Últimas

Quinta-Feira, 24 de Maio de 2007, 09h:26 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

O papa e a rainha

     Coisas estranhas costumam acontecer com a história durante visitas de Estado. Na semana em que o papa Bento 16 esteve no Brasil, a rainha Elizabeth 2ª da Inglaterra visitou os Estados Unidos. No Brasil, o papa canonizou um religioso brasileiro do final do século 18 que inventou pílulas miraculosas, enquanto nos Estados Unidos a rainha canonizou Jamestown, uma colônia inglesa estabelecida no século 17, como o local de nascimento da democracia norte-americana. Ambos alegaram que a colonização foi uma bênção.
     O papa negou que tenha sido "a imposição de uma cultura estranha", enquanto a rainha exaltava os "valores eternos de democracia e igualdade" de Jamestown, que se baseavam "no domínio da lei e na promoção da liberdade".
     Caso o papa tivesse ido a Chiapas (México) para pregar na igreja fundada em San Cristóbal pelo frei Bartolomé de Las Casas, talvez sentisse a necessidade de confrontar uma realidade diferente. Las Casas não tinha dúvidas de que a chegada dos cristãos à América havia causado "a destruição das Índias", literalmente levando pragas e morte a milhões dos habitantes indígenas da região. E a rainha parece ter se esquecido de que a sobrevivência de Jamestown dependia de escravos, de tabaco e de um governo ditatorial.
     Talvez Elizabeth 2ª tenha optado por falar sobre democracia para não ter de falar sobre republicanismo, que era evidentemente o que os inimigos de seu ancestral George 3º teriam preferido. Os pais fundadores da República norte-americana, de fato, não se sentiam muito confortáveis com democracia demasiada, e desenvolveram um sistema de governo que restringisse o poder popular. Há certa ironia no fato de que, enquanto George Bush 2º, um homem muito dinástico, educado em Yale e em Harvard, estava recebendo a rainha em jantar formal na Casa Branca, no Brasil tenha sido o presidente sem educação superior que optou por falar com franqueza.
     Lula lembrou a Bento 16 que o povo brasileiro respeita a separação entre igreja e Estado, especialmente no que tange a um reconhecimento público franco das realidades da sexualidade humana, como a distribuição de camisinhas para impedir a transmissão do vírus HIV. Lula perdeu mulher e filho devido a assistência médica inadequada e, em questões instintivas de vida, morte e história, ele muitas vezes está certo, enquanto rainhas e papas podem, em certas ocasiões, demonstrar notável propensão ao erro.


Kenneth Maxwell escreve em A Gazeta às quintas-feiras  

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Ex-vereador abandona rei dos porcos

fernando morais 400 curtinha   Mesmo impedido de ser candidato, já que está inelegível por oito anos, o ex-vereador pela Capital Abílio Júnior segue se articulando politicamente, deixou o PSC e se filiou ao Podemos. Acabou dando de ombros para o empresário Fernando Morais (foto), o "rei dos porcos",...

Temor e negociação com 3 partidos

wilson kero-kero 400 curtinha   Depois de ajudar na articulação para se filiar ao Podemos o colega vereador Dilemário Alencar, que estava "fritado" e sem espaço no Pros e procurou abrigo em outra legenda, Wilson Kero-Kero (foto) está agora com receio de migrar para o partido da senadora cassada Selma Arruda e do...

Agora no DEM e foco à saúde pública

gilberto figueiredo 400 curtinha   Gilberto Figueiredo (foto), vereador licenciado da Capital e secretário de Estado de Saúde, aproveitou a janela - data limite de filiação até sábado (4) para quem quiser ser candidato em outubro -, e ingressou no DEM. Agora, o partido do governador Mauro, até...

Ação de promotor e volta de restrições

Adalberto Ferreira   O promotor de Justiça Adalberto Ferreira garante que prefeito de Juscimeira Moisés dos Santos não havia editado nenhum decreto endurecendo as regras de restrições à pandemia do coronavírus antes do MPE propor ação na Justiça. Ao falar sobre nota publicada...

Oséas agora está nas mãos de Abílio

oseas machado 400 curtinha   Oséas Machado (foto) conseguiu derrubar Abílio Júnior, a quem denunciou por quebra de decoro parlamentar, e assumiu a cadeira deste na Câmara da Capital. Agora, o cassado se articula para dar o troco. O problema é que ambos estão no PSC. Oséas quer buscar a...

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.