Últimas

Quinta-Feira, 08 de Outubro de 2009, 10h:12 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

GUARANTÃ DO NORTE

Peemedebista bate todos adversários; Jayme vem em 2º

   O vice-governador Silval Barbosa (PMDB) e o senador licenciado Jayme Campos (DEM) apresentam desempenho surpreendente nas pesquisas de intenção de voto em Guarantã do Norte (a 633 km ao Norte da Capital). Nos confrontos, os dois ganham até do prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB), que vem liderando as pesquisas em outras cidades. É o que revela a pesquisa realizada pelo instituto Mark entre domingo e segunda últimos. A margem de erro é de 5 pontos percentuais para mais ou para menos.

   Num cenário com seis virtuais candidatos (Silval, Jayme, Santos, Mauro Mendes, Otaviano Pivetta e  Julier Sebastião da Silva), o vice-governador é o líder absoluto com nada menos que 69,4% das intenções de votos - ver quadro 1. Jayme e Santos ficam no empate técnico, com 9,3% e 5,2%, respectivamente. Mendes, que trocou recentemente o PR pelo PSB, tem 1,6%, mesmo percentual atribuído a Pivetta. Julier não foi citado pelos entrevistados. Os indecisos somam 12,5%.

   Quando o virtual candidato do PR é o diretor-geral do Dnit, Luiz Antonio Pagot, e num cenário sem Mauro Mendes, Silval mantém a dianteira com 70,6%. Jayme e Santos aparecem novamente empatados e sustentam a segunda colocação, seguidos por Pivetta, que acumula 1,6%. Pagot detém apenas 0,4%.

   Se o confronto fosse entre Santos, José Riva (PP), que preside a Assembleia, Pivetta e o juiz federal Julier, o tucano não passaria de um empate técnico com o progressista. Santos aparece com 11,7% das intenções de voto, enquanto Riva, que ainda não definiu qual cargo vai disputar em 2010, conta com 10,9%. Na terceira colocação aparece Pivetta, com 3,2%. Os indecisos somam 69%.

   Num cenário com Jayme, Santos e Mendes, o cacique democrata levaria vantagem eleitoral em Guarantã do Norte. Chegaria a 14,1% da preferência, enquanto o tucano possui 10,5%. Os dois disputam a indicação pela coligação previamente acertada com DEM, PSDB e PTB, para a disputa à sucessão do governador Blairo Maggi (PR). Mendes figura na lanterna, com 6,9%.

   Entre Silval, Santos e Pagot, o peemedebista lidera com 77%. O prefeito cuiabano, por sua vez, aparece com apenas 7,7%. Pagot fica na última colocação, com 1,2%. Quando os pré-candidatos projetados são Silval, Jayme e Santos, o peemedebista também figura na liderança, com 72,2%. Jayme e Santos aparecem empatados tecnicamente. Se disputasse com Mendes e Pagot, Silval continuaria na primeira colocação, com 77,8%, seguido pelo socialista, que acumula 1,6%.

   Numa eventual briga entre Silval, Santos e Mendes, o vice-governador levaria vantagem junto aos eleitores de Guarantã do Norte, chegando a 66,1%. Santos vem distanciado com somente 4,8%. Os pesquisadores da Mark ouviram 248 pessoas em 17 bairros e fizeram também amostragem na zona rtural. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • João da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ahh, essa pesquisa tbm é brincadeira né!!
    Guarantã do Norte é base eleitoral do ex- deputado Silval Barbosa, o qual foi prefeito de Matupá, cidades vizinhas, com 25km de distancia.

  • AUGUSTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    >>Wilson santos e o jayme campos<<,que acha que 12 mil é uma merreca de salario,vao perder feio,nao se engane pessoal essas 2 cobras mencionadas sao criadas e>> nao tem comprometimento nenhum com o povo.<<

    se tivessem hj varzea grande seria um belo exemplo,cuiaba tb seria,mas oq vemos é o caos nas 2 cidades.

    Nao se deixem enganar de novo!!!

  • PLINIO MARQUES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nem precisa ficar com cara de cochorro que caiu da mudança Silval, pois Guarantã não tem eleitorado nem para eleger presidente de bairro em Cuiabá, na baixada cuiabana concentra 40% do eleitorado matogrossense, o restante, vem de Rondonópois com a ajuda do prefeito tucano Zé carlos do Pátio e do interior com a ajuda do DEM, desista Silva, pois vai pegar uma coça que vai errar o caminho de casa ou melhor do Paraná.

  • GILSON GOMES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EM TODAS AS PEQUISAS QUE VEMOS NAS CIDADES DE MATO GROSSO, E QUE JAIME CAMPOS SEMPRE ESTA ALI ENTRE OS PRIMEIROS, SEMPRE NA PONTA, SEJA NORTÃO, SUL, LESTE, OESTE, O POVO DE MATO GROSSO QUER É JAIME CAMPOS GOVERNADOR, PESQUISAS NÃO ERRA

  • FERNANDO CIOLEM | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    quantos eleitores tem GUARANTÃ, qual o percentual do estado, é SINVAL sua chocadeira e muita minuscula,

  • Roberto Mello | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Calma gente, Guarantã tambem é Mato Grosso, esta certo que é uma cidade não tão grande como Cuiabá ou Varzea grande. Mais tem Sinop, Terra nova. Colider , Sorriso, Nova mutum e muitas outras cidades que duvido que Wilson Santos conheça, ou melhor deve conhecer de fotografias.....Silval conhece as cidades como poucos politos conhece. O nortão e a Baixada cuiabana merece um governador como Silval Barbosa, Silval estamos com vc,..Boa sorte e continue assim...

  • Bastião do Norte | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa Cuiabania não aprende mesmo. O tempo do Coronelismo já era. Democracia é arte de se respeitar. Esses políticos como Wilson e Jayme já mamaram demais. O Silval é um cara simples do povo. Respeitem as pesquisas e os resultados..mesmo os contrários Silval tem grandes chances. E PAC final hehehehe

  • Sebastião Moura | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acontece que Cuiabá e Várzea Grande foram esquecidas pelo Governo Estadual nos últimos 08(oito) anos. E o maior eleitorado de Mato Grosso está nessas duas cidades. A população vai olhar esse ponto e na hora do voto dará preferência ao candidato que veste a camisa dessas cidades. E não adianta conversa de palanque.....

  • benedito arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    pelo amor de meus filinhos esses dois por cara de pauuuuuu, abre o olho eleitor para nao termos surpresa
    sao dois aproveitadores.

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...