Últimas

Quarta-Feira, 11 de Junho de 2008, 08h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

CÁCERES

Para Túlio, Francis vive momento de turbulência

  O pré-candidato a prefeito de Cáceres, Túlio Fontes (DEM), que vem liderando as pesquisas de intenção de voto, disse que o peemedebista Francis Maris Cruz, que se mantém firme na disputa, "está passando por um momento de turbulência”. Acredita que o empresário deva apoioá-lo no pleito deste ano. Já Francis avalia o contrário, ou seja, acha que Túlio recuará para aderir sua candidatura.

  “Eu espero que este momento de turbulência passe logo e a oposição se una pelo bem de Cáceres e não em benefício de um ou de outro”, diz Túlio, que foi prefeito de 2001 a 2004 e perdeu para Ricardo Henry na busca pela reeleição. Segundo o democrata, Francis Maris tomou essa atitude por ter conseguido apoio de alguns partidos, mas informou que também já obteve aval de importantes legendas, como PSDB, PDT e PT e aposta que o PMDB deverá se aliar a ele para enfrentar o prefeito Henry, irmão do deputado federal Pedro Henry (PP), cassado por compra de votos e que se mantém no cargo por força de uma liminar.

  Túlio se prende ao pré-acordo do ano passado feito entre os 3 "prefeituráveis" da oposição quando, junto com Francis e com o pedetista Wilson Kishi decidiram que o nome que melhor despontar nas pesquisas de intenção de voto deveria ser o candidato do bloco. De acordo com o ex-prefeito, as oposições precisam se manter unidas para derrotar os Henry, que dominam o poder político local por 20 anos. Túlio disse que Francis Maris pode até ser seu vice e que essa composição só depende do peemedebista. “Queremos todos unidos”.

   Críticas

   O pré-candidato do DEM dispara críticas ao prefeito progressista. Diz que Henry enfenta alto índice de rejeição popular. “A população está cansada de ser pisada como vem acontecendo nos últimos anos. Eles tiveram tudo a favor. Contam com o apoio dos governos estadual e federal e não fizeram nada. Cáceres vive um retrocesso e a hora é unir forças para desbancar este grupo que está no poder”. Detalhe: em 2000, Túlio se elegeu prefeito com apoio dos Henry. (Alline Marques)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Paulo Sebastião Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Torço para que o Francis tenha juízo e declare apoio ao Túlio, pois aí as chances de desbancar a atual administração ficarão ainda maiores. Cáceres não aguenta mais a tirania e desonestidade dos Henry, que henryqueceram à custa do patrimônio público. Francis, abre do Da Silva, senão o seu destino vai ser igual o dele: ostracismo e morte prematura na vida política.

  • Divino Lopes da Guia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse túlio ñ sabe o que quer. Um dia esse filhinho de pai garante que seu vice é kishi e nesta matéria já coloca a possibilidade de ter francis como seu vice.
    CUIDADO KISHI.... vc é o + fraco de din din.... tá parecendo um teatro do túlio e francis para derrubá-lo... Se vc ñ for vice de túlio ou de francis, cai fora pq vc ñ merece estar no meio dessas cobras venenosas.
    Mantenha a personalidade vereador. Vc tem credibilidade p/ se camdidatar a prefeito, imdependente do tal din din.
    A questão política de pré-candidatura em Cáceres tá ficando insuportável. Essa encebação do túlio para ter Francis já tá uma chatice mesmo. Daqui a pouco vai perder é simpatia dos eleitores. Acredite em vc mesmo túlio, se ñ der certo, o que fazer? deixa o francis sair com da silva e dilsin reis.

  • Néia Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu acho que acordo deve ser cumprido. E se os candidatos da oposição fizeram acordo pra estarem unidos vai ficar feio pra quem não cumprir o acordo. Acompanho o rdenws e vi que nas pesquisas o Túlio Fontes ganha de longe. Deve ter sido bom prefeito pra estar de bem com o povo pra liderar as pesquisas. Tomara que tudo de certo porque Cáceres é uma cidade importante e anda muito feia. A voz de povo é a voz de Deus.

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.