Últimas

Quarta-Feira, 06 de Fevereiro de 2008, 09h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

CONFRONTO

OAB já tem 5 candidatos; grupo de Faiad racha

Advogada Luciana Serafim, uma das candidatas  Mesmo a dois anos da eleição na Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Mato Grosso, ao menos cinco nomes já se colocam como candidatos à sucessão do presidente Francisco Faiad. O próprio grupo de Faiad, prestes a completar 12 anos à frente da Ordem, se mostra rachado. Conta com quatro virtuais candidatos: Luciana Serafim da Silva Oliveira, atual secretária-geral da OAB, Daniel Teixeira, filho de Zoroastro Teixeira; Francisco (Chico) Esgaib, conselheiro federal; e João Vicente Scaravelli, presidente da  Caixa de Assistência.

Paulo Taques tentará de novo a presidência da OAB/MT   Da oposição, se movimenta Paulo Taques, que concorreu na última eleição. O grupo de Faiad conduz a OAB-MT desde Rubens de Oliveira, hoje desembargador do Tribunal de Justiça. Ele se elegeu presidente e, seis meses depois, foi promovido a desembargador. O então vice Ussiel Tavares passou a comandar a instituição e conseguiu a reeleição. Esse mesmo grupo levou Faiad à vitória. Em novembro de 2006, Faiad se reelegeu para mais 3 anos de mandato. Em novembro do próximo ano acontece a eleição, com posse para janeiro de 2010.

   As últimas campanhas pela presidência da OAB-MT, que representa os cerca de 7,5 mil advogados do Estado, têm sido marcadas por debates acirrados e grandes estruturas, similares até aquelas montadas por candidatos a deputado estadual ou federal.

(Às 14h45) - "Conselho é unido e terá candidato único"

Francisco Faiad, presidente da OAB/MT Francisco Faiad, que preside a OAB-MT pelo segundo mandato consecutivo, contesta a informação de que o grupo está rachado. Segundo ele, "o Conselho se mostra unido e terá candidato único e de consenso". "Quem acreditar nisso (no racha) vai se dar mal", avisa. Particularmente, Faiad prefere não declinar nome de sua preferência. Observa que o candidato à presidência será escolhido após algumas reuniões, pesquisas e muito diálogo. "Todos estão conscientes de que teremos candidatura única".

   Para o atual presidente da OAB-MT, a chance de "fazer o sucessor" é real. "A gente sente, andando pelo Estado, que o trabalho tem sido reconhecido. Atendemos a categoria em todos os aspectos. Nos manifestamos em todos os momentos e estamos sempre na defesa da classe".

(Às 15h33)Quem aposta na desunião quebrará a cara, diz Ussiel

   Em oito tópicos, Ussiel Tavares, que presidiu a OAB-MT de 1998 a 2003, reforça a tese do seu sucessor Francisco Faiad, segundo o qual não há "racha". "Quem apostar na desunião do grupo liderado pelo presidente Faiad posso garantir que vai quebrar a cara", disse Ussiel, em comentário postado na matéria. Clique em comentários e confira.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Félix Marques | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro Romilson:

    Na proxima sucessão da OAB/Mt, eu também vou disputar a direção da OAB/Mt. Para tanto já estou contando os advogado q

  • Zé | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Rapaz isso então implica em dizer que ELES não estão se entendendo mais né ? Puxa vida ... achei que este CIRCO não iria desabar tão cedo !!!

  • Ussiel Tavares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Prezado amigo Romilson Dourado, a notícia é falsa, pelos motivos que passo a elencar :
    1 - Quem plantou a notícia não conhece nada da OAB, pois na época que assumi a presidência da OAB eu não era vice do Rubens de Oliveira, pois quando ocorre a vacancia do cargo como efetivamente ocorreu, a eleição para o cargo é feita através de votação entre os conselheiros.
    2 - A relação dos candidatos à Presidência da OAB é falsa, pois a discussão sequer foi deflagrada no ambito do grupo que tenho a honra de integrar.
    3 - Todos os nomes citados são excelentes, pois todos tem excelentes serviços prestados à OAB, mas podemos garantir que todos estarão unidos no momento próprio.
    4 - Creio que a discussão seja inoportuna, pois esta eleição, diferentemente da política partidária, deve seu pautada pelo fortalecimento da instituição que hoje representamos.
    5 - Quem quiser se ocupar em plantar a discórdia, posso afirmar que não está prestando nenhum seviço relevante à entidade que pertence. Aliás fica uma sugestão : se apresente à OAB E participe ativamente das inumeras atividades que alí são exercidas.
    6 - Penso que encerrei o meu ciclo de participação nas eleições da OAB, mas quem apostar na desunião do grupo liderado pelo Presidente Faiad, posso garantir que vai quebrar a cara.
    7 - O grupo liderado pelo Presidente Faiad, que tenho orgulho em pertencer, pode sim perder a eleição, mas será por decisão dos advogados, e não por decisão de alguém que prefere lançar a semente da discórdia, quando ainda faltam quase dois anos para a eleição.

    8 - Deixem nossos colegas advogados trabalharem.......o ano que vem, no momento oportuno, apresente-se todos os interessados em comandar o destino da nossa instituição.

