Últimas

Sábado, 23 de Junho de 2007, 09h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

Artigo

O país e os bois

     Por que o Brasil parece, às vezes, tão grotesco? É uma pergunta até simples se você comparar com aquela que abre o romance de Vargas Llosa: quando é que o Peru se fodeu?
     Embora não queira reduzir o quadro, a contradição entre instituições de controle e um sistema político apodrecido continua a ser a grande reveladora dos escândalos. No caso da Operação Navalha, os suspeitos foram fotografados e ouvidos amplamente. Renan Calheiros achou que poderia apresentar documentos para um Senado complacente.
     Não contou com a equipe de TV que iria checar recibo por recibo, lá em Alagoas, onde sua história foi escrita. A mídia é uma instituição de controle.
     Quando, no passado, briguei com o Wellington Salgado, ele disse que eu era um homem-bomba.
     Hoje, quando Salgado e outros aparecem na televisão, considero-me gozando aposentadoria. Eles mesmos se explodem. A simples exposição de um debate no Conselho de Ética é suficiente.
     Grandes contradições, quando se desdobram, não são retilíneas.
     Há sempre recuos, indecisões, desespero. Ouso, no entanto, dizer que estamos no bom caminho.
     Existem, no mínimo, dois problemas entrelaçados: o gigantismo e a ineficácia da máquina do Estado e a decadência dos políticos. Eles se alimentam e interagem de várias maneiras.
     Para colocar a máquina do Estado a serviço do país, é preciso derrotar a visão dominante na política. Para reduzir a corrupção idem. A grande luta está em curso.
Muitos vêem os escândalos como fato isolado. Não se consegue estabelecer um vínculo entre eles. São gemidos de um mesmo prolongado parto.
     Nem sempre se pode ter uma visão fria na frente de batalha. São grandes as dores de ver amigos se decompondo no medo e na cumplicidade. Creio que, nesse ponto, tanto Calheiros como nós vivemos uma experiência pedagógica sobre o ser humano. No princípio, foi uma manobra quase unanime para mantê-lo. Com o tempo, alguns subiram no muro.
     Quando esses processos são postos em marcha, vive-se um intenso psicodrama. Há os que vão para o buraco e os que se revelam subitamente envelhecidos. Mas o país avança, ainda que de uma forma nebulosa.
     A reforma do Estado e o combate às causas da corrupção dependem dos políticos que se beneficiam dela. É esse obstáculo que o Brasil está tentando saltar, com instituições de controle e opinião pública.
     Se soubermos combinar tudo com um leve apoio internacional, serão mais amplos os horizontes do combate.

Fernando Gabeira escreve aos sábados nesta coluna.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Licença da PRF para disputar eleição

Arthur Nogueira_400_curtinha   As eleições municipais e ao Senado continuam inflacionando o número de pré-candidatos. O ex-superintendente da PRF, Arthur Nogueira (foto), anunciou que se afastou das atividades policiais para colocar o seu nome à disposição da Rede para concorrer a vaga da senadora...

Possível recuo de Fábio pra prefeito

fabio garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal, primeiro-suplente do senador Jayme e presidente estadual do DEM, Fábio Garcia (foto), faz mistério sobre encarar ou não a corrida pela Prefeitura de Cuiabá. Empurrou a decisão para a próxima semana, sem precisar data e horário. O dirigente do...

Fórum aponta traição de 3 deputados

joao batista 400 curtinha   Fórum Sindical está na bronca com os deputados que aprovaram a reforma da Previdência, mas voltam seus canhões com mais força contra 3 deles: João Batista (ex-presidente do Sindispen), Delegado Claudinei e Faissal Calil. Em nota, o Fórum dispara que se elegeram com os votos...

Vereadora cacerense vira opção à vice

valdeniria 400 curtinha caceres   Em Cáceres, a vereadora de cinco mandatos Valdeniria Dutra Ferreira (foto), do PSC, está sendo cortejada pelos principais pré-candidatos a prefeito. Todos querem-na de vice da chapa. Até Paulo Donizete, que entrou na disputa majoritária apoiado pelo prefeito Francis Maris, passou...

Selma deve mesmo deixar o Podemos

selma arruda 400 curtinha   Para evitar um novo pedido de expulsão do Podemos, Selma Arruda dá sinais de que deixará o partido nos próximos dias. A ex-senadora, que preside o Podemos de Cuiabá, foi "convidada" a deixar a sigla após demonstrar resistência em apoiar a pré-candidatura do deputado...

Arco de alianças define vice de Eliene

eliene liberato 400 curtinha   A professora e vice-prefeita de Cáceres, Eliene Liberato (foto), pré-candidata do PSB à sucessão municipal, disse que a definição do nome para vice de sua chapa só sairá na pré-convenção. Até lá, o amplo arco de alianças...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.