Últimas

Domingo, 21 de Janeiro de 2007, 07h:19 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

O bloco dos sujos

   Em A Gazeta desde domingo, Adriana Vandoni discorre sobre o Mercosul e ataca: "Estamos avançando a passos largos na mediocridade e, se permanecermos com essa velocidade, em breve consolidaremos a nossa irrelevância". Confira no artigo abaixo.

   Eu voltei, agora pra ficar, porque aqui, aqui é meu lugar...hahaha... depois de uns dias de descanso mais mental que físico e de uma desmotivação para voltar a escrever, não resisti e voltei. Já estava decidida a me dedicar ao meu livro, projeto inacabado e sempre adiado, mas as muitas mensagens que recebi de leitores provocaram em mim um verdadeiro comichão. Ah, satisfazendo a curiosidade, não, eu não fui pra Cancun. Logo, cá estou eu e cheguei bem na hora da Cúpula do Mercosul. Céus, eu mereço!

    A julgar pelos discursos proferidos pelos chefes de Estado sul-americanos, estamos avançando sim, como disse Lula. Estamos avançando a passos largos na mediocridade e, se permanecermos com essa velocidade, em breve consolidaremos a nossa irrelevância.

    Organizaram um Foro Consultivo de Governadores e Prefeitos do Mercosul enquanto Chávez toma medidas para acabar justamente com esses poderes executivos na Venezuela, que poderiam lhe contrapor politicamente, em seu lugar pretende instalar conselhos comunais. Parece piada... mas, voltando ao recém-criado Foro que é mais uma inovação blenorrágica ideológica, uma espécie de preliminar da Cúpula, na abertura Lula disse que a integração entre os países da América do Sul é de extrema importância, mas que é preciso "aceitar o parceiro compreendendo suas assimetrias, sem tentar mudar". Isso parece mais a manual de "como segurar seu casamento". A quais assimetrias ele se referiu? Essa é sua especialidade: devagar e divagar.

    Chávez não parou de falar na implantação de um novo socialismo, um socialismo do século 21 em toda América do Sul. Ele nutre o sonho de uma revolução bolivariana com ações peronistas. Declarou que vai nacionalizar os setores estratégicos, mesmo assim a Petrobras anuncia futuros investimentos na Venezuela. Controla os canais de informação e afirma que não vai renovar a concessão da rede de TV mais popular do país por ser crítica ao seu governo, mas o governo brasileiro continua afirmando que a Venezuela é um país democrático.

    Em 1998 foi incluída no Mercosul uma cláusula democrática que prevê a saída do país que se afastar da democracia, mas na pauta das discussões estava a inclusão da Bolívia e do Equador, que tiveram como agenciador ninguém menos que Hugo Chávez, o bufão das Américas que vem assumindo uma liderança lancinante e que irá governar seu país com poderes irrestritos através de decreto, ou seja, anulou o Parlamento. Sem Parlamento para fiscalizar o Executivo, e sem outros executivos, teremos o quê? Tchã... tchã... uma democracia, segundo nossas autoridades. Só rindo! Esses países vêm adotando posturas despóticas e centralizadoras. A inclusão, deles além de infringir o regimento do Mercosul, é um grande risco, pois prejudica qualquer acordo internacional ou atração de novos investimentos que o Brasil possa pretender. As diferenças extrapolam os hábitos, costumes, língua e moeda, são assimetrias políticas, e se o Brasil é uma democracia, a integração deveria estar inviabilizada.

    O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, me faz um discurso surreal. Falou que a Venezuela no bloco amplia a percepção de uma América do Sul unificada e de grande importância geopolítica. Ou seja, Amorim não falou nada, só que com outras palavras. Aliás, este ministro está me saindo mais desatinado que o esperado, ele acredita que a somatória das misérias e do atraso da América resultará em riqueza. Ora, imaginar que um punhado de países pobres e insignificantes poderá enfrentar potências econômicas como os Estado Unidos, a União Européia ou a Ásia, extrapola a ingenuidade, isso é desequilíbrio de uma diplomacia que virou piada.

    Ah, outro tema que foi abordado foi a prevenção contra o turismo sexual e a exploração de adolescentes. Lindo, humanista e protetor de nossas jovens, mas enquanto os líderes discutiam o assunto, os jornais anunciavam com grande orgulho que Brasil é tão belo e próspero que não pára de atrair turistas. Desta vez descobriu um novo nicho, já foram vendidos mais de 700 pacotes para soldados norte-americanos que estão no Iraque. O interesse deles? Praia, sol, mulheres e muito sexo.

    Portanto, esse encontro entre os líderes do Mercosul destruiu o sonho de formação de um sério e importante bloco comercial para se transformar em uma caricatura de bloco político. A formação de um bloco comercial seria um importante fator de negociação com os outros países, mas pela fala da Cúpula estamos a caminho da formação de um bloco dos sujos, grotesco e desmoralizado perante o mundo. Um bloco de países irrelevantes.

   Quer saber? A cópula da Cicarelli produziu mais efeito que a Cúpula do Mercosul.

Adriana Vandoni é economista, especialista em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas/RJ e escreve em A Gazeta às quartas e aos domingos (avandoni@gmail.com)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Trentini perde de novo para Pitucha

roland trentini 400 curtinha   Na queda-de-braço nos bastidores, o ex-prefeito por três mandatos de Alto Garças, Roland Trentini (foto), perdeu de novo para o rival político histórico, o também ex-prefeito Júnior Pitucha. Ambos, que já protagonizaram disputas acirradas, tensas e...

2 maiores líderes sob crise partidária

mauro mendes 400 curtinha   Os dois maiores chefes de Executivos em MT hoje enfrentam problemas partidários internamente. O governador Mauro Mendes (foto), mesmo sendo a principal estrela do DEM no Estado, não está confortável dentro do partido por causa de conflitos com os irmãos Júlio e Jayme Campos....

MM e deputados derrotados do MDB

carlos bezerra 400 curtinha   Por coincidência, deputados do MDB que tiveram seus candidatos derrotados nas urnas estão de afagos com o governador Mauro. E até convidaram-no para deixar o DEM e migrar para o MDB, numa articulação do cacicão do partido, o federal Carlos Bezerra (foto), que puxou a corda da...

Os Maia fincam força no Legislativo

silvio maia 400   O ex-prefeito por quatro vezes de Alto Araguaia, Maia Neto, perdeu nas urnas na majoritária, mas ganhou na proporcional. De um lado, a irmã Martha Maia, seu braço-direito durante todos os mandatos, foi derrotada à prefeita por Gustavo Melo, que se reelegeu. Por outro, Maia Neto viu dois dos seus...

Reeleito, Gustavo derruba o clã Maia

gustavo melo 400   O jovem prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), de 36 anos, manteve mesmo o "apertado" favoritismo, conforme mostrou na reta final a pesquisa do instituto Analisando, e derrotou o clã Maia. Venceu por 962 votos de diferença. Filiado ao PSB, Gustavo chegou a 4.805, enquanto Martha Maia (PP) registrou 3.840...

Nivelando para cima o debate em VG

emanuelzinho 400   Em discurso na Câmara Federal, Emanuelzinho (foto), 3º colocado a prefeito de Várzea Grande, disse ter ajudado a nivelar, por cima, o debate eleitoral, com grandeza e altivez e se mostra entusiasmado. Destaca que "política se faz com seriedade, transparência e com o coração sintonizado...