Últimas

Terça-Feira, 11 de Março de 2008, 18h:54 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

JUDICIÁRIO

Oficiais devolvem mandados e fazem manifesto

   Os oficiais de Justiça do Estado decidiram fazer um manifesto nesta quarta (12) para marcar a devolução de mais de 12 mil mandados de intimação às comarcas. Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário de MT (Sindjusmat), Rosenval Rodrigues dos Santos, cada oficial deverá cumprir três mandados ao mês, ao invés de 200 como de costume. "É uma pena chegar a esse ponto, já que pessoas carentes que necessitam de Justiça serão penalisadas", avalia o sindicalista.

   O manifesto começa a partir das 9h. Os oficiais vão se concentrar em frente ao Fórum da Capital. A previsão é reunir cerca de 600. A passeata também tem o intuito de cobrar que os recursos assegurados na Lei Orçamentária-2008 sejam aplicados no pagamento das verbas extras aos oficiais. "O Tribunal de Justiça diz que concorda que os oficiais não podem trabalhar de graça, mas alegam que não têm recursos", pontua Rosenval. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Darli Rodrigues Candido | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O TJMT vive num mundo de maravilhas. Enquanto isso os oficiais de justiça tiram dinheiro do bolso para cumprir os mandados.

  • Milton Aparecido | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É Desembargador Paulo Lessa, administrar não é fácil! Sem contar a morosidade, rito natural de processos no Brasil, agora o contribuinte pobre é que está sofrendo na pele.

    Torcemos para os oficiais de Justiça e Poder Judiciário fechem um acordo e não penalize mais nosso sofrido povo!

  • Amado Amador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pensar que Oficiais de Justiça contavam com o deputado Carlos Brito como companheiro. Felizmente, os Defensores Públicos contavam entre seus companheiros a esposa e a irmã de um deputado estadual com forte influência junto ao Governo, daí que sairam de um salário de R$2,5mil para algo superior a R$10mil, além de uma estrutura razoável perto do que tinham (antes que esse deputado atuasse em prol dessa carreira de servidores).

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

Deputado agora pula de palanque

elizeu nascimento 400 curtinha   O ex-vereador e hoje deputado estadual Elizeu Nascimento (foto), que amargou a oitava colocação na disputa ao Senado na eleição suplementar do último dia 15, mudou de lado, como se troca de camisa. Em princípio, era apoiador do projeto de reeleição do prefeito...

Ex-aliado, Sales lembra quem é Abílio

coronel sales 400   Em mensagem enviada aos amigos, reforçando pedido de voto para Emanuel Pinheiro, o coronel PM da reserva e secretário de Ordem Pública da Capital, Leovaldo Sales (foto), diz conhecer bem os dois candidatos que disputam, neste segundo turno, o Palácio Alencastro. Sobre Emanuel, lembra que este tem...

Uma perna no muro e dicas indiretas

eduardo botelho 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (foto), chega ao final deste 2º turno das eleicões em Cuiabá com uma perna no muro. Ele liberou toda sua equipe para votar em quem quiser e todos pedem voto para Emanuel. Já Botelho, particulamente, preferiu não assumir publicamente o seu...

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

MAIS LIDAS