Últimas

Sábado, 26 de Maio de 2007, 10h:43 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

Orçamento e corrupção

      Há divisão no Congresso sobre a conveniência de se criar, ou não, uma Comissão Parlamentar de Inquérito, com o objetivo de apurar a sofisticada metodologia desenvolvida, ou aperfeiçoada, pela construtora Gautama para cometer todo tipo de fraudes em concorrências de obras públicas.
     Falcatruas dessa natureza são, em nosso país, praxe antiga, recorrente e que tem recrudescido nestes quatro anos e quatro meses de governo do presidente Lula. São "espertezas" que permitem a manipulação de concorrências, os recebimentos por obras e reparos jamais executados, ou a cobrança pelo emprego de material de alta qualidade quando, de fato, se utiliza o que de pior existe.
     A Gautama seria apenas personagem adicional de uma história longa deplorável, não fora a relevante circunstância de gerar, no Legislativo, uma parte do ferramental com que tem saqueado os cofres públicos, representado, predominantemente, por emendas ao orçamento.
     E as emendas chamadas de bancada, aquelas que não têm autoria individual, são as ferramentas preferidas para a construção dessas relações ilícitas entre alguns parlamentares, empresários e ministros e outros funcionários do alto escalão do Poder Executivo.
     Não faltam, entretanto, casos em que o autor de emenda individual, para ocultar as próprias responsabilidades, obteve o apoio de colegas de legislatura ou da bancada inteira de seu Estado para sua tramóia. Mas o parlamentar que emporcalha o próprio mandato aceitando propinas, não teria êxito se não tivesse um seu equivalente dentro do ministério e até dentro de gabinetes de ministros, como temos visto neste últimos tempos.
     Afinal, a manipulação de editais, a vista grossa para obras não concluídas e regiamente pagas não passam pelo Congresso Nacional.
     Os indícios levantados pela Operação Navalha apontam para a necessidade de conjugar doses maiores de transparência e controle na feitura do Orçamento com a criação de canais de denúncia anônima - similares aos que Polícia utiliza para ser informada de crimes de outra natureza - e, principalmente, programas que, no médio prazo, fortaleçam o sentimento de cidadania.
     Mas a navalha das investigações policiais tem quer usada, também, para rasgar a cortina que, muitas vezes, encobre as ações do Poder Executivo e esconde a mão que assina, na outra ponta, a liberação do dinheiro dos fraudadores e recebe envelopes recheados.
     É indispensável que as pessoas, sensibilizadas, vejam no roubo do dinheiro público mais que um dano ao governo, uma lesão ao patrimônio comum que afeta, diretamente, o bolso de cada uma.
     Enquanto caminhamos rumo a esse horizonte, o Parlamento deve exercitar, com objetividade e rigor, a missão de investigar a extensão e as ramificações da fraude, identificar autores e coniventes e, quando for o caso, excluí-los de seu meio.
     Isso exigirá, do Legislativo, coragem para, quando necessário, cortar na própria carne e, dos partidos, para não poupar figurões que tenham perdido a capacidade de distinguir entre o bem público que administram e o seu patrimônio pessoal.
     O momento vivido pelo país exige a depuração dos desonestos e o reavivamento das hoje embaralhadas linhas que separam o correto e o incorreto.

Antônio Carlos Pannunzio é líder do PSDB na Câmara dos Deputados

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Apoio entre opositores é pura falsidade

diego guimaraes 400 curtinha   O tão propagado apoio político recíproco entre os vereadores de oposição em Cuiabá, principalmente em relação ao futuro cassado Abílio Júnior, não é verdadeiro. Todos são concorrentes entre si. Tentam viabilizar suas...

Joaninha se afasta da Câmara de Sinop

joaninha 400 sinop vereador curtinha   O vereador por Sinop Joaninha (MDB), conforme a coluna Curtinhas adiantou, se licenciou do cargo por 60 dias para se recuperar do acidente que sofreu durante manobra na Competição Duelo de Motos, em Atibaia (SP). Enquanto isso, o suplente Mauro Garcia (MDB), ex-secretário de...

Manifestação de apoio deles para ele

elizeu nascimento 400 curtinha   Mesmo com o apoio dos deputados Elizeu Nascimento (foto), Xuxu Dalmolin e Ulysses Moraes que levaram até assessores, em pleno horário de expediente, a manifestação pró-Abílio na Câmara de Cuiabá foi considerada fraca. Investigado por quebra de decoro...

TCE cria estrutura para atender a AL

maluf 400 curtinha   A Assembleia Legislativa saiu de Guilherme Maluf (foto), mandando-o para o TCE, mas ele não saiu da AL. Alçado à presidência com menos de um ano na cadeira vitalícia, Maluf acaba de criar uma assessoria parlamentar para promover o intercâmbio com as comissões da AL e ainda um...

Cassação de Abílio depois do Carnaval

abilio junior 400 curtinha   Por mais que Abílio Júnior (foto) implore e grite por socorro, na esperança de escapar da cassação, inclusive se colocando como vítima de perseguição política, perderá mesmo mandato. Mas isso só vai ocorrer após o Carnaval. A...

PGR monitora delação de ex-deputado

jose riva 400 curtinha   Membros do alto escalão da Procuradoria-Geral da República, que rejeitou a proposta de delação de José Riva (foto) na esfera federal por causa de omissão de crimes, estão monitorando os bastidores do acordo de colaboração, agora entre o Ministério...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.