Últimas

Segunda-Feira, 22 de Janeiro de 2007, 13h:24 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

PAC assegura obras para MT, diz governador

    O governador Blairo Maggi retornou de Brasília nesta segunda (22) entusiasmado por ter recebido do presidente Lula a garantia de obras para Mato Grosso, como de conclusão do asfaltamento das BRs 163 (Cuiabá-Santarém) e 158 (Araguaia), além de investimentos no setor energético. Os projetos foram inseridos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

    Maggi e Lula criaram relações próximas, a partir da campanha do segundo turno, quando o governador, contrariando os segmentos do agronegócio e o seu então PPS, apoiou o petista. A partir daí, Lula sempre faz referência à gratidão por Maggi. O governador, por sua vez, tenta tirar proveito político e administrativo. Conseguiu 'amarrar' um pacote de obras macro junto ao governo federal.

    Lula reafirmou nesta segunda, em Brasília, que estão entre as prioridades neste segundo mandato para Mato Grosso a conclusão do asfalto das rodovias BRs-163 e 158. Garantiu também a ligação entre as BRs-163 e 364 e a duplicação do trecho entre o posto Gil até Rondonópolis.  Entre as linhas de transmissão, consta o linhão Jauru (MT)-Vilhena (RO).

     O governador elogiu o postura do presidente porque, antes mesmo de definir o quadro de ministros, já anunciou projetos de desenvolvimento com medidas efetivas num curto espaço de tempo. "O PAC foi bom para o Brasil e vai ser muito bom para Mato Grosso porque contempla reivindicações de há muitos anos”. Apesar disso, Maggi se mostrou preocupado com as contrapartidas dos estados e municípios aos investimentos previstos pelo PAC. Segundo o governador, o Programa prevê contrapartida dos estados de R$ 8 bilhões. "Eu não sei de onde os estados vão buscar esses recursos porque os estados não têm mais capacidade de endividamento nem de recursos próprios para colocar nesses financiamentos".

   Blairo Maggi disse temer que os estados com mais recursos poderão executar as obras com mais rapidez, enquanto outros estados ficarão prejudicados. "O que vai acontecer é o seguinte: quem tem mais dinheiro, com certeza vai acelerar mais o processo. Quem tem menos dinheiro, não vai participar ou vai participar menos", disse.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

DEM consulta sobre regras ao Senado

julio campos 400 curtinha   Atendendo orientação da Nacional do DEM, na luta para ampliar bancada no Congresso, o diretório regional do partido vai apostar todas as fichas na disputa suplementar ao Senado. E, antes de avançar na definição de nome, o partido decidiu encaminhar consulta ao TSE para saber se...

Expediente suspenso e posse no TCE

guilherme maluf 400 curtinha   O expediente no TCE-MT será suspenso na segunda, a partir das 12 horas. É que às 15 horas acontece a sessão especial na Escola Superior de Contas, marcando a posse de Guilherme Maluf (foto) na presidência do órgão fiscalizador. O hoje presidente Domingos Neto passa ao...

Túlio, desgaste e disputa em Cáceres

tulio 400 caceres   Derrotado a deputado estadual duas vezes, a última em 2018, Túlio Fontes (foto) não sustenta mais o que declarou há três meses, quando anunciou que ficaria de fora da corrida à Prefeitura de Cáceres. Mesmo tendo abandonado o município por um bom tempo, desde quando concluiu...

Disputa em Sinop e vaga na Câmara

juarez costa 400 curtinha   O deputado federal Juarez Costa (foto) tem espalhado que será candidato a prefeito de Sinop, posto já ocupado por ele por dois mandatos. No fundo, o emedebista espera que Rosana Martinelli (PL), que foi sua vice e depois se elegeu prefeita nas urnas de 2016, desista do projeto de reeleição...

Francis forçando a barra ao Senado

francis maris 400 curtinha   Francis Maris (foto), empresário e prefeito de Cáceres, é mesmo corajoso. Ele anunciou que vai reunir colegas prefeitos da região Oeste para discutir a ideia de entrar na disputa ao Senado, na eleição suplementar para a vaga de Selma, cassada esta semana. Francis se acha "o...

Sindal repudia postura de "indicado"

O presidente do Sindal Jovanildo da Silva se diz traído por Osmar Capilé, representante dos segurados da AL e que exerce cargo de diretor dos Aposentados, que votou favorável a nova alíquota de 14% no Conselho da Previdência. O apoio ao aumento da cobrança gerou revolta entre os servidores do Legislativo, que partiram para cima de Jovanildo cobrando explicações. Em nota de repúdio, o sindicato, que o indicou como representante no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.