Últimas

Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2007, 22h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

RONDONÓPOLIS

Oposição quer passe livre; prefeito vê demagogia

     Os vereadores oposicionistas Márcio Bertoni (sem partido) e Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (PMDB), apresentaram projeto em defesa do passe livre para estudantes de Rondonópolis. A proposta, porém, nem deve passar pelas comissões de Transporte, Finanças e Orçamento. Ocorre que o prefeito Adilton Sachetti, que conta com amplo apoio no legislativo, é radicalmente contra o projeto. Considera-o demagógico.

    De acordo com a proposta, o passe livre deve abranger o transporte coletivo convencional (ônibus) ou alternativo (lotação, microônibus) e prevê a garantia do benefício para todos os estudantes das redes públicas e privadas nos três níveis (fundamental, médio e superior). Os dois vereadores propõem que sejam beneficiadas também as pessoas matriculadas em cursos supletivos, pré-vestibulares, institutos e escolas profissionalizantes, e também seminários teológicos (religiosos). Fulô e Bertoni destacam que o passe livre vai ajudar estudantes de baixa renda.

   Reação

   O prefeito Adilton Sachetti disse que, pessoalmente, é contra o projeto. Alega que 'não pode permitir a isenção da tarifa porque alguém vai ter que pagar a conta'. "Isso é pura demagogia. Quem vai ter que pagar a conta depois vai ser o mais humilde. De algum lugar o dinheiro tem de vir", enfatizou Sachetti, que, com seu estilo empresarial, comanda a cidade-pólo da região sul com austeridade nunca vista no poder público local.

    Num recado direto aos vereadores Fulô e Bertoni, autores do projeto do passe livre, o prefeito afirma que 'é preciso ter a responsabilidade e não agir com demagogia, pensando no voto'. Segundo Sachetti, a Prefeitura de Rondonópolis já concede 30% de isenção a usuários do transporte coletivo. "Aqui padre, bispo, pastor, policial, aposentado e líder comunitário já andam de graça no transporte coletivo".

    Adilton Sachetti menciona o drama vivido pelo prefeito de Cuiabá, Wilson Santos, que destina parte das receitas para bancar o passe livre, instituído na administração do antecessor Roberto França. "Não podemos cometer o erro de Cuiabá. Dá dó ver o Wilson Santos", comentou o prefeito, numa referência à batalha incansável de Santos de cobrar ajuda do Estado e da União para ajudar o município a custear as despesas, já que a maioria dos estudantes que usufruem do passe livre está matriculada na rede estadual, além de um número consideráel de universitários.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

SD também deseja Taques ao Senado

pedro taques 400 curtinha   Empolgado com resultado de uma pesquisa interna, na qual estaria bem pontuado, aparecendo entre os preferidos ao Senado, mesmo após deixar o cargo de governador bastante desgastado, Pedro Taques (foto) passou a flertar não só com o Cidadania, conduzido no Estado pelo seu ex-secretário Marco...

Presidente do TJ-MT assume Codepre

carlos alberto tj 400 curtinha   O presidente do TJ-MT Carlos Alberto (foto) foi eleito presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais de Justiça (Codepre) do país. O cargo alça o membro de MT à liderança de discussões nacionais importantes. Dentre as atribuições do colégio...

Brecha pra futuro cassado ir à Justiça

kero kero curtinha 400   Wilson Kero-Kero (foto), ex-SD (socialista) que foi para ex-PSL (direita), anunciou ida para Podemos, mas permanecerá no partido direitista, é o relator do processo de cassação do colega Abílio Júnior, na CCJ da Câmara de Cuiabá. Na Comissão de Ética o...

Filho de Taborelli assume vaga em VG

Willy taborelli _ curtinha400   O pai coronel Taborelli está fora de combate, mas o filho Willy (PSC), suplente de vereador, vai assumir cadeira na Câmara de VG a partir de 2 de março. Vai atuar na vaga do correligionário Miguel Baracat, que se licencia para fazer tratamento de saúde. O filho do polêmico...

Sem acordo para ter apoio de Selma

otaviano pivetta 400 curtinha   O empresário e vice-governador Otaviano Pivetta, pré-candidato ao Senado, disse que, de fato, recebeu convite para se filiar ao Podemos, inclusive do deputado Medeiros, um de seus prováveis adversários nas urnas de abril, mas que segue firme no PDT. Destaca ser um admirador do senador...

Na expectativa para disputar Senado

nelson barbudo 400 curtinha   Se o TRE flexibilizar a data de filiação para quem quer concorrer ao Senado, na eleição suplementar de abril, a inflação de candidatos tende a ser ainda maior. Entrariam no páreo, além dos 10 que já se dizem pré-candidatos, o ex-governador Pedro...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.