Últimas

Domingo, 03 de Janeiro de 2010, 08h:50 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Rumo a 2010

Pela reeleição, Sérgio explora caos na saúde

Fernando Ordakowski

Sérgio Ricardo usa "bandeira" da saúde, na condição de presidente da CPI, para reforçar seu projeto político

   Sempre à procura de mais uma "bandeira" de luta em cada ano eleitoral, o deputado Sérgio Ricardo lançou mais uma sacada, que começa a projetá-lo politicamente. Com seu estilo populista, ele assumiu a presidência da CPI da Saúde, instaurada pela Assembleia para levantar os repasses do Estado às prefeituras, principalmente às de Cuiabá e Várzea Grande, e apurar como estão sendo aplicados esses recursos. Era tudo que Sérgio queria para dar "combustível" a seu projeto de reeleição.

    A Comissão mal começou os trabalhos e Sérgio já apresenta números que expõem a saúde pública ao caos. Descobriu que cerca de 3,2 mil pacientes em Mato Grosso estão na fila de procedimentos cirúrgicos cardiovascular, de ortopedia, gastroenterologia, urologia, ginecologia e clínica geral. Tratam-se de pessoas que já possuem laudos médicos e prontuários, ou seja, estão devidamente reguladas para serem atendidas pelo SUS. Sérgio já fez visitas aos prontos-socorros de Cuiabá e de Várzea Grande e denuncia o que chama de caos. Defende até intervenção nessas unidades. Esteve também no antigo Hospital das Clínicas e propõe que o Estado o adquira para atender a demanda em Cuiabá.

   Repórter e apresentador de TV, Sérgio começou sua trajetória como vereador por Cuiabá pelo PMN. Teve passagem "relâmpago" pelo antigo PFL (hoje DEM), migrou para o PPS e hoje está no PR. Ocupa o segundo mandato de deputado estadual, perdeu para prefeito em 2004, virou presidente da Assembleia e ocupa atualmente cargo de primeiro-secretário da Mesa. Carrega no currículo o fato de ter sido governador por cinco dias e quase "abocanhou" o cargo vitalício de conselheiro do Tribunal de Contas. Só não foi nomeado ao posto porque o conselheiro Alencar Soares recuou do acordo de pedir aposentadoria prematuramente.

     Antes da saúde pública, já foi "bandeira" de Sérgio a campanha pelo gás natural. Hoje, com a decisão da Bolívia de suspender o produto para Mato Grosso, o deputado nem toca no assunto. Se mostra também defensor do rio Cuiabá, desenvolve campanha sobre soltura de alevinos nos rios. Ainda como vereador, combateu os radares no trânsito, o que costumava chamar de "indústria das multas". Agora, explorando o caos da saúde, Sérgio busca o terceiro mandato parlamentar, numa mistura de fiscalização com denuncismo.

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • ROBSON ANTUNES | Segunda-Feira, 04 de Janeiro de 2010, 12h44
    0
    0

    Sérgio Ricardo uso o nome de Deus em vão, usa até Deus pra atingir objetivos pessoais. Sérgio Ridículo dê meia volta...e vaza! Sua sorte é está no Brasil e dentro do mundo político...que só tem...........

  • PAULO RICARDO | Segunda-Feira, 04 de Janeiro de 2010, 09h02
    0
    0

    DIGO. SERGIO RICARDO SIM!! TRABALHA, TRABALHA, TRABALHA.. E TEM MUITO IDIOTA QUE NAO FAS NADA E NAO PARTICIPA DA POLITICA. E VC..S ESTAO FASENDO OQUE..?? NAO SABEM SE QUER FASER UMA CRITICA COM RESPEITO. SERGIO RICARDO SIM!! ESTE ESTA DO LADO DE DEUS, AI TBM COM AS PESSOAS MAS CARENTE. AGRADECO A DEUS POR TER ESTE POLITICO EM MATO GROSSO.ENTAO DIGO, SERGIO SIM!!! TENHO 60 ANOS DE IDADE E SEI OQUE ESTOU FALANDO, E TBM SOU DE MATOGROSSENSE. ASS:PAULO RICARDO

