega, porém, que ainda não participou de nenhuma discussão acerca do assunto. (Pollyana Araújo)

(Às 14h30) - Vettorato se recupera e prestigia posse

   O secretário estadual de Projetos Estratégicos, Cloves Vettorato, apareceu em público nesta quinta, após ter ficado hospitalizado por duas semanas. Ele teve arritmia (alteração do ritmo normal dos batimentos cardíacos), levando-o, por alguns dias, à UTI do Hospital Santa Rosa, em Cuiabá. Vettorato fumava muito e só interrompeu o vício após começar a perceber complicações pulmonares. Com câncer no pulmão, ele se submeteu ao tratamento com quimioterapia, uma tentativa de balanço entre matar as células cancerosas e evitar efeitos colaterais intoleráveis. Por conta do tratamento, sofreu queda do cabelo.

    Um dos principais assessores do governador Blairo Maggi, Vettorato, bastante descontraído no Palácio Paiaguás, prestigiou a posse do novo secretário de Fazenda, Éder de Moraes, com quem posou para fotografia.


Após tratamento quimioterápico, Cloves Vettorato prestigia solenidade e posa para fotografia ao lado do novo secretário Éder de Moraes
Fotos: Edson Rodrigues/Secom

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Weslei Santiago Jr. | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Meu caro editor,

    Acompanho assiduamente seu site...parabéns.

    O governador tem muito chão..se ele acha que governar é ir levando..não é..para que não erre, existem ederes neste estado.

    Na segurança, existem homens que já fizeram de tudo, tudo mesmo..sou carioca e ouço muito sobre a juiza da várzea grande e do delegado Bosco...faça como na sefaz governador..coloque alguém que entenda de polícia, pois bem tratados, serão bons guerreiros.

    Ou vai a juiza ou vai o delegado Bosco, outros serão a mesma babaquice...quem escuta, aprende.

  • Luiz Benedito | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E os Icentivos Fiscais do nosso Estado comentam que seria uma (caixa preta). E os nosso Deputados Est. que ficaram calados, qual o motivo? Onde esta os nossos Dep. do nosso competente PT que ficaram calados, pior de tudo seria a atititude do Ministerio Publico Estadual, que com certeza ja viu esses comentarios e nao fizeram nada, parece que o MP so fica pegando bagre pequeno. ACORDA MP de MT, voces estao sendo pagos com o Dinheiro do contribuinte, portanto seria justo voces fiscalizarem esses Incentivos Fiscais.

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ja que o novo secreatario deseja novos funcionairos faz concursos????????????????

  • Dr. Manoel Barros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Eder não falou em aumento de efetivo, o que ele disse foi em aumento da produtividade , mais eficiencia , eficácia e combate a evasão fiscal.
    Parabens EDER MORAES.

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

Deputado agora pula de palanque

elizeu nascimento 400 curtinha   O ex-vereador e hoje deputado estadual Elizeu Nascimento (foto), que amargou a oitava colocação na disputa ao Senado na eleição suplementar do último dia 15, mudou de lado, como se troca de camisa. Em princípio, era apoiador do projeto de reeleição do prefeito...

Ex-aliado, Sales lembra quem é Abílio

coronel sales 400   Em mensagem enviada aos amigos, reforçando pedido de voto para Emanuel Pinheiro, o coronel PM da reserva e secretário de Ordem Pública da Capital, Leovaldo Sales (foto), diz conhecer bem os dois candidatos que disputam, neste segundo turno, o Palácio Alencastro. Sobre Emanuel, lembra que este tem...

Uma perna no muro e dicas indiretas

eduardo botelho 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (foto), chega ao final deste 2º turno das eleicões em Cuiabá com uma perna no muro. Ele liberou toda sua equipe para votar em quem quiser e todos pedem voto para Emanuel. Já Botelho, particulamente, preferiu não assumir publicamente o seu...

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...