Últimas

Segunda-Feira, 26 de Março de 2007, 10h:38 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

INFRAESTRUTURA

Pagot se recusa a fazer lobby junto a senadores

Cotado para Dnit, assessor de Maggi avisa a futuro ministro que não vai procurar senadores antes da sabatina

    O secretário de Estado de Educação, Luiz Antônio Pagot, disse não à sugestão apresentada pelo senador Alfredo Nascimento (PR-AM), futuro ministro dos Transportes, no sentido de fazer lobby junto aos senadores para ter o nome aprovado na sabatina e, assim, poder assumir a direção-geral do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit).

    Pagot esteve reunido com Nascimento semana passada. No encontro, o futuro ministro pediu que o principal interlocutor político do governador Blairo Maggi aproveitasse um encontro de senadores que acontece esta semana em Fortaleza para buscar apoio político. Pagot observou que tinha sido convidado pessoalmente pelo presidente Lula para comandar o Dnit e, depois, pelo próprio Nascimento, e que não considerava ético se submter a lobby para passar na sabatina no Senado.

    O trator da administração Maggi comentou ainda para Alfredo Nascimento que, se o nome não fosse aprovado pelos senadores, não teria problema, pois está gostando de atuar como secretário de Educação de Mato Grosso. Mesmo sob a chancela do presidente da República e do Ministério dos Transportes, para ocupar o cargo de diretor-geral do Dnit, o nome indicado precisa passar por sabatina dos 81 senadores. Pagot afirma não temer por esse obstáculo. Assegura ter conhecimento técnico suficiente para convencer os congressistas a avalizar o seu nome. Um dos partidos que estão de olho no Dnit é o PMDB, do deputado federal mato-grossense Carlos Bezerra.

   Além de Lula, Nascimento e do governador Maggi, Luiz Pagot conta com respaldo da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

   O cargo de diretor-geral do Dnit é um dos mais cobiçados da estrutura da máquina federal. Comanda R$ 12 bilhões por ano, um orçamento três vezes superior ao do Ministério da Agricultura, que é de R$ 4 bilhões.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Julião das Neves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mal informado o texto. Dilma jamais apoiaria Pagot. E mais: Pagot saiu da boca de Blairo, de ninguém mais.

Despesas e o uso eleitoreiro de CPI

marcelo bussiki 400 curtinha   Buscando visibilidade pela reeleição em ano eleitoral, alguns vereadores da Capital, vergonhosamente, usaram e abusaram de dinheiro público para promoção pessoal na esteira da CPI do Paletó. A tendência é do relatório paralelo que pede afastamento do...

Sorriso incentiva 40 projetos culturais

ari lafin 400 curtinha   A seis meses de concluir o mandato, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (foto), estabeleceu, dentro do Plano Municipal de Cultura, o "PROMIC - Festival da Cultura 2020" para contemplar 40 projetos cujos valores somam R$ 340 mil, envolvendo artes visuais, artes cênicas, cultura popular, música, audiovisual,...

Quase R$ 2 mi para o Lucas Protegida

binotti 400 curtinha   A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (foto), contratou, por R$ 1,9 milhão, um consórcio formado pela Rocha Comércio de Equipamentos, que ficará com a maior "fatia" de R$ 1,4 milhão, e a Airplates Tecnologia da Comunicação, com R$ 521,7 mil, para desevolver o...

Silêncio sobre operação e elo com MBL

ulysses moraes 400 curtinha   O deputado de primeiro mandato Ulysses Moraes (foto), que deixou o DC e se filiou ao PSL, coordenador em Mato Grosso do Movimento Brasil Livre (MBL) e chamado por muitos de paladino da moralidade, mesmo sendo bastante ativo nas redes sociais, não usou a internet para comentar a operação da...

Nomes do DEM para vereador de VG

pablo 400 curtinha   O DEM do casal Jayme-Lucimar, senador e prefeita, respectivamente, é dono da maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com sete dos 21 vereadores. Destes, cinco já estão trabalhando projeto de reeleição, sendo eles Gisa Barros, que era do PSB; Valdemir Bernadino, o Nana; Pedro...

Flerte com candidato de outro partido

selma arruda 400 curtinha   Apesar de estar filiada ao Podemos, a ex-senadora Selma Arruda, que teve o mandato cassado por crimes eleitorais e deixou a cadeira neste ano, continua flertando com o pedetista, empresário e vice-governador Otaviano Pivetta, que não demonstra mais tanto ânimo para continuar com o projeto de disputa...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.