Últimas

Domingo, 22 de Fevereiro de 2009, 11h:37 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

DEBATE

Origem da violência: causas e efeitos

   Quando Charles Darwin escreveu seu livro “A Origem das Espécies”, criava um marco nas pesquisas, pois nada se escreve sobre qualquer espécie sem citar a Teoria da Evolução. Foi também para Karl Marx uma grande contribuição, pois quando Marx leu o exemplar de Darwin, logo escreveu para o amigo Engels, “encontramos o que precisavamos para provar nossa teoria”, referindo-se à constatação do materialismo histórico.

    Se Darwim descobriu a evolução biológica das espécies, inclusive o homem, Marx foi quem descobriu a evolução social do homem. Portanto,  falar do homem sem referências a estes dois “monstros” da ciência é chover no molhado.

   O inglês Charles Darwim, cuja origem era oriunda das castas privilegiadas da Inglaterra, não podia ter um pensamento diferente delas, pois sua teoria baseou-se no Malthusianismo, que, em síntese é: as espécies vivem numa constante competição pela vida. Tomas Robert Malthus exercia grande influência sobre Darwim.  Malthus afirmara que o problema da sociedade seria o excesso populacional e como forma de garantir o acesso aos alimentos deveria  manter-se um número x de habitantes, o restante deveria ser eliminado por guerras ou por doenças, pois a população aumenta em progressão geométrica, enquanto a produção de alimentos cresce aritmeticamente.

   Outra influência sobre Darwim era sem dúvidas o pai do capitalismo, Adam Smith, ao afirmar que a competição entre as pessoas sem a interferência dos estados  faria com que estas produzissem bens cada vez melhores na busca de conquistar o mercado, e que essa competição selvagem, em suma, favorecia às pessoas, proporcionando-lhes bem-estar. No entanto,  para manter os baixos salários seria necessário manter um exército de desocupados, assim fazer frente à demanda por mão-de-obra.

   Embora o Darwin ser barbudo igual ao Marx, vamos deixá-lo como referência na questao biológica, pois nas questões sociais niguém foi tão a fundo como o Alemão Karl Marx.

    Marx foi o sociólogo que conseguiu através de sua teoria afirmar que o homem evolui socialmente e nessa investigação ele constatou que o comportamento do indivíduo depende do modo de produção de riqueza em que ele vive. Para Marx, a humanidade viveu três modos de produção os quais ele chamou de: 1º) Comunismo Primitivo, entre o Homen de Nanderthal até o último período glacial, há uns 15 mil anos; 2º ) Escravismo, entre o último período glacial até o fim do Império Romano; e  3º) Feudalismo. E vivemos no 4º modo de produção de riquezas, o Capitalismo, cuja característica é a competividade entre os seres humanos, onde os mais fortes (abastados) possuem todos os privilégios de um bem-estar, enquanto os menos “favorecidos” vivem numa luta diária pela sobrevivência.

   O sistema atual nos transforma em inimigos constantes, já  por uma vaga de emprego, por um espaço dentro de um ônibus, por atravessar primeiro o semáforo, etc. Assim paulatinamente estamos transformando-nos em macacos, fazendo um caminho inverso na evolução. Basta observar o reality show de maior audiência, o BBB-9 chamado de Grande Irmãos, numa casa onde a intriga, a falsidade e a competição entre os “irmãos” é a tona do programa, pois como disse Marx a sociedade exerce grande influência sobre o indivíduo, ele pensa, ele age de acordo como os padrões sociais.

   Se nossa sociedade é de competição entre indivíduos da mesma espécie, ois o que esperamos dela, a não ser a crescente violência. Porém, o próprio Marx afirma que se a sociedade tem influência sobre o modo de agir das pessoas. Elas são partes da sociedade e podem modificá-las.

  O recuo da violência está diretamente ligado a uma nova alternativa de sociedade, e não ao aumento de policiais nas ruas. Está ligado à distribuição igualitária das riquezas, ao modo de pensar da sociedade, a uma sociedade solidária. (No modo atual, a violência gera lucros. Exemplo: venda de segurança particular).

   Carlos Veggi é consultor

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...

Candidato da família Oliveira à Câmara

luluca 400 curtinha   O jovem advogado Luluca Ribeiro (foto) é uma das apostas do MDB por renovação na Câmara da Capital. Concorre a vereador e tende a "herdar" o espólio político da família Oliveira, dos tios Dante, ex-governador que morreu em 2006, e Thelma, prefeita de Chapada dos Guimarães....

Deputado tenta censura e sem êxito

xuxu 400 curtinha   Em duas tentativas, o deputado estadual Xuxu Dal Molin (foto), candidato a prefeito de Sorriso pelo PSC, tentou, sem êxito, censurar o portal Rdnews. Na 1ª Vara Cível da Comarca de Sorriso, Xuxu ingressou com pedidos de antecipação de tutela, pleiteando retirada do ar de matérias que...

Rei do Gado entra numa difícil disputa

mauricao 400 curtinha   O leiloeiro Maurição Tonhá (foto), chamado por muitos de "Rei do Gado", está de volta à disputa eleitoral. O pecuarista com bens avaliados em R$ 19 milhões é candidato pelo DEM a prefeito de Água Boa, muncípio já administrado por ele por dois mandatos. Em...

Ajudando a enterrar CPI do Paletó

luciana zamproni 400 curtinha   O Palácio Alencastro está convicto de que, assim como na primeira votação, o relatório da CPI do Paletó que propõe punição ao prefeito Emanuel e vai ser votado nesta terça, será arquivado pela maioria dos vereadores cuiabanos. O desfalque do...

8 candidaturas e Thelma com chances

thelma de oliveira 400 curtinha   Mesmo sem apoio de nenhum outro partido, a não ser do seu PSDB, enfrentando forte desgaste político e rejeição popular e ainda problemas de saúde, se recuperando de tratamento de câncer de mama, a prefeita Thelma de Oliveira (foto) ainda tem chances de...