Últimas

Segunda-Feira, 29 de Janeiro de 2007, 11h:13 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

INFRAESTRUTURA

Para governador, MT ganha muito com PAC

   O governador Blairo Maggi disse, nesta manhã de segunda (29), em entrevista à rádio CBN, que as principais reivindicações macro de Mato Grosso dos últimos 30 anos foram contempladas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). "Não temos nenhum reparo a fazer, só torcer e vamos trabalhar para que (os projetos) sejam, de fato, implantados", destacou.

    Maggi observou que Mato Grosso do Sul e Goiás têm algumas reivindicações particulares a fazer, mas não devem entrar na pauta da reunião dos governadores desta segunda à tarde. Quanto a MT, afirma que está muito satisfeito com o PAC porque as obras de infra-estrutura vão avançar, saindo do papel após mais de duas décadas.  Perguntado pelo apresentador do programa CBN Brasil, Carlos Alberto Sardenberg, se tinha dado tiro certo quando decidiu apoiar a reeleição do presidente Lula no segundo turno, o governador mato-grossense disse, sorrindo: "na mosca!".

   Blairo Maggi destacou que MT é o maior produtor nacional de soja, algodão e detentor do maior rebanho bovino do país e há 30 anos reivindica obras de infra-estrutura. "Nós não temos como tirar (exportar) a produção que temos. Então, não adianta produzir e deixar tudo nos armazéns". Reclamou, citando exemplo, da falta de infra-estrutura. "No ano passado, para levar uma tonelada de mercadorias de MT para o porto de Santos (SP) se gastava R$ 100. Hoje, se consome R$ 200 e amanhã vai ser R$ 300. Não adianta ter eficiência, produzir e investir em pesquisa e depois perder tudo em cima do caminhão. Não tem jeito de continuar assim", declarou o governador, na expectativa de agora, com o PAC, ver resolvido a questão do asfaltamento de rodovias como a BR-163 (Cuiabá-Santarém) e a 158 (Araguaia).

   Projetos regionais

   Blairo Maggi defendeu também projetos regionais. "Não dá para tratar os desiguais de forma igual. Vamos ficar eternamente sendo grande produtor de grãos, soja, de milho e de pecuária e não vamos poder  ter indútrias de calcário e de transformação? É isso que nos preocupa".

    O governador está em Brasília. Pela manhã, se reuniu com os demais colegas gestores de Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal. Depois de definir pautas do Centro-Oeste, os governadores vão se reunir com os dos demais Estados, neste período vespertino. Vão discutir o que chamam de pauta de consenso para apresentar ao presidente Lula, em março. Segundo Maggi, para dar agilidade e avançar na pauta, serão excluídas reinvindicações difíceis de costurar o consenso, como a reforma tributária. "Vamos deixar a reforma tributária de lado porque não tem consenso. Nós, governadores do Centro-Oeste, só vamos discutir o assunto a partir do momento em que o governo federal ouvir todos os Estados e fazer um levantamento sobre as perdas de cada um".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...