Últimas

Quinta-Feira, 30 de Abril de 2009, 17h:34 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

ELEIÇÃO

Oposição se reúne, critica Faiad e lança nomes à sucessão


Grupo de oposição à gestão Faiad: Paulo Taques, Renato Nery, José Vitor, Eduardo Mahon e João Celestino

  O terceiro encontro do Movimento pela OAB Democrática, grupo opositor à gestão Francisco Faiad, foi marcado por discursos fervorosos e algumas presenças inusitadas como a do deputado estadual Alexandre César (PT). A reunião aconteceu em um badalado restaurante da Capital. O ex-aliado de Faiad, advogado Eduardo Mahon, chegou a compará-lo com o presidente da Venezuela Hugo Chavez. “Ele quer ir para o terceiro mandato, está fazendo igual ao Hugo Chaves”, disparou. Já um dos pré-candidatos à presidência da OAB, ex-juiz do TRE João Celestino Correia da Costa, acusou Faiad de utilizar a instituição para promover os seus candidatos.

   Celestino reclama ainda do fato de Faiad se posicionar pelo fechamento das comarcas. “Nunca vi um presidente da OAB ser favorável ao fechamento de comarcas. Não podemos fechar. Temos que planejar. O dinheiro existe, o que falta é gerenciamento”, dispara. Na mesma linha de raciocínio o também virtual candidato à presidência da entidade, Paulo Taques, que concorreu sem êxito ao cargo em 2006, também “detonou” Faiad. Segundo ele, o presidente usou a OAB como comitê de campanha. “Pelo levantamento que temos, naquela época os gastos com telefones quase quadruplicaram", disparou.

  Entre as lideranças que marcaram presença está o defensor-público-geral do Estado, Djalma Sabo Mendes, o ex-presidente da OAB, Renato Nery, o ex-candidato à presidência da OAB e procurador do Estado José Vitor Gargaglione. “Na última eleição apoiei o Paulo (Taques). Sou amigo do doutor João (Celestino) e acho importante este tipo de discussão”, afirma o defensor-público-geral.


Deputado Alexandre Cesar leva apoio a João Celestino e critica gestão do presidente Francisco Faiad

    A eleição do novo presidente da OAB ocorrerá em 19 de novembro. Em Mato Grosso existem cerca de nove mil advogados. Faiad articula sua terceira candidatura. Estuda ainda eleger alguém de seu grupo. Entre eles estão João Vicente Scaravelli, presidente da Caixa de Assistência da Ordem, José Patrocínio, do Conselho Estadual, Cláudio Stábile, vice-presidente da Escola Superior da Advocacia e Francisco Sgaib, do Conselho Federal.
 
  A plataforma de propostas da oposição prevê votação direta do 5º Constitucional e a reestruturação da instituição para auxiliar os advogados. “Precisamos reavaliar as políticas mato-grossenses, criar condições para que os advogados trabalhem”, conta João Celestino. Ele pondera que as propostas ainda estão sendo discutidas. “Já estamos fazendo nossa plataforma para que possamos apresentar aos advogados”, ressalta.

  Num discurso “afinado”, João Celestino e Taques se apresentam como pré-candidatos, mas avisam que ainda não sabem qual dos dois encabeçará a disputa. “O importante é manter o grupo unido. Aqui estão os descontentes com a administração de Faiad”, rechaça Paulo Taques. 

(17h40) - Faiad ameaça processar oposição e nega usar OAB como trampolim político

Francisco Faiad, presidente da OAB  O presidente da OAB, Francisco Faiad, classificou como difamatórias as declarações feitas pela ala opositora e ameaça processar os advogados. “Eles terão que provar. Não vou aceitar acusações levianas, difamantes. Vamos ter que discutir isso na Justiça”, ameaça. Sobre as afirmações de que teria usado a OAB como trampolim político, Faiad nega e afirma ser filiado a um partido político desde 1982. “Milito na política antes da OAB. Ao contrário do que dizem, foi essa militância que me levou para a Ordem”, assevera. Sobre as acusações de que teria utilizado a OAB como seu comitê durante sua campanha de recondução à presidência, Faiad argumenta que durante a campanha ele se afastou do cargo. “Não utilizei a sede como comitê. Durante as eleições eu me afastei do cargo e quem comandou a OAB foi a Comissão Eleitoral”.

   Já em relação às declarações do advogado Eduardo Mahon, de que ele seria uma espécie de Hugo Chavez, Faiad “soltou” um sonoro “jamais”. Ele rebateu dizendo que foi eleito pelo voto dos advogados, sempre com respeito. “Até porque são eleitores diferenciados, extremamente inteligentes”. O presidente, que está em seu segundo mandato consecutivo, disse que “prefere” não ser candidato, mesmo sendo legal um terceiro mandato, entretanto não descarta a possibilidade.  (Patrícia Sanches e Sandra Costa)

Postar um novo comentário

Comentários (16)

  • Jeferson | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como Advogado inscrito na ordem de MT, estou com esta oposição e não abro !!!

