Últimas

Sexta-Feira, 09 de Março de 2007, 07h:54 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

PESQUISA

Oscar e Olete são piores secretários de Cuiabá

   O empresário da construção civil Oscar Soares Martins, que conduz a pasta do Trânsito e Transporte Urbano, e o médico Olete Ventura, da Saúde, são os piores secretários da administração do prefeito de Cuiabá, Wilson Santos. Foi o que constatou a Mark Instituto de Pesquisa de Opinião Pública, realizada nos últimos dias 24 e 26. Dos entrevistados, 14,1% reclamaram da atuação de Oscar, seguido de 11,7% que fizeram referências negativas a Olete.

    Por coincidência, o transporte coletivo municipal e a saúde se transformaram em gargalos da administração. Sobre a SMTU, há protestos e manifestações contrárias ao aumento da tarifa do transporte coletivo. Na Saúde, a classe médica, sob ameaça de greve, briga por melhores condições de trabalho e por reajuste salarial.

    O instituto perguntou o seguinte: "Na sua opinião, qual o pior secretário (gestor) do governo Wilson Santos?" Depois de Oscar e Olete, surge o nome de Andelson Gil do Amaral (Infra-Estrutura), com 8,4%. A atuação do presidente da Sanecap, José Antônio Rosa, à frente do processo de concessão dos serviços de água e esgoto, é rejeitada por 3,5%.

   Em seguida, são citados com atuação pífia os secretários Ricardo Siqueira (Defesa e Cidadania), 2,1%; e Mário Olímpio (Cultura), com 1,8%. Para 1,6% dos cuiabanos, três integrantes do primeiro escalão do Palácio Alencastro apresentam os piores desempenhos: Júlio Pinheiro (Habitação), Celcita Pinheiro (Assistência Social) e Carlos Carlão (Educação).

   Três são rejeitados por 1,3%: Dilemário Alencar (secretário de Governo), Gelson Menegatti (Meio Ambiente) e Reginaldo Amorim (Planejamento). Outros nomes aparecem numa escala menor de rejeição, como dos secretários José Carlos de Carvalho (Finanças), com 1,2%; e Adriana Bussiki (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Urbano) e João Vieira (Trabalho e Turismo), respectivamente, com 0,6% e 0,1%. O percentual dos que não souberam responder é alto: 38,2%. Dos que foram ouvidos pelos pesquisadores, 9,5% preferiram não citar nenhum secretário no quesito pior. Foram feitas pela Mark 681 entrevistas, com margem de erro de 3% para mais ou para menos.

    A Mark perguntou também sobre quais áreas do serviços público da Capital têm deixado a desejar. Dos entrevistados, 19,1% apontaram o transporte coletivo; 12,6% a saúde; 9,3% a rede de esgoto; 7,2% pavimentação e recapeamento e; 6,9%, limpeza urbana.

   Confiança

   Quanto ao grau de confiança no prefeito Wilson Santos, os números não são positivos. Das pessoas que foram entrevistadas, 48,3% afirmaram que não confiam na administração tucana. Por outro lado, outros 41,4% disseram que confiam. Dez por cento não quiseram ou não souberam responder.

Confira os dois resultados da pesquisa

Na sua opinião, qual o pior secretário

(gestor) do governo Wilson Santos?

 

Secretário                                Percentual

Oscar Soares (SMTU)                    14,1%

Olete Ventura (Saúde)                     11,7%

Andelson Gil (Infra-Estrutura)            8,4%

José Rosa (Sanecap)                         3,5%

Ricardo Siqueira (Cidadania)             2,1%

Mário Olímpio (Cultura)                    1,8%

Júlio Pinheiro (Habitação)                  1,6%

Celcita Pinheiro (Assistência Social)   1,6%

Carlos Carlão (Educação)                 1,6%

Dilemário Alencar (Governo)             1,3%

Gelson Menegatti (Meio Ambiente)    1,3%

Reginaldo Amorim (Planejamento)     1,3%

José Carlos Carvalho (Finanças)        1,2%

Adriana Bussiki (IPDU)                     0,6%

João Vieira (Trabalho e Turismo)       0,1%

Nenhum                                             9,5%

NS/NR                                            38,2%

 

O sr (a) confia na administração

do prefeito Wilson Santoso?

 

Opções                %

Sim                  41,4%

Não                 48,3%

NS/NR            10,3%

Fonte: Mark Instituto de Pesquisa

de Opinião Pública

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...