  • F L O R I S B E L O | Segunda-Feira, 04 de Janeiro de 2010, 08h37
    0
    0

    Dep. SERGIO RICARDO, tome cuidado com esse NEGOCIO de ´SAÚDE`. Voce pode estar dando um TIRO na Direção e Sentido não ANALISADO. A Bala pode voltar pra voce no ESTILO DE BALA PERDIDA. SABE PORQUE? A fila de mais de 3.000 pacientes contem procedimentos de ALTA COMPLEXIDADE que é obrigação do ESTADO, isto é, GOV.BLAIRO MAGGI E Agostinho MORO da SAUDE. Como que voce quer CULPAR unica e exclusivamente CUIABA E VARZEA GRANDE por ISTO? E não é na teta do Governo que voce gosta de ficar dependurado? VOU PAGAR PRA VER, VOCE BATENDO NO BLAIRO E NO MORO. Voce tem que pedir um HOPITAL PUBLICO ESTADUAL atendendo em todos os NIVEIS DE COMPLEXIDADE, um HOSPITAL INFANTIL PUBLICO ESTADUAL. Ai sim, voce estara bem intencionado. O resto é usar DESGRAÇA E A DOR DE TERCEIROS PARA SE FAVORECER. PENSE NISSO.......vamos aguardar.

  • Armando Fortes Tacada | Segunda-Feira, 04 de Janeiro de 2010, 08h30
    0
    0

    Ridículo mesmo é quando terminam as eleições, que ele tem que passar por algum lugar onde o povo está, ele passa por ali finjindo que está falando no celular, principalmente quando ele percebe que alguem quer pediar algum favor, ou mesmo fazer cobrança de algum serviço prestado ou entrega de material, no seu comitê eleitoral, além de demagogo é mau pagador, gente vamos arrumar uma forma de eliminarmos do pleito, políticos desse nype, e não esquecendo que o mesmo fez de tudo pra ir pru TCE, só não foi porque a casa do Riva deu uma ruida.

  • BECAO | Segunda-Feira, 04 de Janeiro de 2010, 08h18
    0
    0

    SERGIO NEM DEUS AGRADOU TODO MUNDO, MAS A VIDA É ASSIM MESMO, CONTINUE TRABALHANDO QUE A MAIORIA DO POVO RECONHCE SEU TRABALHO, EU JA TE DISSE VÁRIAS VEZES DE QUE NAO POSSO VOTAR EM VC PARA ESTADUAL, MAIS PARA QUALQUER OUTRO CARGO ESTAREI PRONTO PARA TE AJUDAR,

  • dime | Domingo, 03 de Janeiro de 2010, 21h33
    0
    0

    deveria se preocupar em ajudar as pessoas q de boa fe, instalaram o kit gas em seus carros usando o mesmo como palanque p se eleger a deputado, agora deixou a deus dara, isso mostra q ele naum tem nenhuma força politica muito fraco no relacionamento com blairo, quem vai pagar a conta da conversão dos carros ,q na media ficou em 4mi reais e agora esta sem o mesmo p abastecer,,,,e a taxa cobrada pelo detran p documentação do mesmo vai ser devolvida aos propriootariossssss......

  • Rodolpho da Silva | Domingo, 03 de Janeiro de 2010, 14h38
    0
    0

    Esse é um dos pessimos exemplos de politicos que os matogrossenses elegem, cai de paraqueda e vai para a imprensa e tem uma facilidade para ganhar eleições aqui, usa a desgraça dos pobres e desempregados, usa seus programas da Tv e do Rádio para mentir e ainda traz seus parentes e irmãos para ajudar nos programs que tem nos veiculos de comunicação e a punição que o povo espera que esses caras tem é "Virar Conselheiro do Tribunal de Contas" para ficar livres e defender as compras de votos as aprovações de contas com muitas irregularidade e o pior e que os miseraveis desdentados votam e ainda são coniventes com as mentiras desses politicos, é muito triste para as pessoas que tentam concorrer a um cargo politico já que os caras fazem campanha 4 anos e nas eleições os outros tem apenas 3 segundos para pedir um votinho. Acorda Povo Cuiabano, Matogrossense tá na hora de dar um basta nesses caras e outros mais....