  • nelson rodrigues | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    só conversa fiada, tem mtos advogados no estado que a OABMTsó lembra na epoca da eleição, pois a maioria tem salario defasado e fica a merce do governador dar aumento para o funcionalismo publico, que fazem o msm trabalho de um procurador do estado ou defensor publico.

  • mario lucio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    não sou advogado, mas acharia que quem quiser ser candidato a oabmt vai saber como anda o advogado autonomo, advogado do estado, o presidente da oab mt precisa fiscalizar como anda o advogado, e não ficar só na oabmt pedir voto , ganha e depois esquece das promessas, brigar. pois a defensoria publica briga pelo defensor,, corre atras para melhor as condiçoes do serviço, e do salario,a maioria dos advogados estão bem, mas tem aqueles que precisam do apoio da ordem para melhorar as condiçoes de trabalho e de salario, a lacuna esta ai....bom trabalho

  • José Pereira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Projeto para contar tempo de advocacia como serviço público - dep. Riva
    Campanha no interior visando reeleição da OAB- avião do dep. Riva
    Colação de Grau no Anfiteatro da OAB-MT, único formando - Dep. Riva

    Tem política no meio ou não tem?

  • João Mahon | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa oposição é mesmo uma piada. Só aparece na época da eleição. Desses ai, tirando o Celestino, que nem colocou a Escola Superior para funcionar, nenhum jamais abriu a boca para defender os advogados.

  • João Honesto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Franca, triste e lastimável oposição. Não gosto do Faiad,mas, com essa oposição com figurinhas carimbandas e repetidas ele facilmente elegerá seu sucessor ou até a sí mesmo!Acho melhor arrumar uma nova liderança porque essa na foto já está nati-morta. A advocacia cuiabana está muito bem servida de valorosos advogados que ao contrário dos da fotos, que só trabalham para os ricos (com exceção os defensores públicos),existem muitos outros que podem muito bem ser candidatos reunindo cabais condições de presidirem a OAB/MT.

  • JEDAE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    FAÇO ISSO COMO UM ALERTA A OAB-MT. MT ESTA CHEIO DE ADVOGADOS QUE FAZEM MUITAS COISAS ERRADAS. ESTOU SOFRENDO UMA AÇÃO, ONDE TODO PROCESSO É UMA FRAUDE, FARSA, FALSIFICADO. UM JUIZ DE DIREITO AINDA ACATOU A LIMINAR E DEPOIS UM APENSO. ASSINATURAS FALSIFICADAS E POR AI VAI. NO MOMENTO CERTO FORMULAREI MINHA QUEIXA NA COMISSÃO DE ETICA DO ORGÃO. OBA-MT PRESTA MAIS ATENÇÃO EM SEUS ADVOGADOS!!

  • PAULO PAIVA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Dep. Alexandre é Procurador do Estado (sendo inclusive ex-presidente da Associação de Procuradores) e portanto inscrito na OAB/MT. Não entendo o porquê de sua presença na reunião ser inusitada. Romilson, sua perseguição ao deputado já está ultrapassando os limites do jornalismo e indo para a perseguição pessoal.
    Um abraçol.
    Paulo Paiva

  • marcio aparecio guedes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    desses nomes da oposição o único digno e honesto é o Dr José Victor, joão celestino, paulo taques não tem como engolir colegas,

  • Jean | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    essa chapa esta bem representada (nasce morta) e mostra para que veio. Com o apoio do Dep. (suplente - está na AL via acordo) Alexandre Cesar o que podemos esperar senão:
    descaso com o Interesse Público, caixa dois, conchavos para garantir-se no poder, ou simplesmente recebimento de proventos sem préstimos dos respectivos serviços?

    O que esperar dessa nova ordem quando seus apoiadores possuem esse tipo de curriculum.

    Abra o olho Paulo Taques!

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

MPE suspende censo previdenciário

jose antonio borges 400 curtinha   O procurador-geral de Justiça, promotor José Antonio Borges (foto), suspendeu o censo previdenciário cadastral dos membros e servidores inativos e pensionistas do MPE. O recadastramento deveria ter iniciado no último dia 11 para ser concluído no final de fevereiro. Borges tomou...

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

Morre mais um pastor da Assembleia

pastor jose alves de jesus 400   A Covid-19 transforma mais um pastor da Igreja Assembleia de Deus em vítima fatal. Morreu nesta terça José Alves de Jesus (foto), que presidia há vários anos o Campo Eclesiástico Autônomo da Igreja de Primavera do Leste e região. Ele estava hospitalizado com o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.