Últimas

Quinta-Feira, 10 de Maio de 2007, 18h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Pela 1ª vez, 3 senadores se unem por projeto

Serys, Jonas e Jaime querem inclusão do Projeto Brasil Central no PAC para atender ramais da ferrovia

Numa ação conjunta, os três senadores mato-grossenses Serys Marly (PT), Jaime Campos e Jonas Pinheiro (ambos DEM) ignoraram as diferenças políticas e defenderam nesta quinta (10) a inclusão do Projeto Brasil Central no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O projeto prevê a construção de três ramais da Ferrovia Norte-Sul na Região Centro-Oeste (Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Goiás e Tocantins) e em áreas próximas à região em Minas Gerais, Bahia, Pará, Piauí, Maranhão e Paraná.

    O Brasil Central foi discutido em audiência pública na Comissão de Serviços de Infra-estrutura do Senado, com o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), José Alexandre Nogueira Rezende; e do autor do projeto e diretor da ANTT, Gregório Rabelo; além de consultores da Universidade Federal de Santa Catarina, que trabalharam na elaboração do projeto.

     Serys, Jaime e Jonas chegaram a sugerir que a bancada, incluindo os deputados federais, vá até o presidente Lula para apresentar o projeto e pedir sua inclusão no PAC. Gregório Rabelo disse que, se o Projeto Brasil Central não for efetivado, "vai ser pior para o desenvolvimento da região e do país".

    José Alexandre Nogueira Rezende, que defende o modelo ferroviário para escoar as produções do Centro-Oeste e de estados limítrofes à região, disse que o Brasil já poderia estar produzindo mais de 300 milhões de toneladas de grãos, se tivesse optado pela ferrovia, e não as atuais 120 milhões de toneladas.

    Jonas Pinheiro lembrou que a região Centro-Oeste está a mais de dois mil km de distância de qualquer porto e que essa situação leva o produtor de soja a pagar até 50% sobre o custo final do produto em algumas regiões de MT, quando o custo final do produtor americano representa apenas 4%. Serys Marly  disse que a péssima situação das estradas no Estado e no resto do país tirará quase 50% dos lucros dos produtores de soja na região. (Com Agência Brasil)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Opositores ganham força em Barra

adilson gon�alves 400 curtinha   Grupos de oposição estão ganhando "musculatura" em Barra do Garças, numa expectativa otimista de derrotar o candidato apoiado pelo prefeito Beto Farias (MDB), o atual vice Wellington Marcos, que está filiado ao DEM. Wellington é considerado nome "pesado"...

Cuiabá já conta com 10 "prefeitáveis"

paulo grando 400 curtinha novo   Dez partidos já possuem um ou mais pré-candidatos a prefeito de Cuiabá. E a "inflação" de nomes tende a aumentar empurrada pela necessidade de sobrevivência dessas legendas, que, lançando nome à majoritária, ajudam seus candidatos a vereador na busca por...

Apoio de Bolsonaro é aposta de França

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto) segue cheio de esperanças do apoio de Bolsonaro a seu nome como pré-candidato a prefeito de Cuiabá. Entre o sim e o não, preferiu seguir o calendário eleitoral e se afastar da apresentação do seu tradicional programa de TV Resumo do Dia, de...

Adin contra nomeação em Cáceres

angelo audicom 400 curtinha   Presidida por Ângelo Silva de Oliveira (foto), a Audicom-MT, entidade que congrega auditores e controladores internos dos municípios do Estado, ingressou com Adin no Tribunal de Justiça, pleiteando liminar para, assim como ocorreu em Rondonópolis, também derrubar uma lei em vigor...

Viúva de Adriano disputa em Cáceres

anelise silva 400 curtinha   Anelise Silva (foto), viúva do ex-reitor da Unemat e ex-deputado Adriano Silva, lançou pré-candidatura à prefeita de Cáceres pelo DEM do governador Mauro. Ela enfatiza que sofre a dor da perda e que decidiu entrar no páreo para dar continuidade ao projeto de Adriano de...

Vereador tenta barra compra de cestas

diego guimaraes 400 curtinha   O vereador pela Capital, Diego Guimarães (foto), denunciou junto à Ouvidoria do TCE o que definiu como irregular a aquisição, com dispensa de licitação, de cinco mil cestas básicas de alimentos pela secretaria municipal de Assistência Social e Desenvolvimento...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.