    Ussiel Tavares
    Presidente - 1998/ 2003
    Conselheiro Federal ( suplente ) - 2004 a 2006
    Conselheiro Federal - 2007 a 2010. ( hoje licenciado, sendo substituido pela Conselheira Dinara de Arruda Oliveira ).

  • Luiz da Penha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A oposição pretende vencer a próxima eleição na OAB pregando a discórdia dentro do grupo da situação. Todos os opositores já foram chamados para participarem com sugestões e ações junto à OAB. Alguns atenderam ao chamado, mas outros (pouquíssimos) insistem em tentar promover a discórdia, apostando que assim vencerá. Pode até vencer, se isso acontecer, mas como não tem nenhum bobinho no atual conselho, a oposição não conseguirá atingir o grupo, que conheço e sei que não entrará nessa jogada barata. Pode até já existir algum pretenso candidato no grupo da situação. Pergunto: Que mal há nisso? Todos aqueles que preencherem as condições exigidas pelo edital têm o direito de pleitear candidatura, mas a partir daí se declarar candidato é outra coisa. É muito cedo! Com relação a um possivel racha no grupo do Faiad, do Ussiel e Cia... delírios, apenas delírios!!!!

  • stravos niarchos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Engraçado, se não há racha por que nenhum dos citados como candidatos, e que pertencem ao grupo que comanda a OAB, não desmentiram a notícia?
    E racha, ou melhor, "pega prá capar" nós vamos ver é na eleição do Quinto. Quem viver verá.

  • Luiz da Penha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como o próprio Faiad e o Ussiel já disseram, há pretensos candidatos, o que é natural na democracia que sempre imperou na OAB e todos eles devem ser respeitados e avaliados. Mas como sempre ocorreu, um só enfrentará o embate como candidato vitorioso. Aguarde, não apresse o processo.

  • Milton Neves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Meu caro Luiz da Penha você como ADVOGADO sabe muito bem o que se passa na OAB hoje em dia ; Seu caso é bem diferente dos demais e maioria dos advogados deste estado, pois sabemos que você nao atua diretamente junto ao forum e sim GANHA mensalmente de uma instituição para dar apoio juridico, e diga-se de passagem não é POUCO não pelo seviço que faz , portanto meu caro colega , pimenta no dos outros é refresco !!! OAB tem de mudar , chega de sacanagem ...

  • Luiz da Penha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Sr. está desinformado e muito Sr. "Milton Neves". Desinformado e medroso,se escondendo atrás de codinome. Faz uma pesquisa no Tribunal de Justiça e vê se não advogo. Mas como disse antes, oposição como a sua, só serve para fazer intrigas. Eu falo e apareço, enquanto vc se esconde para falar. Essa é uma das faces da oposição atual da OAB, só sabe fazer intrigas e se esconder. Que coisa feia!!! Apareça e trabalhe em prol da classe. Não pregue a discórdia, apesar de só saber fazer isso. Ataques pessoais??? Esse tipo de política já não cabe no estado democrático de direito. Atualize-se!!!

  • João Clóvis Silveira Campos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Prefeito vai homenagear 2 ex-aliados

ze do patio 400 curtinha   O ex-vereador, ex-deputado estadual e hoje prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (foto), que está no terceiro mandato, vai homenagear dois aliados que faleceram recentemente, sendo eles o ex-vereador de três mandatos Juary Miranda, que foi líder do Executivo na Câmara...

Maluf deve consultar STF sobre Teis

guilherme maluf 400 curtinha   Assim que retornar de férias, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Guilherme Maluf (foto), dará prosseguimento à análise do pedido de aposentadoria de Waldir Teis, que está afastado do Pleno há três anos e cinco meses, assim como outros três conselheiros...

Novo líder de Pátio na Câmara de ROO

reginaldo santos 400 curtinha   Reginaldo dos Santos (foto), que assume vaga na Câmara de Rondonópolis pela quarta vez, é o novo líder do prefeito Zé do Pátio, com a missão de fazer o trabalho de articulação e defesa do Executivo junto aos colegas do Legislativo. Na legislatura passada,...

Agro sugere Daniella de volta no Indea

daniella bueno 400 indea   Representantes do setor produtivo e um grupo de servidores sugeriram ao governador Mauro o nome da médica-veterinária e servidora de carreira Daniella Bueno (foto) para reassumir a presidência do Indea-MT. Aproveitaram a vulnerabilidade no cargo do presidente Marcos Catão Dornelas, denunciado...

Aumento para vereador só em 2022

Alguns vereadores em Cuiabá, tanto novatos quanto aqueles reeleitos, ficaram surpresos quando informados pela Mesa Diretora de que o aumento salarial de R$ 15,1 mil para R$ 18,9 mil, aprovado agora no final de dezembro, só começa a valer a partir de janeiro de 2022. Não entra em vigor de imediato, mesmo se tratando de nova legislatura, por causa da pandemia, que levou o governo federal a estabelecer, em lei, veto a qualquer tipo de reajuste para servidores até...

Novo cargo de 2º escalão em Cuiabá

ricardo lobo 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro criou um novo cargo dentro da estrutura do segundo escalão do Palácio Alencastro. É a figura do secretário-adjunto de Relações Comunitárias, espécie de porta-voz de mais de 300 bairros. E quem estreia no posto é Ricardo Lobo,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.