Últimas

Quarta-Feira, 04 de Abril de 2007, 11h:44 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

LEGISLATIVO

Oficial tenta notificar presidente da Câmara

   Um oficial de Justiça tenta, sem êxito, notificar o presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, vereador Lutero Ponce (sem partido), sobre o processo 740, que tramita na 5ª Vara da Fazenda Pública de Cuiabá desde o ano passado. A ação popular impetrada pelo Movimento Cívico de Combate à Corrupção Eleitoral investiga denúncias de improbidade administrativa na gestão da ex-presidente e hoje deputada estadual Chica Nunes (PSDB), da qual Lutero foi primeiro-secretário.

    Sob argumento de que as ações administrativas ficavam centralizadas na presidente Chica, Lutero Ponce anunciou uma auditoria nas contas do legislativo cuiabano e pediu acompanhamento dos trabalhos do Tribunal de Contas e do Ministério Público. Destaca nada temer.

    O advogado do MCCE, Vilson Nery, indicado pela OAB para acompanhar o processo, revela que a Câmara está sob investigação por gastos desnecessários com produtos e serviços. "Há despesas incompatíveis com as atividades da instituição". Segundo ele, "houve carta convite para a compra de camisetas, outdoors e até
de crachás, cada uma na faixa de R$ 80 mil, tudo comprado junto a empresas de fundo de quintal”.

   Vilson Nery diz que "esse modus operandi facilitou o desvio de finalidade e o uso de empresas de
fachada para abastecer a Câmara com todo tipo de produtos e serviços".  O coordenador do MCCE, Antônio Cavalcante, o Ceará, assegura que o legislativo cuiabano adquiriu até produtos odontológicos e não se sabe onde foi parar esse material.

    A ex-presidente Chica Nunes, que nega qualquer irregularidade, já foi notificada pela Justiça para apresentar sua defesa. O oficial tenta localizar agora o atual presidente Lutero Ponce.

   Manobras

    Preocupado com a situação do processo, que envolve ex-dirigentes da Câmara e atuais vereadores, o advogado pediu a citação dos réus por edital. “Precisamos acabar com a impunidade. Em Cuiabá já é tradição vereador fazer o que quer na direção da Câmara, depois deixa um rombo e ainda se
elege deputado”, ataca Gilmar Brunetto, o Gauchinho, outro integrante do MCCE. Segundo ele, o “buraco” nas contas da Câmara pode superar a R$ 5 milhões, já que, garante Gauchinho, o esquema viria desde 2001. Observa que o Ministério Público tenta auditar as contas e acaba impedido por ordens judiciais.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Despesas e o uso eleitoreiro de CPI

marcelo bussiki 400 curtinha   Buscando visibilidade pela reeleição em ano eleitoral, alguns vereadores da Capital, vergonhosamente, usaram e abusaram de dinheiro público para promoção pessoal na esteira da CPI do Paletó. A tendência é do relatório paralelo que pede afastamento do...

Sorriso incentiva 40 projetos culturais

ari lafin 400 curtinha   A seis meses de concluir o mandato, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (foto), estabeleceu, dentro do Plano Municipal de Cultura, o "PROMIC - Festival da Cultura 2020" para contemplar 40 projetos cujos valores somam R$ 340 mil, envolvendo artes visuais, artes cênicas, cultura popular, música, audiovisual,...

Quase R$ 2 mi para o Lucas Protegida

binotti 400 curtinha   A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (foto), contratou, por R$ 1,9 milhão, um consórcio formado pela Rocha Comércio de Equipamentos, que ficará com a maior "fatia" de R$ 1,4 milhão, e a Airplates Tecnologia da Comunicação, com R$ 521,7 mil, para desevolver o...

Silêncio sobre operação e elo com MBL

ulysses moraes 400 curtinha   O deputado de primeiro mandato Ulysses Moraes (foto), que deixou o DC e se filiou ao PSL, coordenador em Mato Grosso do Movimento Brasil Livre (MBL) e chamado por muitos de paladino da moralidade, mesmo sendo bastante ativo nas redes sociais, não usou a internet para comentar a operação da...

Nomes do DEM para vereador de VG

pablo 400 curtinha   O DEM do casal Jayme-Lucimar, senador e prefeita, respectivamente, é dono da maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com sete dos 21 vereadores. Destes, cinco já estão trabalhando projeto de reeleição, sendo eles Gisa Barros, que era do PSB; Valdemir Bernadino, o Nana; Pedro...

Flerte com candidato de outro partido

selma arruda 400 curtinha   Apesar de estar filiada ao Podemos, a ex-senadora Selma Arruda, que teve o mandato cassado por crimes eleitorais e deixou a cadeira neste ano, continua flertando com o pedetista, empresário e vice-governador Otaviano Pivetta, que não demonstra mais tanto ânimo para continuar com o projeto de disputa...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.