Últimas

Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2007, 22h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

RONDONÓPOLIS

Oposição quer passe livre; prefeito vê demagogia

     Os vereadores oposicionistas Márcio Bertoni (sem partido) e Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (PMDB), apresentaram projeto em defesa do passe livre para estudantes de Rondonópolis. A proposta, porém, nem deve passar pelas comissões de Transporte, Finanças e Orçamento. Ocorre que o prefeito Adilton Sachetti, que conta com amplo apoio no legislativo, é radicalmente contra o projeto. Considera-o demagógico.

    De acordo com a proposta, o passe livre deve abranger o transporte coletivo convencional (ônibus) ou alternativo (lotação, microônibus) e prevê a garantia do benefício para todos os estudantes das redes públicas e privadas nos três níveis (fundamental, médio e superior). Os dois vereadores propõem que sejam beneficiadas também as pessoas matriculadas em cursos supletivos, pré-vestibulares, institutos e escolas profissionalizantes, e também seminários teológicos (religiosos). Fulô e Bertoni destacam que o passe livre vai ajudar estudantes de baixa renda.

   Reação

   O prefeito Adilton Sachetti disse que, pessoalmente, é contra o projeto. Alega que 'não pode permitir a isenção da tarifa porque alguém vai ter que pagar a conta'. "Isso é pura demagogia. Quem vai ter que pagar a conta depois vai ser o mais humilde. De algum lugar o dinheiro tem de vir", enfatizou Sachetti, que, com seu estilo empresarial, comanda a cidade-pólo da região sul com austeridade nunca vista no poder público local.

    Num recado direto aos vereadores Fulô e Bertoni, autores do projeto do passe livre, o prefeito afirma que 'é preciso ter a responsabilidade e não agir com demagogia, pensando no voto'. Segundo Sachetti, a Prefeitura de Rondonópolis já concede 30% de isenção a usuários do transporte coletivo. "Aqui padre, bispo, pastor, policial, aposentado e líder comunitário já andam de graça no transporte coletivo".

    Adilton Sachetti menciona o drama vivido pelo prefeito de Cuiabá, Wilson Santos, que destina parte das receitas para bancar o passe livre, instituído na administração do antecessor Roberto França. "Não podemos cometer o erro de Cuiabá. Dá dó ver o Wilson Santos", comentou o prefeito, numa referência à batalha incansável de Santos de cobrar ajuda do Estado e da União para ajudar o município a custear as despesas, já que a maioria dos estudantes que usufruem do passe livre está matriculada na rede estadual, além de um número consideráel de universitários.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Deputado, única causa e os interesses

xuxu 400 curtinha   Xuxu Dal Molin (foto), deputado pouco atuante e limitado a defender a bandeira do agronegócio, é mais um daqueles que demonstram, na prática, usar a política para beneficiar os seus. De familiares de agricultores, Xuxu bateu duro, se posicionando contra a proposta encaminhada pelo governador Mauro...

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

Secretário, furtos e a incompetência

rodrigo metello 400 curtinha   O secretário de Transporte e Trânsito de Rondonópolis, Rodrigo Metello (foto), filiado ao MDB e pré-candidato a vereador, corre risco de ser acionado na Justiça por centenas de pessoas que tiveram motocicletas apreendidas e que depois acabaram furtadas do Pátio Rondon. O local...

Vereador na base e críticas a Leonardo

leonardo 400 curtinha   Chico 2000, vereador pela Capital, assegura que não procede a informação de que o seu Partido Liberal irá romper com o prefeito Emanuel, não o apoiando à reeleição. Segundo ele, foi Leonardo Oliveira (foto), que participou na quarta de uma reunião do...

Embates sobre a cadeira da discórdia

selma arruda curtinha 400   A cadeira da senadora Selma Arruda (foto), que está cassada há um ano mas, mesmo assim, continua no cargo, vem dividindo opinião de vários líderes políticos, uns torcendo logo para a Mesa do Senado decretar a vacância para Carlos Fávaro assumir a vaga, outros...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.