Últimas

Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2009, 23h:33 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

PROPAGANDA

Olivetto prega "grande ideia" para boa venda de marcas


Washington Olivetto destaca expressão "grande ideia", para quem é o ponto de partida para sucesso no mercado publicitário e diz que o trabalho precisa agregar comunicação, originalidade, persuasão e surpresa

  Com o tema "A Grande Ideia", o publicitário Washington Olivetto, que acaba de lança um livro que documenta como um comercial de sua agência marcou a cultura e até a linguagem dos brasileiros, destacou, durante palestra em Cuiabá, que é normal haver tantas perguntas sobre as mudanças tecnológicas, quando se sai da era analógica para a digital num universo que ficou pequeno com a internet e a tecnologia da informação em geral. Por duas horas nesta quarta à noite, ele discorreu para cerca de 600 pessoas sobre o mercado publicitário, com ênfase a seus clientes da iniciativa privada, e exibição de filmes que caíram na imaginário popular. A palestra de Olivetto faz parte da programação do Fórum IEL Gestão Empresarial, promovido pelo Sistema Fiemt.

--------------------------------------------------------
Confira aqui imagens da plateia durante a palestra

   No comando da agência W/, uma das mais premiadas do mundo, com quase mil prêmios, Olivetto diz que seja qual for a tecnologia ou veículo de comunicação, é preciso que o publicitário tenha uma grande ideia, tanto para produção de um folheto a ser distribuído na rua quanto para um filme. Enfatiza que há alguns fatores primordiais, como a "pertinência". "Grande ideia é saber comunicar alguma coisa. A melhor propaganda é aquela que parece que não teve um autor, aquela que a pessoa vê e logo pega", observa o publicitário, enaltecendo a capacidade de surpreender. Ele lembra que quando surgiu a propaganda os produtos eram únicos e a forma de comunicação era uma. Já quando o mercado se ampliou com vários produtos, passou a se exigir não só comunicação, mas também persuasão, originalidade e surpresas. "Entra na produção publicitária a estratégia até de insinuações como se os concorrentes não prestassem." Entende que "o fundamental é inovar e buscar alternativas, mas tudo tem de gerar em torno de uma grande ideia". Diz que o publicitário convive com dois extremos: adorado ou insuportável.

   "Primeiro nunca esquece"

   Para Washington Olivetto, o principal objetivo de uma publicidade é a chamada venda do peixe, mas a agência de propaganda tem de ajudar a construir marcas e a levá-las à cultura popular brasileira. Deve não apenas anunciar as virtudes do produto, mas transmitir um conceito de forma tão eficiente que acaba se incorporando à linguagem cotidiana. O publicitário apresentou como um dos exemplos o comercial de sutiã criado por sua agência em 1987. O filme da Valisère mostrava uma menina, interpretada por Patrícia Lucchesi, então com 11 anos, experimentando seu primeiro sutiã. "O primeiro Valisère a gente nunca esquece", dizia o slogan do filme da W/GGK (hoje W/Brasil), agência de Olivetto.

   A exibição se deu pela primeira vez depois do Fantástico, da TV Globo. Foi o primeiro comercial de um minuto e meio a ser veiculado na televisão brasileira, já que o comum eram 30 segundos. Esse comercial até motivou o livro "O Primeiro a Gente Nunca Esquece", com 366 páginas. Trata-se de uma coletânea de textos variados de Olivetto, com artigos jornalísticos, crônicas e entrevistas, além de mais de 50 autores que usam a expressão "o primeiro a gente nunca esquece". O publicitário mostrou comerciais com adaptações da frase aos contextos mais inusitados. "A primeira Ferrari a gente nunca mais esquece", dizia o piloto Ayrton Senna em uma entrevista. Pelé fala o mesmo de sua primeira Copa do Mundo. A ideia surgiu, destaca Olivetto, porque peças íntimas como cueca e calcinha, acompanham as pessoas desde criança, enquanto sutiã marca a transição de menina para mulher. (Romilson Dourado)


Em Cuiabá, Washington Olivetto ministra palestra mais apresentando filmes produzidos por sua agência
Fotos: Júnior Andrade

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

MPE vê prefeita de Torixoréu inelegível

ines 400 curtinha torixoreu   Para o Ministério Público Eleitoral, a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita Moraes Coelho (foto), que se lançou à reeleição pelo DEM, está inelegível. Numa ação de impugnação de registro de candidatura, o promotor...

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...