Últimas

Quinta-Feira, 20 de Março de 2008, 13h:54 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

POLÊMICA

Outdoor sobre Jonas é exagero, avaliam leitores

  
    A idéia de espalhar pela Capital um outdoor que homenageia o ex-senador Jonas Pinheiro - leia mais aqui, uma iniciativa patrocinada por anônimos, não agradou a todos e gerou diversos comentários. Muitos condenam a comparação do ex-parlamentar que faleceu o mês passado com Dom Aquino e Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon. A maioria das opiniões considera que não há semelhanças entre os três. Chegam a dizer que é um exagero e vêem falta de respeito para com os dois afamados nomes da história mato-grossense. Há também os favoráveis. (Simone Alves)

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Ramire Pelado | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Jonas Pinheiro foi um bom parlamentar, mas que lutou apenas para uma classe social, a dos grandes agricultores e esqueceu de trabalhar um pouco para quem realmente precisa, por isso não deve ser comparado com Rondon e com Dom Aquino Correa.

  • D.Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Andar em lombo de burro, enfrentar serras, morros, doenças tropicais e toda sorte de problemas de terras inóspitas, fez de Rondon uma "marca registrada". Da mesma forma, D. Aquino foi clérigo, poeta, presidente do Estado e quando ainda era Arcebispo, caminhava do Morro do Bom Despacho até a Igreja do Porto, onde rezava missa. Jonas Pinheiro dirigiu aqueles jipes da velha Acarmat e tornou-se um líder em renegociação de dívidas de milionários e teve jatinhos ao seu inteiro dispor, quando quizesse. Fez um bem danado a poucos mas não deixa de ser um político de respeito embora a comparação seja quilometricamente exagerada. Felizes foram aqueles que viveram em um período onde não havia a praga dos "sanguessugas", a chamada oitava praga.

  • adildo jacinto de oliveira filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não tem por que a comparação.É coisa de seus "dependentes" e "parceiros" de negócios, que foram apanhados de surpresa devido ao seu falecimento. Mato Grosso perdeu com o falecimento do Gilson de Barros, esse sim, era capaz de justificar a vida digna que viveu.Ocupou diversos cargos e era capaz de justificar os poucos bens que possuia.

  • caroço da pracinha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SENHOR! PERDOAI, ELES NÃO SABEM O QUE DIZEM.

  • Oriel G.S.Fortes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só pode ser brincadeira de mal gosto. Não é possivel este tipo de comparação. Manchar a imagem de Personalidade que realmente fizeram pelo povo e pelo Estado com pessoa que só buscou benificiar uma classe - produtores rurais e políticos...

  • claudio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Na internet é falta de educação escrever com letras maisculas as suas falas mas eu não me contento:
    >>>É O FIM DA PICADA >>>> Pergunte ao filho da classe trabalhadore de baixa renda quem é Dom aquino, Mal.Rondon, e Jonas Pinheiro em livros de historia você pode constatar os dois primeiros mas o ultimo eles não vão encontrar em lugar nenhum a não ser no Congresso Nacional e em seu próprio tempo, creio que o senhor Jonas Pinheiro que Deus o tenha pedeu de Fazer História.

  • jorge maciel | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Com todo respeito à memória de Jonas Pinheiro (que fez mais pelos grandes grupos empresariais e por instituições, sempre à sombra do poder), a comparação com d. Aquino e Cândido Rondon é de extremo mau-gosto. JOnas fez um grande trabalho no Congresso, como depoutado federal e senador, ersa um poolítico hábil, de poucas palavras, tem muitos mértos, mas a comparação é esdrúxula. Marechal Rondon tem uma obra imensurável, extraordinária. O então presidente dos EUA, Theodore Roosevelt, certa feita, disse que no planeta havia apenas duas grandes obras (bm maiores que as maravilhas do Mundo): o Canal do Panamá, que abriu as portas dos portos das Américas e as associou economicamente, e a obra HUMANITÀRIA de ROndon. Ninguém no mundo, nem Roosevelt, nem Kennedy, Picasso, Einstein, Lavorsier, Danto, Lennon ou outro qualquer pensador certamente não citaria Jonas Pinheiro como autor de feitos tão memoráveis. Com todo respeito, JOnas merece e mereceu, mas as homnagns não devem chegar a tais parâmetros

  • dalto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    eu se fosse da familia de dom aquino eu processaria a familia do jonas pinheiro, mta cara de pau , além disso o pessoal dafamilia do finado jonas é mo egoista...

  • Cesar de Oliveira. | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Piada!

    Esse é mais um engodo plantado no governo dos botinudos por Pagot.

    Porque ele faz festa dizendo que anulou mais de 1.900 milhão de projetos.

    Pergunto: Porque ele não anulou o "espetáculo da semana santa". Só este projeto é mais da metade dos projetos cancelados.

  • José Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Jonas dava atenção somente para os grandes fazendeiros. Nós daqui é que sabemos. Ele usou o Banco do Brasil para isso. Dinheiro de financiamento era somente para os grandes. Os médios e pequenos que se danassem.

Briga eleitoral de parentes em General

renato vilela 400 general carneiro   A briga política, jurídica e eleitoral na pequena General Carneiro, de 14 mil habitantes, está acirrada e envolve, em palanques diferentes, grupos com vínculos familiares. São dois na disputa pela prefeitura. A ex-prefeita Magali Vilela desistiu de tentar de novo o teste das...

Ataques a EP e o revide dos amigos

fabinho 400 curtinha   O empresário Fábio Martins Defanti, o Fabinho Promoções (foto), que em 2016 disputou para vereador e perdeu, está sendo bombardeado de críticas em grupos de WhatsApp, inclusive pelos próprios amigos, por causa de comentários, gravados em dois vídeos, com um...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

MAIS LIDAS