  • PAULO ROBERTO.. | Domingo, 03 de Janeiro de 2010, 12h26
    0
    0

    demagogo, demagogo, ridiculo, ridiculo, pra ganhar campanha é so trabalhar, deixa de ser damagogo, falso, e ridiculo....

  • Benedito Dias | Domingo, 03 de Janeiro de 2010, 11h17
    0
    0

    Esse cara é um tremendo demagogo. Explorar a desgraça do pobre para viabilizar mais uma eleição. O povo deveria ficar antenado com politicos dessa natureza. O caos na saúde vem há muitos anos, quando que ele se manifestou em favor da saúde pública? Nunca. Agora vem falar que a CPI da Saúde vai até as últimas consequêcias. Duvido muito disso. Se a CPI descubrir algum fato que manche a administração do governo Maggi, ele vai ficar quieto. Esse deputado é subserviente ao Governo. Deputado pare de brincar com a saúde do povo. Essa CPI vai terminar em pizza, com sobremesa de marmelada.

  • toco1000 | Domingo, 03 de Janeiro de 2010, 11h06
    0
    0

    Muito boa a materia, desde o inicio,a CPI foi uma obra politica,até porque a visibilidade de Sergio Ricardo era a presidencia da CPI,só que no meu ponto de vista ele não se saiu bem, e não teve apoio,caiu de gaiato, vai pagar o preço por isso. A saúde continua a mesma coisa,os médicos responsáveis por tudo isso cairam foram,não se escuta mais falar do presidente do CRM, presidente do sindicato dos médicos,alias nem do secretário escutamos mais falar,a CPI não colocou nada em pratica para salvar as pessoas que continuam morrendo no PSMC.Sergio Ricardo daria certo na CPI,se le mostrasse mais atitude,perante aos doentes no PSMC,agora politicamente para o deputado reverter o caso,vai ter que trabalhar muito,derrepente a população mais necessitada acaba beneficiando com isso,ESPERO,OBRIGADO

Lei em Cuiabá veta cortar luz e telefone

misael galvao 400 curtinha   Seguindo exemplo de outros municípios, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), rejeitou veto do prefeito Emanuel e promulgou uma lei, que proíbe empresas de gás e concessionárias de serviço público de energia elétrica, no caso a Energisa,...

Visita a todos setores e agradecimento

domingos neto tce 400 curtinha   Numa demonstração de humildade e respeito aos servidores, o presidente do TCE Domingos Neto visitou nesta 4ª todo os setores do Tribunal para agradecer pessoalmente o esforço, dedicação e a contribuição de cada colaborador para que sua gestão do...

Equipe, foco e elogios ao governador

mauro carvalho 400 curtinha   Mauro Carvalho (foto), o número 2 do Palácio Paiaguás, faz questão de destacar que o governador Mauro Mendes está fechando o 1º ano de mandato sem promover uma única mudança no quadro dos 16 secretários, incluindo os que comandam a CGE e PGE. Entende isso...

Até Galvan quer o Senado pelo agro

antonio galvan 400 curtinha   A eleição suplementar ao Senado para início de 2020 começa a despertar interesse de diferentes setores. Só dos chamados representantes do agronegócio são pelo menos quatro possíveis candidatos. Até Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja Mato...

Sem elo com a servidora denunciante

abilio 400 curtinha   Sob investigação da Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá por causa de reincidentes casos de quebra de decoro, Abílio Brunini (foto), em nota, contesta o colega Juca do Guaraná, que divulgou imagens e afirmou que o vereador do PSC esteve no Hospital São Benedito e...

Goleada na cassação no TRE e no TSE

edson fachin 400 curtinha   No TRE-MT, em abril, a juíza aposentada e senadora Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, teve o mandato cassado por unanimidade. No julgamento do recurso da parlamentar no TSE, nesta terça, o placar também foi "elástico": 6 a 1. Somente o ministro Edson Fachin (foto) votou acatando o...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.