Últimas

Segunda-Feira, 08 de Junho de 2009, 16h:09 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

RONDONÓPOLIS

Pátio faz reivindicações a Silval e adia discussão política


Secretário Augustinho Moro, deputado Wellington Fagundes, vice-governador Silval Barbosa, prefeito Zé do Pátio, deputado Percival Muniz e Valdecir Feltrin discutem caos na saúde em Rondonópolis

   O tão esperado encontro de reconciliação entre as duas lideranças do PMDB em ascensão, Zé Carlos do Pátio e Silval Barbosa, respectivamente prefeito de Rondonópolis e vice-governador do Estado, não serviu para selar as pazes entre os correligionários, que entraram em "rota de colisão" nas eleições de 2008. Cercado de assessores, Pátio e Silval não puderam ficar à vontade para conversar sobre o cenário político de 2010. "Este ano não vou falar sobre política, só sobre Rondonópolis. As questões partidárias vão ficar para o ano que vem", disse o peemedebista.

   Durante o encontro, no gabinete do prefeito, Pátio entregou a Silval uma lista com 14 reivindicações, sendo que as principais preveem a construção do Hospital Municipal e a ampliação da capacidade de atendimento do Pronto Socorro de Rondonópolis. "Já assinei, inclusive, a desapropriação do terreno onde será construído o Hospital Municipal", informou Pátio. O prefeito disse ao vice-governador que a situação da saúde no município, em que pese os investimentos da prefeitura, está um caos. "Há cinco mil pessoas na fila para fazer cirurgias eletivas, consideradas de urgência, e outros 20 mil pacientes aguardam por procedimentos de alta e média complexidade. Investimos bastante, mas a situação foi ficando crítica".

   Ele atribuiu o caos na saúde à ausência de planejamento administrativo. Conforme Pátio, embora o município seja o responsável pela maior parte dos investimentos, não conta com o gerenciamento dos recursos. Um dos pontos questionados pelo vice-governador Silval Barbosa foi justamente a saída de Rondonópolis do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Sul (CIS). Pátio disse que não concorda com a escolha do prefeito de Jaciara, Max Joel Russi (PR), para comandar o orçamento da entidade. "Não se trata de nada pessoal contra o Max, mas Rondonópolis é responsável por 52% dos recursos do consórcio e não temos como gerenciar este dinheiro. Diante disso, optamos por investir o dinheiro aqui. Sou o prefeito da cidade-pólo da região Sul e não tenho direito à gestão sobre os recursos do consórcio e da santa casa. Preferi romper com estas entidades", reclamou.

   Pátio disse que aumentou os recursos destinados à Santa Casa, mas não houve ampliação dos serviços. "De R$ 70 mil, eles passaram a receber R$ 110 mil, porém as coisas não melhoraram. Tentei requisitar a instituição e não municipalizar como disseram. A idéia era ter gente do município na gestão pública da Santa Casa, mas, como eles não aceitaram, vamos destinar os recursos para os locais que sejam geridos administrativamente prela prefeitura, nada mais justo do que termos o controle deste dinheiro", avaliou.

   Segundo Pátio, nos seis primeiros meses de gestão a prefeitura também aumentou de dois para três o número de clínicos gerais no Pronto Atendimento (PA). "Quase dobramos o salário dos médicos especialistas e, apesar de não contar com a estrutura necessária, o PA realizou mais de 600 cirurgias". Segundo Pátio, o vice-governador demonstrou sensibilidade quanto aos problemas enumerados e comprometeu-se a levar a pauta de reivindicações ao governador Blairo Maggi (PR).

   Também participaram do encontro o secretário estadual de Saúde, Agustinho Moro, secretário municipal de Saúde, Valdecir Feltrin, deputado Federal Wellington Fagundes (PR), além do chefe de gabinete do governador Blairo Maggi, José Márcio Guedes e da bancada de deputados estaduais da região, Percival Muniz (PPS), J. Barreto (PR) e Sebastião Rezende (PR).

   Rondonópolis é a principal cidade da região Sul do Estado, com 163.824 habitantes, sendo que 86% do atendimento é feito na zona urbana e 14% na zona rural. O município tem cinco unidades de Saúde do Programa Saúde da Família e uma Policlínica que atende a Atenção Básica em Saúde. A assistência hospitalar é realizada pelo Hospital Regional de Rondonópolis e por dois hospitais filantrópicos, três da iniciativa privada e um municipal. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Maria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Hooooo....Zé!!!!!
    Vc ainda não saiu do palanque, pra que tantas mentiras.
    O Povo tá vendo a sutiação de Roo no todo, e não melhorou nada, nada, aliás só esta piorando.
    Tira a B.... da cadeira e trabalhe, vc e seus secretários lesmas.

