Últimas

Segunda-Feira, 07 de Setembro de 2009, 10h:19 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

CÁCERES

Patrícia critica cancelamento do FIP e vê política do pânico

   Patrícia Siqueira, ex-secretária de Turismo de Cáceres, cidade-pólo do Oeste mato-grossense, lamenta e se mostra revoltada com a decisão do prefeito Túlio Fontes (DEM) em cancelar, pela primeira vez em praticamente três décadas, o tradicional Festival Internacional de Pesca Esportiva, o FIP. A administração argumenta que foi uma medida preventiva, devido à falta de estrutura da rede pública de saúde e por temor do município vir a registrar caso de gripe suína devido à presença de milhares de visitantes para o evento, inclusive do exterior. Para Patrícia, o pretexto para cancelar o evento já tinha sido criado desde abril. Em artigo, ela considera que a política do pânico social pode se alastrar em diversos segmentos sociais e considera que isso já atingiu o turismo.

    Sem citar nome, a ex-secretária comenta que a atual administração criou pânico social quando tentou privatizar o sistema de tratamento de água do município, vindo, inclusive, a publicar decreto de emergência "sem pé e sem cabeça". "Os critérios não foram observados e algumas autoridades embarcaram na ideia, tudo pelo cooperativismo. Até o termo privatizar foi mudado para gestão compartilhada". Propagou-se que a água estava imprópria para consumo. "Foi-se construindo um cenário propício para privatizar uma empresa que dava lucro para os cofres do município".

   Agora, reclama Patrícia, para completar e ratificar a política do pânico social, a gestão decide cancelar o maior festival internacional de pesca esportiva do mundo. Ela critica o fato do prefeito, sob pretexto da gripe suína, cancelar oportunidades de empregos e sacrificar a rede hoteleira, barcos-hotéis, restaurantes, bares e similares. A medida reduziu a movimentação financeira em todos os setores da economia local.

    O polêmico e contundente artigo assinado por Patrícia Siqueira, sob título "Política do Pânico Social - 30º FIP cancelado", está postado na seção Artigos, logo acima, à esquerda. Leia lá e comente cá.

Postar um novo comentário

Comentários (25)

  • Carlos Santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Túlio Fontes acertou em ouvir a socieadade organizada e adiar o FIP. Primeiro os cacerense, fora o Lucro a qualquer custos, pois entre o ônus e bônus, o bônus sempre fica para população de Cáceres. Parabéns Túlio por não ter brincado com a nossa saúde, você agiu de forma responsável. A irresponsável da Patrícia primeiro tem que explicar o sumiço de cimento da SEMATUR, enquanto ela era secretária.

  • Claudio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou participante antigo do FIP, todos os anos vamos com nossa lancha e motor, e fazia tempo que não via a estrada cuiabá/cáceres tão movimentada com lanchas e barcos rebocados para participar de um FIP como foi ano passado. Não entro na questão política, e pelo que li do artigo também não foi falado de lados, foi relatado acontecimentos que são públicos e aqui em Cuiabá todos comungam do mesmo pensamento: Mato Grosso perde com o cancelamento do FIP, e que a Gripe foi desculpa que não cola. Mas o mais grave é que essa história da gripe ja ultrapassou fronteiras e turistas que poderiam pensar em ir a Cáceres mesmo que não para o FIP, hoje não vão mais. Fico pensando nos hoteleiros, restaurantes e outros???
    Uma pena isso...
    E pela maioria dos comentários acima, o turismo está longe de acontecer com profissionalismo mesmo. Vale mais o imbigo de cada um.

  • Alex | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa é a política hoje de cáceres, ou melhor os politicos que hoje governam cáceres. Cimento???? É até piada.... Com um trabalho exemplar, se queimar por cimento??? hahahaha.
    Isso se chama desvio de assunto sério a ser debatido...

  • Sérgio Frias | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Romilson,
    Eu, aqui lendo todos esses comentários, começei a pensar:
    Pobre da população cacerense que serve de massa de manobra, tanto de um lado, como do outro, mas não podemos substimar o conhecimento e as ideias de um povo.
    Hoje, em Cáceres, esta tudo sob a base da impossibilidade, impossibilidade de planejar e de administrar, senão vejamos:
    O prefeito não consegue nem ficar na cidade, pq tem que estar sempre correndo a Cuiaba, ora Brasilia, pra se garantir no cargo.
    Não conseguiu colocar nos cargos pessoas competentes, que pudesse pensar e administrar qdo estivesse fora, não consegue sequer um centavo pra investimento na cidade, não consegue sequer dar continuidade as obras que foram iniciadas pela gestão passada.
    Então meu querido, o que poderiamos esperar do FIP.
    Neste ano que completa 30 anos, morre uma tradição, que foi plantada por cacerenses apaixonados por essa terra.
    Pode até haver FIP, ano que vem, mas certamente será contado como mais um evento no estado.

