Últimas

Quinta-Feira, 21 de Junho de 2007, 20h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

VÁRZEA GRANDE

Parlamentar mantinha condenado no gabinete

 Madureira  tem direitos políticos cassados  e devolverá quase R$ 500 mil ; "assessor" estava na cadeia e recebia da Câmara

    O vereador de segundo mandato por Várzea Grande, João Madureira (PSC), é condenado pela Justiça por ter mantido lotado em seu gabinete Írio Marcio, que, ao mesmo tempo, cumpria pena em presídio por latrocínio. O "assessor" recebeu salário da Câmara de maio de 1999 até 2001. Em média, foi R$ R$ 4,8 mil por mês. Quando Madureira o nomeou, Írio já estava condenado. Agora, o vereador terá de devolver cerca de R$ 480 mil. Trata-se do dinheiro que o condenado pela Justiça recebeu indevidamente do legislativo várzea-grandense.

    A condenação partiu do juiz José Luiz Leite Lindote, da 1ª Vara Especializada da Fazenda Pública. A decisão cassa por três anos os direitos político do vereador. Em tese, Madureira está cassado, mas deve recorrer da decisão.

    Para o Ministério Público, Madureira cometeu atos de improbidade administrativa. Observa que Írio deve cumprir pena até 2013 e jamais poderia estar ocupando função pública. Ainda tem um agravante: o "assessor" deveria estar cumprindo pena em regime fechado. 

    Em depoimento, Madureira disse que entregou o cargo a Írio por caridade, porque o conhecia, bem como a sua família, e que ele precisava do emprego. Ao nomear um procurado pela Justiça, o vereador feriu os princípios éticos inerentes à administração pública e agora terá que pagar multa. O valor pode chegar a R$ 480 mil, o que implica posse de todos os seus bens.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Evandro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É gravíssimo o que está ocorrendo no cenário social brasileiro. As "autoridades", não estão deixando exemplos positivos para as gerações que surgem.Se houvesse seriedade no país (pondunor - ética), o Vereador estava preso sem necessidade de recursos juridicos, pois seu ato é naturalmente doloso. Sabia que Irio Marcio era réu preso, visitou-o na cadeia pública e nominou-o em folha de pagamento de seu gabinete. Com todos esses flagrantes vislumbrados nos "autos", o Edil tem direito a recorrer ao TJ e mostrar seu contradito. Ações assim só servem para protelar a aplicabilidade do correto, do justo, do que é sério e por conseguinte a sensação de moralidade de justiça e de correção. De imediato deve ser cassado, seqüestro de tantos quantos bens tiver até alcançar o valor do salário desviado. Seus atos ferem também outros dispositivos legais -outras esferas juridicas,que exige a devida aplicabilidade. Judiciário, em vossas mãos está a MORALIDADE.

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...