Últimas

Quarta-Feira, 25 de Julho de 2007, 18h:10 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

ARTICULAÇÃO

Pagot dá sinais de que não assumirá mais o Dnit

    O ex-secretário de Estado de Infra-Estrutura, da Casa Civil e de Educação, Luiz Antônio Pagot, dá demonstrações claras e inequívocas de que não terá o nome aprovado no Senado para ocupar o cobiçado cargo de diretor-geral do Dnit. Além da falta de articulação no Congresso Nacional, ele ainda enfrenta um bombardeio de denúncias. A maior evidência de que desistira do Dnit é a decisão do próprio Pagot de transferir o título de eleitor para Cuiabá.

     Agora, o aliado do governador Blairo Maggi já sinaliza até para uma candidatura ao Palácio Alencastro nas urnas do próximo ano. Ao lançar a pré-candidatura, Pagot acabou deixando numa saia-justa o presidente da Assembléia, deputado Sérgio Ricardo, que já se considerava o nome oficial do PR na corrida à sucessão do prefeito Wilson Santos (PSDB). Sérgio começou a abrir diálogo com o DEM. Não está descartada, inclusive, a hipótese de concorrer, de novo, a prefeitura pelo partido dos senadores caciques Jaime Campos e Jonas Pinheiro.

   Como sabe que dificilmente conseguirá a nomeação no Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes, autarquia vinculada ao Ministério dos Transportes com R$ 12 bilhões de orçamento, Luiz Pagot procura agora se segurar em ações concretas para não perecer politicamente. De uma hora para outra, o homem-forte do governo Maggi voltou à cena política de Mato Grosso. Na tentativa de dar a volta por cima, após a novela Dnit, nada melhor do que transferir o domicílio eleitoral do interior para a Capital. E foi assim que Pagot procedeu.

    Alguém iria transferir o título a um ano das eleições para não ser candidato? Por que nos últimos 90 dias Pagot almoçou, jantou e dormiu em Brasília e, agora, passou a ficar mais em evidência em Mato Grosso do que plantação de soja?

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Paulo Elias Dantas Aquino | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quem conhe o Pagot,sabe que nada atrapalha a sua vontade e o seu dinamismo politico,tenho plena certeza,se não for indicado para o DENIT,provavelmente será secretário Estadua,resta saber qual Secretária assumirá.Certamente o Blário demitirá alguem, para que o homem de confiança não fique fora da politica.Ele que provavelmente será candidato.Acredito não na próxima eleição,mais sim 2010.

  • miron ferreira da silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    adorei eles achou que era o politicos de pesso se arebentou seu blairo apoia o lula traiu o povo que votou no senhor apoiando o lula para dar o cargo para o pagot agora o senhor tem varios cargo que era do dvop da pra ele pricipalmente o casamba estes cargo e garantido foi o governo do psdb que comprou que tal o pagot de cargo casamba nas rodovias de mato grosso em seu blairo

  • Franklin Sugo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O governador deveria aproveitar o Pagot indicando-o para assumir a SEMA.
    Quem sabe assim acabe essa novela, e voltemos à normalidade. Ali precisa de alguem de pulso firme e experiente, e ele possue esse perfil.

  • RODRIGO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EU ACHO QUE O FEITIÇO VIROU CONTRA O FEITIÇEIRO, JÁ QUE O WILSON SANTOS PSDB CANDIDATO DO ANTERO ESTAVA FRÁGIL AGORA ACABOU DE DESMORONAR, POIS SE NÃO TEM O DNIT PAGOT TENTARÁ A PREFEITURA E QTO MAIOR A CONCORRENCIA MAIOR A CHANCE DE PERDA DESSA MAMATA PRO ANTERO.
    E NÃO DUVIDEM SE O WILSON SANTOS NÃO TENTARA UMA COALISÃO COM PAGOT, AI SERIA DEMAIS PRA NOSSA CABEÇA.

  • Mael Jose Raposo. | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Miron já imaginou você fazendo uma redação em um vestibular?
    Rapaz não dá pra entender nada o que você escreve, se não sabe se expressar, fique quieto.
    Nem de politica você entende, nós temos o melhor governador de todos os tempos, só não vê quem não quer.

  • MANOEL OLIVEIRA SANTOS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    QUEM QUER MUITO TRÁS DE CASA.........., AGORA SÓ BASTA O PAGOT SE CONTENTAR COM CARGOS DO ESTADO

  • Paulo Souto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse Pagot é um oportunista , não respeita acordo e faz o que quer no governo, será que ele é quem manda , o governador Blairo parece um bichinho de pelucia dele, governador mostre que pelo menos nesse Pagot vc manda pois sabemos que na 1ª dama (...)
    Como pode depois do acerto que o Pr fez com o Sergio Ricardo para ele ser o candidato a prefeito de cuiaba, o Pagot vem e joga um balde de agua fria nas pretenções de quem realmente tem voto. por que sabemos que o sergio ricardo tem muitos , ja foi aprovado nas urnas e esse pagot , acho que não tem o voto nem da mulher dele....
    Vai passear Pagotsimpatia...

  • Fernando Botelho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse comentário de Fernando Botelho foi vetado por conter ofensas.

  • JOSE ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que venha o Pagot, vamos mostrar para esses butinudos que aqui em cuiaba, temos cultura, temos tradicao, temos comprometidmento. ABICALIU NELE.

  • juliene auxiliadora barbosa da mata | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou Cuiabana e Historiadora, desejo sim, o progresso de nosso Estado, que na GEOPOLÍTICA MT é o grande celeiro econômico, em um futuro bem próximo. Acredito e conheço a competência do PAGOT, pelo trabalho que vem realizando junto com o governo do Estado, com ele no DNIT significa ampliação de várias rodovias, beneficiando o andamento viário de importação e exportação significando um grande desenvolvimento para o Estado.

"Batida" em apresentador por engano

ricardo martins 400   Durante a dupla operação deflagrada pela PF nesta terça em alguns municípios de MT, entre eles Cuiabá, agentes federais, por um equívoco no cumprimento de mandados, acabou batendo na porta do apresentador da TV Cidade Verde, Ricardo Martins (foto). Ele, por sua vez, e para não...

Paccola é cotado para diretor-geral

gianmarco paccola 400   O discreto e atuante delegado Gianmarco Paccola (foto), hoje diretor-geral-adjunto da Civil, já desponta nos bastidores como nome preferencial do Palácio Paiaguás para eventual substituição a Mário Demerval, que deve mesmo deixar o posto de diretor-geral para disputar as...

Luta pra isentar parte dos aposentados

eduardo botelho 400 curtinha   Primeiro-secretário da Assembleia, Eduardo Botelho (foto) disse que foi criada espécie de força-tarefa dos deputados para fechar um acordo com o governo, de modo a ajudar aposentados e pensionistas e portadores de doenças raras para isenção do pagamento da alíquota da...

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...