  • acacio falcao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    jose carlos do patio esta certo agora pede tambem uma ajuda para seus amigos ministros pricipalmente temporao pois na campanha eles prometeram te ajudar prefeito.

  • Paula Rodrigues | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    Isso mesmo Dep. Zé Carlos do Pátio! Caso o Governador demore agir, como foi em assimilar a derrota em Roo, vc leva todo mundo para frente do Palácio Paiaguás!

  • João da Praia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Uo Zé vez se enxerga, parece imte que seu secretario de saude e u Peircival, o uce vai acordar quando o barco afundar de ves, são só seis mieses e se não acordou de ves, vai se tardi di mais.
    Xo secretario buais.

  • josé carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ou Dona Maria você deve estar cega ou mal informada você dizer que a saúde não esta boa se ja foram realizadas mais de 300 cirurgias de catarata dobrou o sálario do médico almentou mais 3 médicos mais o centro de imagens que me breve será inalgurado você esta cega ou mal informada com certeza você deve ser do lado da oposição pr, isto deve que vc tinha uma teta muito grande mas o leite secou paixão mata tome vascina contra paixão se não vc vai morrer hahahahahakikikikiki sua mal informada

  • pedro paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É fato! sem Zé não.
    É muito engraçado nem um destes politicos apoiou o Zé Carlos do pátio. Agora vem mendigar apoio politico para o SILVAL achando que vão ter. Fiquem sabendo o povo
    de Rondonópolis não tem memória curta e não vota neste traidor que pertence ao PMDB mas qd o Zé prescisou dele, ELE virou
    as costas,não têm,nem terá o voto de ROO!
    Se um dia o PMDB tiver um candidato a governador será o Zé o nome de consenso.

2 da AL em chapas distintas à AMM

nininho 400   Dois deputados estaduais estão divididos em chapas de honra da eleição da AMM, que acontece no próximo dia 15. O curioso é que Ondanir Bortolini, o Nininho (foto), filiado ao PSD e hoje presidente de honra da entidade comandada pelo segundo mandato consecutivo por Neurilan Fraga (PL), caiu fora da...

Trentini perde de novo para Pitucha

roland trentini 400 curtinha   Na queda-de-braço nos bastidores, o ex-prefeito por três mandatos de Alto Garças, Roland Trentini (foto), perdeu de novo para o rival político histórico, o também ex-prefeito Júnior Pitucha. Ambos, que já protagonizaram disputas acirradas, tensas e...

2 maiores líderes sob crise partidária

mauro mendes 400 curtinha   Os dois maiores chefes de Executivos em MT hoje enfrentam problemas partidários internamente. O governador Mauro Mendes (foto), mesmo sendo a principal estrela do DEM no Estado, não está confortável dentro do partido por causa de conflitos com os irmãos Júlio e Jayme Campos....

MM e deputados derrotados do MDB

carlos bezerra 400 curtinha   Por coincidência, deputados do MDB que tiveram seus candidatos derrotados nas urnas estão de afagos com o governador Mauro. E até convidaram-no para deixar o DEM e migrar para o MDB, numa articulação do cacicão do partido, o federal Carlos Bezerra (foto), que puxou a corda da...

Os Maia fincam força no Legislativo

silvio maia 400   O ex-prefeito por quatro vezes de Alto Araguaia, Maia Neto, perdeu nas urnas na majoritária, mas ganhou na proporcional. De um lado, a irmã Martha Maia, seu braço-direito durante todos os mandatos, foi derrotada à prefeita por Gustavo Melo, que se reelegeu. Por outro, Maia Neto viu dois dos seus...

Reeleito, Gustavo derruba o clã Maia

gustavo melo 400   O jovem prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), de 36 anos, manteve mesmo o "apertado" favoritismo, conforme mostrou na reta final a pesquisa do instituto Analisando, e derrotou o clã Maia. Venceu por 962 votos de diferença. Filiado ao PSB, Gustavo chegou a 4.805, enquanto Martha Maia (PP) registrou 3.840...