    Vimos ser sepultado um festival de tradições, por uma mentira das mais nojenta que existe, que é enganar, usando uma desculpa das mais sórdidas, para ganhar apoio.

    Boa tarde.

  • João Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ouvir a sociedade Carlos???? Acho que não moramos na mesma cidade, ou vcs Tulistas estão preferindo não sair nas ruas depois dessa atitude de gabinete...

  • Maria Candida Furlan | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estou a Cáceres, a dois anos, e infelizmente, vejo uma politicagem muito mesquinha e barata por grupos que essa moça faz parte em Cáceres.

    O Prefeito acertou muito no cancelamento, pensou nas consequencias que poderia causar, por ver sua cidade sem estrutura adquada, já que a saúde de Cáceres atende 21 municipios e ainda o pais vizinho.

    Cáceres é uma cidade de pessoas humildes, sem renda, propicia a propagação do virus H1N devido sua cultura.

    Já a questão da idginação, é meramente politiqueiro.

    Por que não aproveita a situação pra discutir a ampliação da estrutura existente de saude publica, de forma digna.

  • deda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esta é mais uma dos puxa sacos do es prefeito ricardo e pedro pois ela era cargo de confiança de ricardo e esta seguindo a cartilha que pedrinho dita para ter mais um cargo e se beneficiar das tetas do estado ........................................

  • Antonio Geraldi | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O cancelamento do FIP de Caceres tem mesmo algo muito estranho, pois como médico pneumologista devo esclarecer que eventos em espaço aberto, mesmo que aglutine milhares de pessoas, não tem epidemiologicamente falando, nenhuma influência na disseminação do virus influenza A H1N1. Portanto a atitude foi de quem utilizou pano de fundo de forma muita equivocada!

  • Willian | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Patrícia, essa não foi uma decisão isolada do prefeito e sim da sociedade através de seus representantes. Houveram discussões a respeito e chegou-se a decisão, CONJUNTA E DEMOCRÁTICA, de adiar o FIP. Sabemos quem lhe orientou(impôs) a publicação desse artigo. Henrys!?

  • Antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    eu gostei do cancelamento do FIP, não por causa da gripe do porco, mas sim pelo rio que esta um caos e na cheia ele é muito bonito, agora em relação aos que estão gritando, é porque são puxa sacos dos Henry e encontram-se Desempregados e Passando Fome...principalmente a ex-secretria de Turismo.
    vamos ver a prestação de contas do FIP do ano passado.

Governo vai ter consultoria hospitalar

gilberto figueiredo 400 curtinha   O governo estadual terá consultoria em assistência hospitalar. O processo de contratação é tocado pela secretaria de Saúde, sob Gilberto Figueiredo (foto). A ideia é buscar melhorar o atendimento à população e os índices de...

Para presidente, BRT é ultrapassado

juca 400 curtinha   Numa sintonia política com o prefeito Emanuel, o novo presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná (foto), disse ser contra a decisão do governo estadual de "enterrar" o projeto do VLT, cujas obras estão paralisadas desde 2014, para implantar o modal BRT na Região...

Prefeito vai homenagear 2 ex-aliados

ze do patio 400 curtinha   O ex-vereador, ex-deputado estadual e hoje prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (foto), que está no terceiro mandato, vai homenagear dois aliados que faleceram recentemente, sendo eles o ex-vereador de três mandatos Juary Miranda, que foi líder do Executivo na Câmara...

Maluf deve consultar STF sobre Teis

guilherme maluf 400 curtinha   Assim que retornar de férias, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Guilherme Maluf (foto), dará prosseguimento à análise do pedido de aposentadoria de Waldir Teis, que está afastado do Pleno há três anos e cinco meses, assim como outros três conselheiros...

Novo líder de Pátio na Câmara de ROO

reginaldo santos 400 curtinha   Reginaldo dos Santos (foto), que assume vaga na Câmara de Rondonópolis pela quarta vez, é o novo líder do prefeito Zé do Pátio, com a missão de fazer o trabalho de articulação e defesa do Executivo junto aos colegas do Legislativo. Na legislatura passada,...

Agro sugere Daniella de volta no Indea

daniella bueno 400 indea   Representantes do setor produtivo e um grupo de servidores sugeriram ao governador Mauro o nome da médica-veterinária e servidora de carreira Daniella Bueno (foto) para reassumir a presidência do Indea-MT. Aproveitaram a vulnerabilidade no cargo do presidente Marcos Catão Dornelas, denunciado...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.