Últimas

Segunda-Feira, 29 de Janeiro de 2007, 11h:13 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

INFRAESTRUTURA

Para governador, MT ganha muito com PAC

   O governador Blairo Maggi disse, nesta manhã de segunda (29), em entrevista à rádio CBN, que as principais reivindicações macro de Mato Grosso dos últimos 30 anos foram contempladas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). "Não temos nenhum reparo a fazer, só torcer e vamos trabalhar para que (os projetos) sejam, de fato, implantados", destacou.

    Maggi observou que Mato Grosso do Sul e Goiás têm algumas reivindicações particulares a fazer, mas não devem entrar na pauta da reunião dos governadores desta segunda à tarde. Quanto a MT, afirma que está muito satisfeito com o PAC porque as obras de infra-estrutura vão avançar, saindo do papel após mais de duas décadas.  Perguntado pelo apresentador do programa CBN Brasil, Carlos Alberto Sardenberg, se tinha dado tiro certo quando decidiu apoiar a reeleição do presidente Lula no segundo turno, o governador mato-grossense disse, sorrindo: "na mosca!".

   Blairo Maggi destacou que MT é o maior produtor nacional de soja, algodão e detentor do maior rebanho bovino do país e há 30 anos reivindica obras de infra-estrutura. "Nós não temos como tirar (exportar) a produção que temos. Então, não adianta produzir e deixar tudo nos armazéns". Reclamou, citando exemplo, da falta de infra-estrutura. "No ano passado, para levar uma tonelada de mercadorias de MT para o porto de Santos (SP) se gastava R$ 100. Hoje, se consome R$ 200 e amanhã vai ser R$ 300. Não adianta ter eficiência, produzir e investir em pesquisa e depois perder tudo em cima do caminhão. Não tem jeito de continuar assim", declarou o governador, na expectativa de agora, com o PAC, ver resolvido a questão do asfaltamento de rodovias como a BR-163 (Cuiabá-Santarém) e a 158 (Araguaia).

   Projetos regionais

   Blairo Maggi defendeu também projetos regionais. "Não dá para tratar os desiguais de forma igual. Vamos ficar eternamente sendo grande produtor de grãos, soja, de milho e de pecuária e não vamos poder  ter indútrias de calcário e de transformação? É isso que nos preocupa".

    O governador está em Brasília. Pela manhã, se reuniu com os demais colegas gestores de Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal. Depois de definir pautas do Centro-Oeste, os governadores vão se reunir com os dos demais Estados, neste período vespertino. Vão discutir o que chamam de pauta de consenso para apresentar ao presidente Lula, em março. Segundo Maggi, para dar agilidade e avançar na pauta, serão excluídas reinvindicações difíceis de costurar o consenso, como a reforma tributária. "Vamos deixar a reforma tributária de lado porque não tem consenso. Nós, governadores do Centro-Oeste, só vamos discutir o assunto a partir do momento em que o governo federal ouvir todos os Estados e fazer um levantamento sobre as perdas de cada um".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Ex-vereador abandona rei dos porcos

fernando morais 400 curtinha   Mesmo impedido de ser candidato, já que está inelegível por oito anos, o ex-vereador pela Capital Abílio Júnior segue se articulando politicamente, deixou o PSC e se filiou ao Podemos. Acabou dando de ombros para o empresário Fernando Morais (foto), o "rei dos porcos",...

Temor e negociação com 3 partidos

wilson kero-kero 400 curtinha   Depois de ajudar na articulação para se filiar ao Podemos o colega vereador Dilemário Alencar, que estava "fritado" e sem espaço no Pros e procurou abrigo em outra legenda, Wilson Kero-Kero (foto) está agora com receio de migrar para o partido da senadora cassada Selma Arruda e do...

Agora no DEM e foco à saúde pública

gilberto figueiredo 400 curtinha   Gilberto Figueiredo (foto), vereador licenciado da Capital e secretário de Estado de Saúde, aproveitou a janela - data limite de filiação até sábado (4) para quem quiser ser candidato em outubro -, e ingressou no DEM. Agora, o partido do governador Mauro, até...

Ação de promotor e volta de restrições

Adalberto Ferreira   O promotor de Justiça Adalberto Ferreira garante que prefeito de Juscimeira Moisés dos Santos não havia editado nenhum decreto endurecendo as regras de restrições à pandemia do coronavírus antes do MPE propor ação na Justiça. Ao falar sobre nota publicada...

Oséas agora está nas mãos de Abílio

oseas machado 400 curtinha   Oséas Machado (foto) conseguiu derrubar Abílio Júnior, a quem denunciou por quebra de decoro parlamentar, e assumiu a cadeira deste na Câmara da Capital. Agora, o cassado se articula para dar o troco. O problema é que ambos estão no PSC. Oséas quer buscar a...

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.