Últimas

Terça-Feira, 22 de Janeiro de 2008, 12h:08 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

FINANCIAMENTO

Pela privatização, prefeito dispensa R$ 9,3 mi

  O prefeito de Sorriso (a 393 km ao Norte de Cuiabá), Dilceu Rossato (PR) resolveu dispensar R$ 9,3 milhões liberados pelo Ministério das Cidades para o programa de Resíduos Sólidos (lixo). O intrigante é que Rossato, assim que assumiu a prefeitura, em janeiro de 2005, começou a se empenhar para viabilizar o projeto. O que o levou a recusar os recursos? Segundo a oposição, o gestor recuou porque agora está se dedicando ao processo de privatização do lixo.

   Rossato alegou a seus assessores que o financiamento traria endividamento ao município de Sorriso, único do Centro-Oeste a conseguir os recursos. Em 2005, não era assim que ele pensava. Há época, o prefeito solicitou, por meio de carta-consulta junto ao Ministério das Cidades, a proposta para consolidar o projeto. O pedido foi ratificado no ano passado.

   Agora que os R$ 9,3 milhões estão liberados como parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o que poderia levar a administração a construir aterro sanitário, a contar com usina de reciclagem e compostagem de lixo, além de adquirir frota de caminhões, eis que o prefeito manda engavetar tudo.

    Os R$ 9.346.618,00 aparecem disponíveis para Sorriso no Ministério das Cidades, inclusive numa listagem no site - confira aqui.


(23/01 - às 10h25) - Privatização é mais vantagem, diz prefeito

   O prefeito de Sorriso, Dilceu Rossato, explica que só aceitaria o financiamento de R$ 9,3 milhões se viesse a fundo perdido. "Hoje, estamos numa outra realidade". Ele observa que está construindo um novo aeroporto e o aterro sanitário, hoje localizado na saída para Sinop (a 15 km do perímetro urbano) terá de mudar de local. O projeto agora é privatizá-lo.

   "Não vou endividar o município e ainda tendo que colocar mais R$ 500 mil de contrapartida. Isso não quer dizer que estou ignorando a questão ambiental. Eu sou um dos prefeitos mais preocupados com a questão ambiental", destaca Rossato. Na sua avaliação, a privatização do setor será vantajosa porque vai ser tocada pela iniciativa privada e sem custos para o município. "Não compensa a gente contrair um financiamento de R$ 9 milhões se logo o aterro sanitário vai ter de sair do local onde está. Já estamos fazendo o ajustamento de conduta e dentro de 90 dias começa o processo de privatização", enfatiza Dilceu Rossato. A idéia, segundo o prefeito, é construir um aterro sanitário em parceria com a Prefeiura de Lucas do Rio Verde.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • DONIZETE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O MINISTERIO PUBLICO - TRIBUNAL DE CONTA, TENHE QUE DA UMA VOLTA LA EM SORRISO PARA VER O QUE ESTA ACONTECENDO O PREFEITO ESTA DISPESANDO DINHEIRO VERBA FEDERAL>??? OBRE OLHO ???????

  • Renato Ribeiro Rondon | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PARA QUE O PREFEITO VAI EXECUTAR PROJETO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS? ORA PARA A ATUAL GESTÃO DA PREFEITURA O LIXÃO NÃO CUSTA NADA, E TAMBÉM, PORQUE NINGUÉM IMPORTUNA. A SEMA, QUE DEVERIA FISCALIZAR E PROPOR POLITICAS PARA O SETOR, É TOTALMENTE CONIVENTE COM OS LIXÕES EXISTENTES NO ESTADO DE MATO GROSSO. DEVOLVER DINHEIRO PARA UMA OBRA DE SANEAMENTO AMBIENTAL REVELA O TOTAL DESCOMPROMISSO DESSA GESTÃO MUNICIPAL COM A QUALIDADE DE VIDA DO POVO DE SORRISO.

  • wander luis de paula santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pertinente as colocações do senhor renato, só complementando dizendo que a conivência da sema em relação ao aterro sanitário de cuiabá é muito estranho, pois não há desculpas de ser uma cidade distante e também trata-se da capital do Estado, que têm recursos para fazer uma gestão exemplar nesta área de resíduos sólidos. Acho que o ministério público deveria investigar como pode o órgão ambiental liberar licença ambiental para um aterro que não é aterro, é um lixão. que acordo é este que faz passar em cima da legislação ambiental, como também, da questão técnica.Com a palavra o ministério público.

  • Daniel Moreira Neves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu gostaria de denunciar a situação do lixão de várzea grande. ele está localizado há uns 10 km na saída para cáceres, após o trevo do largato. lá têm de tudo, pessoas morando no local, inclusive crianças, lixo contaminados de hospitais, produtos de supermercado já vencidos e que são aproveitados pela pessoas que lá "vivem", animais mortos são jogados lá, etc. e tudo isso acontecendo na segunda maior cidade do Estado, localizada ao lado da capital e da sede da sema, que têm o papel de fiscalizar os municípios para que façam a correta destinação de seu lixo. Porque será então que a sema não está agindo em várzea grande? O promotor de justiça de várzea grande também deveria ser responsabilizado por não tomar as devidas medidas legais que o caso requer. O pior é que nenhum prefeito desta cidade deu prioridade para a questão ambiental, por isso continua essa situação vergonhosa do lixão.

Arsec concede reajuste; prefeito veta

alexandro adriano arsec 400   No último dia 22, a diretoria-executiva colegiada da Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec), presidida por Alexandro Adriano Lisandro (foto), aprovou índice de reajuste de 2,21% nas tarifas de água e esgoto. E...

Novo ensaio do privilegiado Neurilan

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto) transformou mesmo a AMM não apenas num cabide de emprego, mas numa entidade para, em alguns casos, atender a seus interesses pessoais. Ali, investido no cargo de presidente, inclusive já pelo quarto mandato, mesmo não sendo mais prefeito, ele se articula politicamente o tempo todo....

Dobradinha no Podemos pela reeleição

claudinei 400 curtinha   Eleito deputado na onda Bolsonaro, o delegado de Polícia Claudinei de Souza Lopes (foto) resolveu deixar o PSL e vai se abrigar no Podemos. Sonha com a reeleição. Sua estratégia é trabalhar o que se chama de dobradinha eleitoral com o deputado federal José Medeiros, especialmente em...

Valtenir atrai lideranças para o MDB

valtenir pereira 400   Mesmo sem mandato eletivo, o ex-vereador pela Capital e ex-deputado federal Valtenir Pereira (foto) continua se articulando nos bastidores, agora pelo fortalecimento do seu partido, o MDB. Ele está convencendo algumas lideranças a se filiar na legenda emedebista. Dois líderes são prefeitos...

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.