Últimas

Quarta-Feira, 04 de Abril de 2007, 11h:44 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

LEGISLATIVO

Oficial tenta notificar presidente da Câmara

   Um oficial de Justiça tenta, sem êxito, notificar o presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, vereador Lutero Ponce (sem partido), sobre o processo 740, que tramita na 5ª Vara da Fazenda Pública de Cuiabá desde o ano passado. A ação popular impetrada pelo Movimento Cívico de Combate à Corrupção Eleitoral investiga denúncias de improbidade administrativa na gestão da ex-presidente e hoje deputada estadual Chica Nunes (PSDB), da qual Lutero foi primeiro-secretário.

    Sob argumento de que as ações administrativas ficavam centralizadas na presidente Chica, Lutero Ponce anunciou uma auditoria nas contas do legislativo cuiabano e pediu acompanhamento dos trabalhos do Tribunal de Contas e do Ministério Público. Destaca nada temer.

    O advogado do MCCE, Vilson Nery, indicado pela OAB para acompanhar o processo, revela que a Câmara está sob investigação por gastos desnecessários com produtos e serviços. "Há despesas incompatíveis com as atividades da instituição". Segundo ele, "houve carta convite para a compra de camisetas, outdoors e até
de crachás, cada uma na faixa de R$ 80 mil, tudo comprado junto a empresas de fundo de quintal”.

   Vilson Nery diz que "esse modus operandi facilitou o desvio de finalidade e o uso de empresas de
fachada para abastecer a Câmara com todo tipo de produtos e serviços".  O coordenador do MCCE, Antônio Cavalcante, o Ceará, assegura que o legislativo cuiabano adquiriu até produtos odontológicos e não se sabe onde foi parar esse material.

    A ex-presidente Chica Nunes, que nega qualquer irregularidade, já foi notificada pela Justiça para apresentar sua defesa. O oficial tenta localizar agora o atual presidente Lutero Ponce.

   Manobras

    Preocupado com a situação do processo, que envolve ex-dirigentes da Câmara e atuais vereadores, o advogado pediu a citação dos réus por edital. “Precisamos acabar com a impunidade. Em Cuiabá já é tradição vereador fazer o que quer na direção da Câmara, depois deixa um rombo e ainda se
elege deputado”, ataca Gilmar Brunetto, o Gauchinho, outro integrante do MCCE. Segundo ele, o “buraco” nas contas da Câmara pode superar a R$ 5 milhões, já que, garante Gauchinho, o esquema viria desde 2001. Observa que o Ministério Público tenta auditar as contas e acaba impedido por ordens judiciais.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

4 fora da reeleição em Rondonópolis

jailton 400 vereador curtinha   Em Rondonópolis, quatro dos 21 vereadores não devem ir à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (DEM), Rodrigo da Zaeli (PSDB), Hélio Pichioni (PSD) e Jailton do Pesque e Pague (foto), do PSDB. Thiago e Rodrigo têm esperanças de concorrer a...

Prefeito apoia vice à briga em Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   Francis Maris vai mesmo declarar apoio oficial à pré-candidatura da empresária Eliene Liberato à sucessão em Cáceres. Em público, o prefeito faz mistério para não contrariar outros pretensos candidatos do grupo e que têm esperanças de receber...

Preparando um dos aliados a federal

mauro carvalho 400 curtinha   Embora não comente publicamente, o governador Mauro Mendes está "costurando" acordos políticos com líderes mais próximos, visando não só o pleito de 2020, mas também às eleições gerais de 2022. Em época de busca de projetos e de...

Salvando 1º ano de mandato no cargo

selma arruda 400 curtinha   Embora "sangrando" e com a imagem arranhada, a juíza aposentada e senadora cassada pelo TRE-MT Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, consegue concluir este primeiro de oito anos de mandato. E vai se licenciar nos próximos dias para ceder espaço aquele que financiou a sua campanha,...

Barbudo é menos empreguista de MT

nelson barbudo 400 curtinha   Dos oito deputados federais de MT, o estreante Nelson Barbudo (foto) é o menos "empreguista". Nestes 10 primeiros meses de mandato, ele nomeou no gabinete em Brasília e no escritório político em Cuiabá apenas 15 assessores. Cada gabinete pode ter até 25 secretários...

Rossato quer "minar" reeleição de Ari

dilceu rossato 400 curtinha   Em Sorriso, a capital nacional do agronegócio, a tendência é da disputa à sucessão no próximo ano ficar polarizada entre o prefeito Ari Lafin, do PSDB, e seu antecessor, Dilceu Rossato (foto), hoje filiado ao PSL. Embora se movimente nos bastidores, o deputado Xuxu Dal Molin...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.