Últimas

Sexta-Feira, 19 de Janeiro de 2007, 07h:56 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

O Brasil subterrâneo emerge (2)

    Onofre Ribeiro, articulista do Diário de Cuiabá, chama atenção sobre a violência na Capital. "No caso de Cuiabá e Várzea Grande, onde os assassinatos chegaram a 30 em 17 dias deste ano, é revelador de que alguma coisa muito grave está acontecendo", escreve o jornalista, na edição desta sexta (19). Confira abaixo.

    Arnaldo Jabour tem razão na sua fábula do cotidiano no Rio de Janeiro, mas que se aplica a qualquer média e grande cidade brasileira. O desenraizamento da população rural e a rápida urbanização do Brasil nesses 50 últimos anos é a principal causa da perda dos principais valores que dão estabilidade ao convívio social. 
   No caso de Cuiabá e Várzea Grande, onde os assassinatos chegaram a 30 em 17 dias deste ano, é revelador de que alguma coisa muito grave está acontecendo. É uma completa quebra dos valores sociais que se revelam na violência mortal. Há uma semana rapazes sem qualquer experiência assaltaram três donos de pick-ups de luxo. Quer dizer, a perda de noção do perigo é tão grande, que jovens amadores se arriscam a roubos especializados. As pick-ups são carros que valem mais de R$ 100 mil e têm encomendas para a Bolívia onde viram cocaína na volta. Este é um grave sinal de que a segurança pública não produz mais respeito, e que jovens de classes baixa e média abusam dos valores, por desconhecê-los. 
   Assim, quando a Secretaria de Segurança lança mão de instrumentos como a extinção de batalhões específicos para o combate geral à violência, erra quando não comunica à sociedade que está se vivendo um estado de guerra civil. Nesses casos, vale tudo em defesa da sociedade e não da corporação de grupos ou de batalhões eventualmente atingidos. Chega da corporativismo idiota! 
    Lá na frente, quando as coisas voltarem ao normal, se refaz o que precisar ser refeito. 
    Porém, é preciso mais. É preciso decretar estado de emergência e fechar os bares e botecos das áreas mapeadas como as mais violentas em Cuiabá e Várzea Grande. É nesses bares que se fomentam as intrigas que geram a violência que mata. Quem conhece esses bares sabe que os valores de relacionamento que ali vigoram são particulares e específicos. Um olhar mal-encarado é atestado de morte. Discute-se e dialoga-se muito pouco. É a índole da violência construída sobre a falta de princípios e de valores morais. 
    A escola falhou o tempo todo. A assistência social falhou também. Daí é natural que se construam jovens perdidos na realidade de convívio humano minimamente harmônico. Como querer uma sociedade fraterna e gentil nesse ambiente? 
   Por fim, num regime de angústia como o atual, é preciso uma ação coletiva que envolva as comunidades, os órgãos públicos municipais, as polícias e a inteligência policial. Mas se não houver um pacto com os delegados para tratarem a excepcionalidade, de nada adianta mandar policiais militares povoarem as ruas, se arriscarem, se na retaguarda a leniência anula o seu trabalho.
   Mesmo na hipótese de ser vencida a barreira da polícia judiciária, qualquer pacto anti-violência precisa envolver o judiciário. Os juízes soltam mesmo!
   A violência atual é emergencial, requer uma ação deliberada e forte, mas não pode ser só uma ação política e policial de governo. Tem que se compactuar com a sociedade, se não será pura perda de tempo. A sociedade colaborará e será solidária se for envolvida. Do jeito que vai, parece que isso não acontecerá, porque as vaidades pessoais e corporativas estão falando mais alto.

* ONOFRE RIBEIRO é articulista do Diário de Cuiabá e da revista RDM (onofreribeiro@terra.com.br)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Expediente suspenso e posse no TCE

guilherme maluf 400 curtinha   O expediente no TCE-MT será suspenso na segunda, a partir das 12 horas. É que às 15 horas acontece a sessão especial na Escola Superior de Contas, marcando a posse de Guilherme Maluf (foto) na presidência do órgão fiscalizador. O hoje presidente Domingos Neto passa ao...

Túlio, desgaste e disputa em Cáceres

tulio 400 caceres   Derrotado a deputado estadual duas vezes, a última em 2018, Túlio Fontes (foto) não sustenta mais o que declarou há três meses, quando anunciou que ficaria de fora da corrida à Prefeitura de Cáceres. Mesmo tendo abandonado o município por um bom tempo, desde quando concluiu...

Disputa em Sinop e vaga na Câmara

juarez costa 400 curtinha   O deputado federal Juarez Costa (foto) tem espalhado que será candidato a prefeito de Sinop, posto já ocupado por ele por dois mandatos. No fundo, o emedebista espera que Rosana Martinelli (PL), que foi sua vice e depois se elegeu prefeita nas urnas de 2016, desista do projeto de reeleição...

Francis forçando a barra ao Senado

francis maris 400 curtinha   Francis Maris (foto), empresário e prefeito de Cáceres, é mesmo corajoso. Ele anunciou que vai reunir colegas prefeitos da região Oeste para discutir a ideia de entrar na disputa ao Senado, na eleição suplementar para a vaga de Selma, cassada esta semana. Francis se acha "o...

Sindal repudia postura de "indicado"

O presidente do Sindal Jovanildo da Silva se diz traído por Osmar Capilé, representante dos segurados da AL e que exerce cargo de diretor dos Aposentados, que votou favorável a nova alíquota de 14% no Conselho da Previdência. O apoio ao aumento da cobrança gerou revolta entre os servidores do Legislativo, que partiram para cima de Jovanildo cobrando explicações. Em nota de repúdio, o sindicato, que o indicou como representante no...

Arena fechada ao público por 3 dias

virginia mendes curtinha 400   Nos seis primeiros dias de portas abertas, a Arena Encantada, considerada o maior parque natalino que Mato Grosso já viu, recebeu quase 10 mil visitantes. Mas ficará três dias inacessível ao grande público. Na segunda (16), a Arena será exclusiva das milhares de crianças...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.