Últimas

Segunda-Feira, 29 de Dezembro de 2008, 10h:49 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CÁCERES

Pela 10ª vez MPE apresenta pedido de cassação

  O Ministério Público Eleitoral ingressou com outra representação, com pedido de cassação do registro do já cassado em dois processos Ricardo Henry (PP). A três dias de concluir o seu primeiro mandato, o progressista foi reeleito, mas perdeu direito ao "trono" para o exercício de mais quatro anos de gestão. O segundo colocado nas urnas, ex-prefeito Túlio Fontes (DEM), foi diplomado e será empossado no comando da cidade-pólo do Oeste mato-grossense na quinta, 1º de janeiro.

   A situação jurídica de Henry se complica cada vez mais. No último dia 23, o MPE pediu a sua cassação em outros dois dos quatro processos por compra de votos. Ao todo são 10 representações na mesma linha. Restavam dois processos. As  derrotas de Henry também aconteceram em segunda e terceira instâncias.

  O  TRE cassou o seu registro por abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação. Henry por sua vez  recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas não conseguiu derrubar a decisão - saiba mais aqui. Os processos foram movidos pela coligação Cáceres Com a Força do Povo, de Túlio Fontes.

   Segundo o advogado de Túlio Fontes, José Renato de Oliveira, o TRE deve julgar um terceiro pedido de cassação por abuso de poder econômico, referente à doação de telhas em troca de votos. Henry é acusado de, ao arrepio da lei, doar 70 telhas de Eternit a Carlos Alberto da Silva Bretas e sua família em troca de votos. O promotor Alan Sidney, lembra que Henry responde também a um processo no Tribunal de Justiça por exploração  sexual.

  “O representado Ricardo Luiz Henry, de igual sorte, também está sendo processado em vários processos, inclusive, como bem lembrado pelos representantes, por exploração sexual infanto-juvenil”.  O promotor qualifica como “fantasiosa” e “desmontada pelas perícias técnicas” a versão apresentada pela defesa, segundo a qual as telhas seriam destinadas ao escritório do advogado Plínio Samaclay, coordenador jurídico da campanha de Ricardo Henry.

   Henry é acusado de pagar R$ 150 por cada voto comprado no bairro Dner. Além disso, responde por contratação irregular de 500 pessoas a título de “fiscalização” no dia das eleições, sem registro na Justiça Eleitoral. Neste processo responde também o vereador Alcy Silva (PR), ambos cusados de compra de votos. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (16)

  • Ancelmo Duarte Mastriani | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Festa e alegria já toma conta do povo de Cáceres desde o último dia 17 quando o TRE cassou Ricardo.
    Esperamos que tudo transcorra tranquilo durante a posse. Digo isso porque vi alguns fanáticos pelos Henrys dizendo que vai atrapalhar a festa de túlio e kishi no dia primeiro de janeiro. O tumulto está desenhado. Atenção POLÍCIA MILITAR, cuidado.... vocês vão ter muito trabalho.

  • Orlandir Cavalcante | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É mais uma vez a mão de Deus, tão invocada pelo Ricardo!!!
    Na verdade é Deus colocando cada um no seu lugar......

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Luciano Antunes de Macedo Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Promotor que atuou em Cáceres está de parabéns. Pelos números, o trabalho por lá foi intenso.
    Romilson, tenho notado que não existe(m) processos contra o Túlio Fontes. Só existem processos contra Ricardo Henry, que confirma a fama que HENRY tem, né.... (sempre metido em FALCATRUAS, ATOS ILÍCITOS...)

  • L. GARCIA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Fico muito feliz por ver a Justiça sendo cumprida pelas mãos dos homens e ao mesmo tempo muito preocupada com a nossa Princezinha do Paraguai. Neste momento nossa cidade esta em total abandono. Verdadeiras crateras nas ruas do centro, funcionarios da prefeitura sem receber, lixo se acumulando, enfim... Como escreveu meu amigo acima:
    Túlio deveria pedir logo uma auditoria do Tribunal de Contas pra desvendar o que estão fazendo com o dinheiro do Município neste lmelancólico final de gestão de RH. Não deve ser a toa que Ricardo não aceitou a equipe de transição. Quando for aberta a caixa-preta da Prefeitura vai ser um Deus nos acuda.....
    E que o Nosso Deus, que nunca nos abandonou, tenha piedade de nossas vidas... Piedade de todos nós Cacerenses.

  • Emanuel Frank Leite de Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Na nossa comunidade Distrito Nova Càceres aonde o Prefeito do Povo venceu nas urnas e bem é só alegria, tivemos um natal maravilhoso e, a expectativa que o primeiro de ano será melhor ainda. Feliz 2009 Túlio e Kishi, parabéns Promotor Alan.

  • Claudio Ribas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esses sanguessugas não qurem ficar sem sangue do povo pra sugar.

  • Carlos Santilli | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A JUSTIÇA tardou pra caramba, mas acabou por enquadrar Ricardo Henry, que por inspiração de seu irmão pensava que estava acima da lei e que valia tudo, menos perder a eleição, como de fato perdeu. O pior é que a cidade foi abandonada desde último dia 17, quando RH foi cassado. Os buracos tomam conta até mesmo das ruas centrais (vide avenida Sete de Setembro), e em alguns lugares, como no bairro Cavalhada, há mais de uma semana não passa lixeiro. Os Henry devem estar pensando em entregar a cidade da mesma forma que a administraram até pouco antes do período eleitoral. Ou seja: tudo largado, a cidade fica parecendo mais uma fazenda mal cuidada. Túlio deveria pedir logo uma auditoria do Tribunal de Contas pra desvendar o que estão fazendo com o dinheiro do Município neste lmelancólico final de gestão de RH. Não deve ser a toa que Ricardo não aceitou a equipe de transição. Quando for aberta a caixa-preta da Prefeitura vai ser um Deus nos acuda.....

  • BENEDITO MATOS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • João Batista de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É...
    Se o Dep. Pedro Sanguessuga Mensaleiro Henry tiver um pouquinho de juízo não vai fazer como fez na última gestão Túlio Fontes, ou seja, nada, além de prejudicar projetos que seriam bons para Cáceres. Desta vez ele vai ter que abaixar a crista e fazer por Cáceres se quiser pensar em eleição daqui há dois anos. Eu não voto pra esse povo de jeito nenhum.

AL realiza lockdown de faz de contas

Funcionários da AL se mostram revoltados com o lockdown de “faz de contas” promovido por deputados. Isso porque, apesar de estar com as portas fechadas, funcionários estariam sendo obrigados a ir trabalhar e entrando por outras portas. Atendem parlamentares que preferem trabalhar presencialmente. Pelo menos 36 funcionários estariam infectados e os servidores temem que mais pessoas sejam contaminadas pelo coronavírus. O pânico ficou ainda maior...

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...

TJ e posse em cartórios após 7 anos

maria helena _ curtinha O Tribunal de Justiça, sob Maria Helena (foto), marcou para 31 de março a posse coletiva dos aprovados no concurso para os cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. O certame vem se arrastando desde 2013 e foi interrompido diversas vezes por causa de recursos judiciais de concorrentes inconformados com os...

Setores vivem tensão e são castigados

Gilberto Figueiredo Artigo O governo acerta ao estender o horários de funcionamento dos supermercados. Afinal, desde que o decreto entrou em vigor, as filas se multiplicaram pela Capital, aumentando o risco de transmissão do novo coronavírus. Há a expectativa de que novas medidas possam ser tomadas diante do evidente colapso da...

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...