Últimas

Segunda-Feira, 05 de Março de 2007, 00h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Num 2º turno, Sérgio e Santos dariam empate

   Num eventual segundo turno na corrida à Prefeitura de Cuiabá, entre Wilson Santos (PSDB) e Sérgio Ricardo (PR), o resultado hoje seria de empate técnico, revela a Mark Instituto de Pesquisa e Opinião, com base em amostragem feita junto ao eleitorado cuiabano de 24 a 26 de fevereiro. Sérgio levaria uma pequena vantagem. No confronto com Santos, para quem perdeu no pleito de 2004, o deputado estadual teria 34,7% das intenções de voto. Já o prefeito conquistaria 33,9% - confira abaixo no quadro o resultado do cenário 3. Nesse duelo Sérgio x Wilson, 12,6% não votariam em nenhum e 18,8% preferiram não emitir opinião. A margem de erro é de 3% para mais ou para menos.

     Se a disputa de segundo turno fosse entre Santos e o deputado federal Carlos Abicalil, hoje o prefeito venceria com 38,8% contra 23,5% obtidos pelo petista. Dezesseis por cento anulariam o voto e 20,9% estão indecisos, conforme revela o cenário 1.

    Os pesquisadores da Mark fizeram também uma simulação de segundo turno entre Walter Rabello e Wilson Santos (cenário 2). O deputado ganharia a eleição. Seu nome aparece com 42,1% das intenções de voto, enquanto o prefeito figura com 33%. Quinze por cento se revelaram indecisos entre Santos e Rabello, ao passo que 9,7% já adiantaram que se o embate de segundo turno vier a ser com os dois vão votaram em branco.

    Numa disputa com o ex-deputado e hoje secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Carlos Brito (PDT), Wilson Santos reconquistaria mais um mandato. Figura com 39,8%, enquanto Brito teria 14,8% (cenário 4).

   Na hipótese de uma eleição sem Wilson Santos, envolvendo Rabello e o parlamentar petista Abicalil (cenário 5), o peemedebista ganharia hoje com larga vantagem. Teria 48,9%, ao passo que o deputado federal surge como preferido de 17,2%.

   No cenário 6, a instituto Mark fez uma simulação, conforme a opinião dos entrevistados para um segundo turno entre Sérgio Ricardo e Abicalil. Seria teria 38,5%. Abicalil ficaria com 17,6%.

   Na hipótese de uma disputa nas urnas no segundo turno entre Wilson Santos e a senadora Serys Marly, o prefeito se reelegeria com vantagem ampla, chegando a 38,3%, contra 11,3% atribuídos à petista.

   Perfil do eleitorado

   Dos eleitores entrevistados, 48% são do sexo masculino e, 52%, do feminino. Quanto à faita etária, 2,9% dos que opiniram têm entre 16 e 17 anos, 16,7% estão com idade entre 18 e 24 anos e 31,7% estão na faixa entre 25 e 34 anos. Os que se enquadram de 35 a 44 anos representam 23,6% do universo dos pesquisados e 18,2% entre 45 a 59. Dos eleitores que participaram da amostragem, 6,9% possuem acima de 60%.

   Sobre ao grau de instrução, 29,8% concluíram o ensino médio, 5,4% possuem curso superior e 13,4% não conseguiram concluir o ensino fundamental. Cinquenta por cento ganham até cinco salários mínimos, 30,5% entre cinco e 10 salários e 9,7% disseram que a renda familiar não passa do salário mínimo.

Confira abaixo as simulações para um eventual segundo turno.

Se as eleições para prefeito de Cuiabá

fssem  hoje, havendo 2º turno,

em quem o sr (a) votaria?

 

Estimulada – segundo turno 01

Wilson Santos                     38,8%

Carlos Abicalil                     23,5%

Nenhum/branco/nulo         16,9%

NS/NR                                   20,9%

 

Estimulada – segundo turno 02

Walter Rabello                     42,1%

Wilson Santos                     33%

Nenhum/branco/nulo         9,7%

NS/NR                                  15,1%

 

Estimulada – segundo turno 03

Sérgio Ricardo                     34,7%

Wilson Santos                     33,9%

Nenhum/branco/nulo         12,6%

NS/NR                                   18,8%

 

Estimulada – segundo turno 04

Wilson Santos                     39,8%

Carlos Brito                          14,8%

Nenhum/branco/nulo         25,1%

NS/NR                                   20,3%

 

Estimulada – segundo turno 05

Walter Rabello                     48,9%

Carlos Abicalil                     17,2%

Nenhum/branco/nulo         12,9%

NS/NR                                   21%

 

Estimulada – segundo turno 06

Sérgio Ricardo                     38,5%

Carlos Abicalil                     17,6%

Nenhum/branco/nulo         19,2%

NS/NR                                   24,7%

Fonte: Mark Instituto de Pesquisa e Opinião

 

 

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

MDB agora com um na Câmara-Cuiabá

juca do guaran� curtinha 400   O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro, que não elegeu vereador em 2016 em Cuiabá, agora ganha uma voz na Câmara. Trata-se de Juca do Guaraná (foto), militante histórico do nanico Avante que resolveu migrar para a legenda emedebista. Já vinha atuando como...

PT segue sem voz na Câmara-Cuiabá

bob pt 400 curtinha   O PT, presidido em Cuiabá por  Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), está mesmo "queimado" e sem prestígio. Em meio ao troca-troca de partido entre os vereadores cuiabanos, aproveitando a janela de março, cujo prazo para mudanças para quem deseja se candidatar em outubro encerrou-se neste...

Deputado, única causa e os interesses

xuxu 400 curtinha   Xuxu Dal Molin (foto), deputado pouco atuante e limitado a defender a bandeira do agronegócio, é mais um daqueles que demonstram, na prática, usar a política para beneficiar os seus. De familiares de agricultores, Xuxu bateu duro, se posicionando contra a proposta encaminhada pelo governador Mauro...

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

Secretário, furtos e a incompetência

rodrigo metello 400 curtinha   O secretário de Transporte e Trânsito de Rondonópolis, Rodrigo Metello (foto), filiado ao MDB e pré-candidato a vereador, corre risco de ser acionado na Justiça por centenas de pessoas que tiveram motocicletas apreendidas e que depois acabaram furtadas do Pátio Rondon. O local...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.