Últimas

Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2007, 10h:10 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

SENADO

Pagot deve se beneficiar com tentativa de trégua

     O executivo Luiz Antonio Pagot deve ser beneficiado caso seja aceito o pedido do líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR), de que a oposição dê uma trégua e desobstrua a pauta de votação do Senado. A solicitação será feita em reunião nesta terça, antes do início da sessão. Mas, o senador José Agripino (RN), líder do DEM, deixou claro que qualquer acordo com o governo está condicionado à votação das propostas que estabelecem o voto aberto e sessões abertas para cassação de mandatos.

    A oposição quer negociar também a votação do projeto que prevê o afastamento automático nos cargos da Mesa, corregedoria e presidências de comissões de quem estiver com processo no Conselho de Ética. Entre os que possuem processos no Conselho de Ética está o presidente do Senado, Renan Calheiros, (PMDB-AL). A estratégia, de isolar politicamente Renan, é um dos complicadores para aqueles que anseiam a aprovação do nome de Pagot para assumir o cargo de diretor-geral do Departamento de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit).

    Jucá avisa que tem um trunfo: senadores do DEM têm interesse na aprovação do nome Pagot, que é o primeiro item da pauta. Ou seja, essas indicações só poderão ser votadas com o fim da obstrução. Agripino disse que não pretende fazer um acordo para retirar a indicação do Dnit da pauta porque isso não agradaria os dois senadores mato-grossenses, Jaime Campos e Julio Pinheiro, ambos do DEM, que também estão sendo assediados pelo governo. Outra forma de Jucá atrair o DEM para desobstruir o plenário é inverter a pauta com o objetivo de votar primeiro o nome de Paulo Lacerda, deixando Pagot para um momento político menos tenso. Romeu Tuma (DEM-SP) trabalha para aprovar a indicação de Lacerda, que foi seu assessor.

     Caso o acordo entre oposição e base governista tenha resultado positivo, a votação para indicação do nome de Pagot ao Dnit pode ocorrer ainda nesta terça.  (Agência Estado)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ricardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Será que dessa vez o mendigo Pagot vai? duvido ainda, pois com a "ficha" que ele tem de ser um super-homem (estar em dois lugares ao mesmo tempo) tá um pouco complicado.

  • nonato | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    continue a rastejar,são só 10bi ano de orçamento

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

DEM é "suprapartidário" em Cuiabá

wilson santos, 400 curtinha   Para uns, o DEM de Cuiabá se tornou "suprapartidário". Para outros, um partido de aluguel. Além de não ter cabeça de chapa para prefeito, o partido do governador Mauro e dos irmãos Júlio e Jayme Campos enfrenta uma situação inusitada de concorrentes...

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.