Últimas

Quarta-Feira, 08 de Agosto de 2007, 06h:10 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

SAÚDE PÚBLICA

Ouvidor constata falta de médicos plantonistas

     O ouvidor-geral da Prefeitura de Cuiabá, jornalista Eduardo Ricci, percorreu as unidades de saúde no domingo e registrou o que já se esperava: falta de médicos nos plantões. Em cinco das policlínicas por onde passou, Ricci registrou ausência de médicos em duas delas, inclusive sem apresentação de justificativas de forma antecipada, o que dificulta substituição dos faltosos aos plantões.

    Para agravar a situação, há vagas de clínico-geral e de pediatra para serem preenchidas. Os baixos salários não atraem os profissionais da área e, para compensar a remuneração, eles mantêm vários vínculos empregatícios no setor privado. Isso acaba afetando a qualidade dos serviços e dificultando a assiduidade nas policlínicas, centros e postos de saúde.

     Na avaliação do ouvidor geral, a situação é grave e os gestores precisam dar uma resposta rápida à sociedade. A ausência de médicos plantonistas tem sido um calo no pé do prefeito Wilson Santos e vai continuar até que novos profissionais preencham as vagas através da realização de concurso público, nos próximos meses.

     No domingo, por exemplo, deveria ter um plantonista diurno e outro noturno no Pronto Atendimento do Verdão, sendo um clínico-geral e um pediatra, mas a clínica-geral Ana Amélia não compareceu ao trabalho. Ao ser acionada pela administração, por meio de aparelho celular, ela informou que havia trocado de plantão com outra médica que também faltou.

     A pediatra Rosana Alice também não compareceu ao trabalho. Outros profissionais foram acionados para cobrir as ausências, mas não houve êxito. Os usuários que procuravam a policlínica eram encaminhados ao Pronto-Socorro. Na policlínica do CPA, a clínica-geral Lucimara não compareceu ao plantão e nem foi localizada pela administração da unidade. O plantão de domingo no CPA não tem pediatra, pois o cargo está vago. Neste domingo, apenas o plantão odontológico funcionou. (Simone Alves - RDNews)

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Marco boiadeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O que se poderia esperar desta saude , que começa a errar pela diretoria do pronto socorro , o diretor faz meio periodo no pronto socorro Sr. Alfredo e sua assessora Maikel Ponçoni faz o mesmo , tambem e funcionaria do pronto socorro e do hospital santa rosa , e olha que o D.A.S nao e baixo sem contar que tem o premio , com a palavra a secretaria de saude..

  • gabriel john | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pois bem, após ver tudo que vem acontecendo em relação ao desrespeito com os pessoas e paciêntes que necessitan de um bom atendimento pelos médicos, enfermeiros e outros funcionários do pronto socorro, outro erro MALDITO da Prefeitura de Cuiabá juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde, é deixar de atender ás pessoas que reside em cuiabá para atender ás pessoas que reside em outros estados, municipios e país como: Rondônia, Pará, todo mato grosso como também a bolivia pessoas estas que não paga se quer um centavo de impostos para os cofres públicos do municipio de cuiabá, e, quem paga seus impostos não tem os mesmos direitos adquiridos.Pergunta-se o PRONTO SOCORRO de cuiabá é para atender o povo que vivem em cuiabá ou e para atender quem não vivem em cuiabá?. Ora, ás autoridades de cada municipio,estado e país tem a obrigação em dá assistência e saúde a cada um de seus maradores.Portanto, concordo na integra com o Projeto de Lei a presentado pelo o vereador Deucimar/Dem, que se proibem de vez o atendimento de pessoas que não residem em cuiabá e somente em caso de emergencia, urgencia e idosos.
    O nosso povo de cuiabá, está jogadas ás traças não há respeito com aqueles que pagam os seus impostos.

  • Cleide marcondes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A saude de Cuiabá está um kaus, é uma loucura, não tem remedio, não tem médico, o pronto socorro fede muito, as pessoas ficam amontadas, humilhadas e jogadas. ta duvidando vai la fazer uma visita depois das seis da tarde e de manha... é uma loucura com o dinheiro publico. Eles gastam milhões e nimguem sabe onde, pois la não tem nada! Que pena que o ministerio publico estadual não funciona para esses casos, alias promotor não dve trabalhar depois das 18hr e nem de manha. Estou muito indiguinada com essa administração de Wilson Santos.

  • Gleice Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gente é verdade!!! Vai num sábado e conheça o caos que é o Pronto Socorro. Boa parte dos enfermeiros demoram para atender...eles e os médicos ficam conversando. Tem um doutor que é grosso. Não tem tato com as pessoas.

  • Giseli Ferreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quando vão construir outro hospital??? O Pronto Socorro já virou gozação com a cara das pessoas.

  • Edna Alves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Dentista plantonista é fachada. Eles sempre passsam apenas remédio. se precisar ver o dente de madrugada, eles quase morrem de raiva do usuário. A má vontade está na face. Claro que há as excessões. Abre o olho secretário de Saúde

  • Ana Cláudia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Também concordo que o Pronto Socorro merece mais investimentos, e que Cuiabá deveria receber outro hospital.
    Lá no PSM a situação é precária.
    Só deve trabalhar em saúde pública quem tem perfil para isso, e em comtrapartida os salários devem dar condições para que o profissional não precise ter vários empregos, aí sim, com a valorização do profissional a coisa vai andar.
    Por enquanto nos contentamos com plantonistas de má vontade (por mim acabaria com os plantões odontológicos, já que nas policlíncas as emergências são atendidas, e muitas delas encaminhadas pelo próprio plantão, pasmem!).
    Já vi pessoas irem no plantão odontológico na sexta e serem avisadas que só tinha vaga para domingo (como assim?).
    E ainda por cima temos que aguentar gerentes mal humorados, que tratam os profissionais e os pacientes aos berros...como daquela policlínica lá na saída para Santo Antonio.
    Onde está a humanização do SUS?
    Sugiro que apenas profissionais estatutários estejam lotados na rede pública, e quando não, que não seja por indicação, senão quem paga, e muito caro, é o povo!

  • Joaquim da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olha eu confesso que fico muito chateado com a nossa Saúde Pública e espero do nosso prefeito uma atitude mais energica, caratecristaca dele, pois acompanho diáriamente o noticiário e vi lá pelo mês de Junho ou inicio de Julho na imprensa (site da prefeitura) um final de semana que o Superintendente Executivo de Patrimônio da Prefeitura, ficou de Secretário do Dia e fez visitas ao Pronto Socorro e Policlinicas, pelo que soube, houve muitas falatas de médicos, ai eu pergunto, a Prefeitura acatou o trabalho do Superintendente e vai acatar do Ouvidor e aplicar faltas nos faltosos? e um pergunta ao Prefeito, e os outros Secretários do Dia não vê estas faltas nos finais de semana? e o Secretário de Saúde, Dep Maluf, não toma providencias?

  • gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pelo valor do salário pago pela prefeitura de Cuiabá aos profissionais da saúde, estão fazendo muito. Prefeiura de Nossa Senhora de Livramento paga melhor. Porque que o Secretáio desistiu de entregar o cargo? será que barganhou
    algo diferente do combinado com os profissionais da Saúde!!!!

  • laura | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...