Últimas

Domingo, 16 de Novembro de 2008, 07h:44 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

COMUNICAÇÃO

Oligarquia Mendes é derrotada em Diamantino

  O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, é classificado, em reportagem de capa de Carta Capital desta semana, como membro de uma oligarquia nascida à sombra da ditadura militar (1964-1985) em Diamantino, mas que foi derrotada nas eleições deste ano depois de mais de duas décadas de dominação política. A revista afirma que Diamantino é um lugar onde nada tem a ver com aquele paladino dos valores republicanos, guardião do Estado de Direito, diligente defensor da democracia contra a permanente ameaça de um suposto e providencial “Estado policial”.

   A reportagem lembra que o prefeito de segundo mandato Chico Mendes (PR) conseguiu se manter no poder graças à influência política do irmão famoso. Nas campanhas de 2000 e 2004, Gilmar Mendes, primeiro como advogado-geral da União do governo Fernando Henrique Cardoso e, depois, como ministro do STF, atuou ostensivamente para eleger o irmão. Para tal, levou a Diamantino ministros para inaugurar obras e lançar programas, além de circular pelos bairros da cidade, cercado de seguranças, a pedir votos para o irmão-candidato e, eventualmente, bater boca com a oposição. Em setembro do ano passado, escreve Carta Capital, o ministro Mendes foi novamente escalado pelo irmão Chico Mendes para garantir a continuidade da família na Prefeitura de Diamantino.

  Depois de se ancorar no grupo político do governador Maggi, os Mendes também migraram do PPS para o PR e ingressaram na base de apoio do presidente Lula. Maggi e os Mendes, então, fizeram um pacto político regional, cujo movimento mais ousado foi a assinatura, em 10 de setembro de 2007, do protocolo de intenções para a instalação do Grupo Bertin em Diamantino, às vésperas do ano eleitoral de 2008. Mesmo com jogo pesado da cúpula não adiantou. O candidato do grupo Juviano Lincoln (PPS) foi derrotado pelo pedetista Erival Capistrano.

Postar um novo comentário

Comentários (22)

  • zé cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    que palhaçada é essa, o chico foi prefeito 8 anos eleito pelo povo. isso é oligarquia?. o gilmar mendes tem que ser respeitado .

  • ALEX PINN | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O OLHA, CONCORDO QUE O MINISTRO GILMAR MENDES, COMETEU ALGUNS ESCORREGÕES. MAS DAÍ, TAXÁ-LO DE DITADOR E CHEFE DE OLIGARQUIA, É O CÚMULO DO ABSURDO. ISSO SÓ NA MENTE DE PESSOAS INCOMODADAS E MALDOSAS, QUE NÃO ACEITAM VER UMA PESSOA SAIR DO INTERIOR DE MT E SE TORNAR PRESIDENTE DA MAIS ALTA CÔRTE DO PAÍS. PURO PRECONCEITO!

  • Pedro Vargas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ess Muvuca é um vendido. Agora bajula o Gilmar Mendes...Esse cara já andou em tudo que é boca em busca de promoção pessoal. Votos que é bom nuca teve!
    Vá te Catar!

  • Miguel Duarte Pereira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não conheço a história política de Diamantino, mas conheço alguns amigos do Erival Capistrano que fez alguns comentários a respeito da campanha deste ano. Diante dos fatos narrados por pessoa ligada ao Erival, mostrando a dificuldade da campanha em si que Erival estava enfrentando, contra os poderosos em todos os sentidos, principalmente financeiro, eu só tenho a dizer: DIAMANTINO GANHOU COM A ELEIÇÃO DE CAPISTRANO. A democracia pede rodízio de poder. Chega de coronelismo.

  • antenor gonçalves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gilmar = Vergonha. Temos VERGONHA deste cidadão. Arrogante. Cheio de Beiços. Mato Grosso não merece. Os salários dos professores da Faculdade deles´, por ventura está em dia, o recolhimento do FGTS, INSS E IR? Cadê a fiscalização.

  • Teodoro Moreira Lopes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Fico Triste quando vejo pessoas que são incapazes e por isso em vez de ficarem felizes com a vi-
    toria dos outros passam a ficar secando o sucesso do outro.
    Gilmar Mendes,so tem ajudado Diamantino e isso e fato..Perder ou ganhar uma eleição faz parte da democracia..Parabens para quem ganhou e parabens para quem perdeu...
    Vamos trabalhar,pois o povo prescisa e disso.
    Para encerrar,apesar do sucesso Gilmar Mendes continua o mesmo de sempre,simples e amigo...

  • Gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gilmar Mendes esta se comportando como Advogado de defesa de Dantas. Até quando a sociedade vai se calar?

  • Paulo de Tarso Viégas Ferreira Mendes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tenho pena de alguns beócios que aqui fizeram comentários, não conhecem a história da família FERREIRA MENDES. Por este estado já muito fez e jamais foram DITADORES. Só trouxe para este estado, benefícios. Triste estou em ouvir comentários de mais alguns beócios em dizer que um homem como GILMAR, saído de Diamantino, que venceu por seus méritos, chegou onde chegou dignificando, principalmente, a sua terra DIAMANTINO/MATO GROSSO. É triste ver ainda, que aqueles que aqui nasceram, aqueles que deveriam se orgulhar de um matogrossense com o Gilmar, que mostrar a sua capacidade e quanto um homem nascido nesta terra também pode ser considerado como um homem de bem e, principalmente, um matogrossense inteligente e desprovido de orgulho e ganância, e mesmo assim tentam sujar a imagem de um vencedor e de um homem de bem. Se é esta ou aquela família concorrendo a um pleito eleitoral, a família FERREIRA MENDES, em Diamantino, então, é tão oliguarquiga quanto à família CAPISTRANO. Chico Mendes foi eleito por 2 mandatos pelo povo desta cidade. A ditadura, como disseram, não cabe mais só em Diamantino, como em todo o nosso país. Prova disto, é que muitas outras cidades em MT, como Cuiabá e Rondonópolis, que seus eleitos, lutaram contra tudo e contra todos, contra a maledicência, contra o poder ECONÔMICO, contra os bolsos dos considerados mais fortes de MT, e venceram. VENCERAM COM HONRA, honra esta que estão tentando sujar, sujar o nome de um HOMEM,filho de MT, nascido na cidade de Diamantino. O QUE É ISSO MATOGROSSENSES, ATÉ PARECE QUE NÃO TÊEM ORGULHO DO FILHO QUE TEM?!

  • Hernan Escudero Gutierrez | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    parabens Diamantino!!! pelo Erival Capistrano, sujeito humilde e pereverante! e parabens ao Dr Gilmar MEndes pela forma firme como tem dirigido o STF e o CNJ, bem como pelo zelo e carinho para com sua terra natal. que demonstra (e faz!).
    Com as disputas politicas encerradas no pleito eleitoral, agora deve-se trabalhar em conjunto por Diamantino, terra que aprendi a gostar e acompanhar, ainda que de longe, desde 2000 como advogado de Darcy Capistrano.

  • Zé Bolo Flor | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Coloco minhas palavras nas do Senhor Antonio Carlos, concordo na integra em gênero grau e numero com tudo que ele falou. Parabéns senhor Antonio Carlos – Ministro Gilmar Mendes é um grande orgulho para nós Mato-grossenses. E em relação à eleição no Município de Diamantino, quero dizer que a decisão do povo nas urnas são soberana e temos que respeitá-la.

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.