Últimas

Sexta-Feira, 27 de Julho de 2007, 07h:14 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

ARTICULAÇÃO

Pagot tira sono de Sérgio; revide atinge governo

Com poder de presidente da Assembléia, Sérgio pode se opor o governo Maggi se Pagot atrapalhar seus planos políticos

    Com um olho no cargo de diretor-geral do Dnit e outro de prefeito de Cuiabá, Luiz Antonio Pagot acabou se transformando num pesadelo para o deputado Sérgio Ricardo, que já está em pré-campanha rumo ao Palácio Alencastro. Ambos são do mesmo PR. Até então, o presidente da Assembléia se mostrava todo empolgado por montar o projeto de candidatura a prefeito com respaldo público do governador Blairo Maggi, dirigente do partido. Eis que o ex-secretário do governo Maggi resolve transferir o título de Sapezal para Cuiabá e dar início a uma articulação que pode resultar em sua candidatura à sucessão do prefeito Wilson Santos (PSDB).

    Assim, Pagot se transforma no segundo fantasma para Sérgio. O primeiro foi o empresário Jorge Pires de Miranda, em 2004. À época, Sérgio saiu do PMN e se filiou ao PFL (hoje DEM) para ser o candidato do partido à sucessão na Capital. Pires, que tinha as mesmas pretensões, barrou o deputado. Ambos divergências internas, Sérgio pulou para o PPS, pelo qual disputou e não passou do primeiro turno. Agora, enfrenta embate com Pagot, mesmo que este assegure que sua prioridade é ocupar a direção-geral do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes. E se o nome de Pagot for vetado na sabatina do Senado prevista para a próxima semana?

    Sérgio já insinua abertamente que tem respaldo de outras legendas partidárias, que não o PR de Maggi e de Pagot. Seu desespero para ser candidato de novo é tanto que pode voltar para os braços do DEM. No jogo da sucessão municipal, o afoito candidato de 2004 deu lugar ao esperto presidente da Assembléia Legislativa que, com a sua tesoura presidencialista, pode retalhar ou picotar onde mais dói no PR: o governo do Estado.

    Numa Assembléia essencialmente presidencialista, quem tem o poder de veto é o presidente. Quando ele não quer, as coisas não andam. Não adianta ter boa vontade. Dessa forma, conforme Sérgio virar a tesoura pode encurtar ainda mais a carreira política de Blairo Maggi e do seu grupo da turma da botina, que já sofre com a língua afiada do governador por este ter dito que não tem pretensões de disputar as eleições de 2010.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • edmilson santana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    este jose antonio é louco. imagina rabelo e se´gio ricardo? se sao pessimos comunicadores imagina na prefeitura. em tempo,queria saber quem e´este pier paolo fanfainne.sera´um fantasma,ou mais uma obra do prefeito?

  • edmilson santana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    romilson, estou...ou sera´?

  • Pedro Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson, não tem matérias mais interessantes? Chega desses malas. Votem branco!

  • LUIZ ALBERTO DA SILVA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas e/ou ofensas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • José Antônio da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acretito que o Pré-candidato Sérgio Ricardo, não deve temer o Economista Luiz Pagot, numa disputa a Prefeitura de Cuiabá. Este ainda não possui densidade eleitoral suficiente para uma disputa acirrada. Já o Deputado Walter Rabello, está numa situação diametralmente oposta. Porquê não Rabello Prefeito e Sérgio Vice-Prefeito. Imbatíveis.

  • Leonel Figueirdo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bom dia, Cuiabanos e Matogrossenses
    Já perceberam que nosso estado não é mais controlado por gente daqui?
    Percebam no Staff do Governo Estadual, há quantos cuiabanos / matogrossenses fazendo parte?
    Depois que conseguiram riquesas explorando e destruindo os recursos natuarais, agora são os cargos públicos o alvo. Por que será???? Porque não ser prefeito de Sapezal ao invéz de Cuiabá? O que ele já fez por Cuiabá? Como cuiabano e matogrossense fico muito triste com tudo isso!


    Leonel Figueiredo
    Consultor de Empresas e Professor

  • Agnaldo Horácio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Asfalto, casas populares, saúde (UTIs), armamento e mais carros para a polícia, escolas c/ piscinas, "pocilgas" reformadas, ginásio de 1º mundo, concurso público. Espera aí, quem disse que precisa ser Cuiabano para fazer alguma coisa para Cuiabá?. O que importa é a capacidade administrativa. Os paus rodados já fizeram muito para Cuiabá. Leonelfigueiredo vc deveria ser o candidato, que tal?

  • José Beri da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Eduardo Saraiva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu não acredito que o Sérgio Ricardo vai cair nessa, aliás, acho que já caiu, aliás, já o derrubaram, abra o olho Sérgio, eles vão te usar na Assembléia e depois pé na b..., para colocarem o Pagot (ou recebeu), o homem que nem o Senado aceitou !!

  • Lucas Del Campi | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bom dia a todos leitores e ao respeitável jornalista responsável pelo site.
    Bom antes de mais nada, acho que o Deputado Sérgio Ricardo tem q se preucupar em pagar as dividas deixadas na sua primeira tentativa de eleição em 2004, digo não só a fornecedores, como mesmo o pessoal que trabalhou na rua, equipe de comunicação e marketing, etc. Depois disso sim, tentar reunir recursos para uma nova aventura, porque senão acho dificil alguém trabalhar pro suposto candidato.

Campanha une as primeiras-damas

virginia mendes 400 curtinha   As primeiras-damas Virginia Mendes (foto) e Michelle Bolsonaro, de MT e do país, respectivamente, têm mantido um relacionamento bem estreito no desenvolvimento de projetos e ações sociais. No final de abril, Michelle postou um elogio e divulgou, na sua conta do Instagram, a campanha de...

Se EP recuar, PV lança Stopa a prefeito

justino malheiros 400 curtinha   O ex-presidente da Câmara de Cuiabá e membro do diretório municipal do PV, vereador Justino Malheiros (foto), disse nesta segunda que o partido estará com o prefeito Emanuel Pinheiro até o último momento, apostando no projeto de reeleição do emedebista. Mas,...

Disputa a prefeito e apoio de Sachetti

 luizao_curtinha400   O empresário Luiz Homem de Carvalho, o Luizão (foto), ex-presidente da CDL de Rondonópolis, está mesmo determinado a encarar, pela primeira vez, o teste das urnas para prefeito. E inicia uma oposição dura à gestão Zé do Pátio, que buscará a...

Corrida de Teis no noticiário nacional

waldir teis 400 curtinha   As imagens que mostram o conselheiro afastado do TCE Waldir Teis (foto) descendo em alta velocidade as escadas de um prédio para jogar no lixo vários cheques rasgados que somavam R$ 450 mil ganharam o noticiário nacional, com destaque neste domingo em veículos, como Folha de S. Paulo, G1 e IG....

Esforço de ex-senadora para eleger 2

rafael ranalli curtinha 400   Eleita no pleito de 2018 e cassada em definitivo em abril deste ano, a ex-senadora Selma Arruda, presidente do Podemos de Cuiabá, pode deixar o partido após o processo eleitoral deste ano. Segundo informações, a juíza aposentada se afastaria da política partidária para...

6 parlamentares já foram infectados

wilson santos 400 curtinha   Desde o início da pandemia, em março, seis dos 24 deputados estaduais já testaram positivo para Covid-19. O último foi Wilson Santos (foto). Ele disse que recebeu medicação e está em isolamento. Observa que a doença está no início e segue trabalhando...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.