Últimas

Quarta-Feira, 28 de Maio de 2008, 19h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

LEGISLATIVO

PEC cria mais 6 cadeiras na Câmara de Cuiabá

Aprovação da PEC deve ampliar para 21 o número de vereadores em VG e Rondonópolis

  O número de cadeiras na Câmara de Cuiabá deve aumentar de 19 para 25 já para as eleições deste ano. A proposta de autoria do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS) já foi aprovada pela Câmara Federal em primeira votação nesta terça (27). Agora, após a segunda votação, a mensagem segue para o Senado. Para ser válida no pleito de 5 de outubro, o projeto precisa obter aval do Congresso Nacional até 30 de junho. Conforme a proposta, os municípios que tiverem entre 450 mil a 600 mil, vão ter direito a aumentar o número de vagas do legislativo. Esse é o caso da Capital mato-grossense que possui 526.830 mil habitantes, segundo dados do último censo do IBGE. Já Várzea Grande, segundo maior colégio eleitoral do Estado, abrirá espaço para mais sete novos vereadores. De 13 passará a contar com 21 parlamentares. Em Rondonópolis, terceiro maior em número de habitantes em Mato Grosso, o quadro de vereadores deve sair de 12 para também 21, já que o IBGE aponta mais de 160 mil habitantes no município. Até 2004 contava com 17 cadeiras na Câmara.

  A proposta cria 24 faixas de números de vereadores, de acordo com o tamanho da população de cada município. Para a menor faixa populacional, de até 15 mil habitantes, a câmara poderá ter no máximo 9 vereadores. A maior faixa é de 55 vereadores para o município com mais de 8 milhões de habitantes - o que atinge apenas a cidade de São Paulo.

   O texto, aprovado por 419 votos a 8 e 3 abstenções, foi fruto de uma emenda relatada pelo deputado Vitor Penido (DEM-MG) à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 333/04. A PEC, do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), também diminui os percentuais de gastos com as câmaras calculados sobre a receita tributária dos municípios.

   A PEC original elevava o número de vereadores dos atuais 51.748 para 57.295; e o substitutivo da comissão especial propunha o aumento do número de cadeiras para 59.791. Já a emenda aprovada fixa o total de vereadores em 50.653. Antes de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) editar uma resolução em abril de 2004, o número de cadeiras era 60.276.

   O objetivo da PEC é resolver a polêmica criada em 2004, quando o TSE interpretou a Constituição Federal quanto ao número de vereadores que poderiam ser eleitos naquele ano, extinguindo mais de 8 mil assentos nas câmaras dos 5.562 municípios. Cuiabá acabou perdendo 2 cadeiras na Câmara, de 21 para 19.

   Se todo o Plenário concordar, a Câmara poderá votar o segundo turno da PEC antes do intervalo regimental de cinco sessões entre as duas votações. Depois de promulgada, a futura emenda constitucional produzirá efeitos apenas a partir da próxima legislatura.

   O projeto prevê ainda a redução de R$ 6 bilhões para R$ 4,8 bilhões dos gastos das câmaras municipais de todo o país. O montante de despesas dos legislativos, incluídos os subsídios dos vereadores e excluídos aos gastos com inativos, não poderão ultrapassar os percentuais da receita tributária e das transferências previstas na Constituição Federal.

  A Constituição prevê quatro faixas de limites de repasses de recursos para cada câmara, proporcionalmente ao número de habitantes: 5%, 6%, 7% ou 8% da receita tributária, incluindo as transferências constitucionais. Pela emenda, esses percentuais são diminuídos para 2,5%, 3,5%, 3,75% e 4,5% dessa receita, mas servirá de parâmetro a receita total anual, e não mais a população. Também acabará o limite de 70% da receita da câmara para gastos com folha de pagamento, incluindo gastos com subsídios dos vereadores. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • ANTONIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    - MAIS 6 CANDIDATOS, MAIS NÃO SEI QUANTOS SUPLENTES, E MAIS DESPESAS, QUANDO VÃO COMEÇAR A TRABALHAR OS QUE JÁ ESTÃO LÁ ????? ISSO NÃO DEVERIA SER FEITO UM PLEBISCITO, JÁ QUE ESTÃO GASTANDO MESMO, R$ 500.000,00 A MAIS R$ 500.000,00 A MENOS, ACHO QUE ESTA SOBRANDO MUITO DINHEIRO POR AI, E O POVO ??? COMO É QUE FICA ???

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

PSB deve ficar fora da aliança de EP

max russi curtinha 400   O PSB, presidido pelo deputado Max Russi (foto), pulou mesmo do barco de Emanuel Pinheiro. Deve formalizar apoio à candidatura de Roberto França ao Alencastro. O PSB não consta na lista oficial de siglas que estão com o prefeito, que busca à reeleição. Os 11 que estão...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.