Últimas

Sábado, 23 de Fevereiro de 2008, 07h:50 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

RUMO A 2010

Partidos de Campos e Santos perdem nos pólos

  Mesmo a sete meses das eleições municipais, a primeira engenharia política já foi montada para o pleito seguinte, o de 2010, e a conclusão é de que pré-candidatos a governador como Jaime Campos (DEM) e Wilson Santos (PSDB) vão precisar cooptar lideranças para terem alguma chance de vitória ao Palácio Paiaguás. Acontece que seus partidos, por mais que façam alarde, não apresentam nomes fortes para prefeito na maioria das cidades-pólos. São a partir desses gestores, tidos como pontos de partida, que uma candidatura ao Palácio Paiaguás começa a ser alicerçada e, gradativamente, abastecida até o ponto de chegada, que seria as eleições de 2010.

   Das cidades-pólos mato-grossenses, o DEM (ex-PFL) só apresenta hoje chance de ganhar as prefeituras de Várzea Grande, com Júlio Campos, e de  Cáceres, com Túlio Fontes. O PSDB está na mesma situação. Tem esperança de reeleger Santos em Cuiabá e vencer com Saturnino Masson, em Tangará da Serra. Dessa forma, os pré-candidatos a governador Jaime e Santos precisam se esforçar muito para não ficarem nadando no raso e ainda com risco de morrerem na praia.

   O PMDB vislumbra uma perspectativa real maior quanto à conquista de prefeituras, mas enfrenta um outro problema: falta de um pré-candidato de visibilidade eleitoral para concorrer a governador. Os que se apresentaram até agora são o deputado federal Carlos Bezerra, que já foi governador, e o atual vice Silval Barbosa. Ambos não se entendem e, por isso, o PMDB se dividiu em dois.

   O PPS de Percival Muniz, que também sonha com o Paiaguás, está esfacelado. O PR do governador Blairo Maggi, por força da máquina estadual, propaga que elegerá mais da metade das 141 prefeituras. O seu pré-candidato a governador é Luiz Pagot que, por outro lado, não está nem aí para as eleições municipais, o que pode enfraquecê-lo rumo a 2010. O PT é outro que só faz barulho.

   E assim caminham os partidos e seus líderes. Muitos decidem projetos majoritários de última hora, partem para as cooptações, "inchaçam" e empurram a escolha para o eleitor.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Valdir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Wilson Santos e os Campos são sinônimos de retrocesso !
    Agora chegou a hora da população cuiabana acordar. Esse prefeito só sabe acomodar os amigos em cargos públicos. Administrar a cidade que seria a sua obrigação, não sabe fazer. Vejam o comentário do Lutero Ponce na "Frase Notória" e revejam o histórico das secretárias da prefeitura de Cuiabá. Só gente incompetente.
    Wilson Santos, em nome da dignidade do povo cuiabano deixe para outro, você é um sinônimo de INCOMPETÊNCIA COMPROVADA.

    Família Campos, o recado serve para vocês também... deixa MT ser governado por quem quer o bem de MT. Vocês já deram o exemplo do retrocesso que podem fazer (a dívida de R$ 5 bilhões vem da "gestão" de V.Sª). Várzea Grande está toda destruída... vocês voltando vão acabar com o resto.

  • Juio Santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A matéria esqueceu de citar, mas podem ter certeza de quem vai "mandar" literalmente no estado a apartir de 2009 e figurar como líder nas eleições de 2010 é Riva.
    Riva está articulando certinho, deve vencer em Cuiabá com Valter Rabelo, em Varzea Grande com Macsuês e terá aliados de primeira hora com eleição garantida, são eles: Jose Carlos do`Patio em Rondonópolis e Juarez Costa em Sinop, ambos do PMDB, mas são mais PP que seu proprio partido.

    Esperem só pra ver, com as prefeituras de Cuiabá, Varzea Grande, Rondonópoli e Sinop garantidas (sem falar nas demais), Riva poderá sair até mesmo pra governador.

  • Weller Pinheiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nossa estava demorando para alguém ver isso!


    Parabéns Julio Santos.

  • SILVIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É M U I T O C A C I Q U E P R A P O U C O I N D I O

  • Milton Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson, em Mato Grosso as siglas são sinonimos de acomodações Políticas, ou seja, o Governo, sempre tem maioria dos Prefeitos, vereadores, etc... mas na hora em que as lideranças derem início à Campanha, os Prefeitos, vereadores e lideranças, esquecem das siglas e rumam com seu Candidato. Tudo indica que Jaime será candidato do Paiaguás, se não for Ele, será Pagot. A suplência de Senador para o Pagot, já foi premeditada. E Riva é sem dúvidas uma das maiores lideranças do Estado, mas será Senador da República, ELE e BLAIRO, se este tiver juízo!.

  • Luiz Antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quem disse que os Campos ganham e V. Gde isso parece brinadeira. Em V. Gde não temos prefeito, agora, em Cuiabá sim, pois trabalho em Cuiabá e vejo que o Prefeito da capital esta trabalhando, veja a Av. Beira Rio, Caixa Dagua, Av. Torres, Rodoanel, balneario ponte de ferro, Festival da Cultura da nossa terra. Se eu pudesse votar em Cuiabá com certeza votaria em W. Santos.

  • Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

AL realiza lockdown de faz de contas

Funcionários da AL se mostram revoltados com o lockdown de “faz de contas” promovido por deputados. Isso porque, apesar de estar com as portas fechadas, funcionários estariam sendo obrigados a ir trabalhar e entrando por outras portas. Atendem parlamentares que preferem trabalhar presencialmente. Pelo menos 36 funcionários estariam infectados e os servidores temem que mais pessoas sejam contaminadas pelo coronavírus. O pânico ficou ainda maior...

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...

TJ e posse em cartórios após 7 anos

maria helena _ curtinha O Tribunal de Justiça, sob Maria Helena (foto), marcou para 31 de março a posse coletiva dos aprovados no concurso para os cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. O certame vem se arrastando desde 2013 e foi interrompido diversas vezes por causa de recursos judiciais de concorrentes inconformados com os...

Setores vivem tensão e são castigados

Gilberto Figueiredo Artigo O governo acerta ao estender o horários de funcionamento dos supermercados. Afinal, desde que o decreto entrou em vigor, as filas se multiplicaram pela Capital, aumentando o risco de transmissão do novo coronavírus. Há a expectativa de que novas medidas possam ser tomadas diante do evidente colapso da...

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...