Últimas

Quinta-Feira, 07 de Fevereiro de 2008, 15h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

CONFRONTO

Petista critica protesto e sai em defesa de Lutero

  O vereador cuiabano Lúdio Cabral (PT) criticou o manifesto dos colegas vereadores contra o presidente da Câmara Lutero Ponce (PP) por este não ter publicado na Gazeta Municipal a mensagem que trata da redução do recesso parlamentar de 90 para 55 dias. O petista estava em seu gabinete no prédio do legislativo municipal e preferiu não participar da discussão. "Isso representa uma lambança política em que todo mundo perde", avalia. Segundo ele, de nada adianta esse tipo de protesto que classificou de "em cima da hora".

   Para Lúdio, se os parlamentares tinham realmente interesse na retomada das sessões nesta quinta (7) deveriam ter agido de outra forma. "Protestar não vai solucionar o problema. Teria de haver um encaminhamento formal", disse o petista. Avalia ainda que os parlamentares deveriam ter tomado essa iniciativa há dias e não justamente na data prevista para a retomada das atividades. "Independente do movimento a Câmara sofre mais um desgaste".

   De acordo com Lúdio Cabral, esse protesto visa a próxima eleição municipal. "Isso expressa disputa política e eu não vou entrar nessa disputa". Considera que houve um erro por parte da Mesa Diretora, mas julga incorreta a atitude dos seus colegas. Foi um recado aos vereadores rebeldes Edivá Alves (PSDB), Ivan Evangelista (PPS), Dilemário Alencar (PTB), Domingos Sávio (PMDB), Júlio Pinheiro (PTB) e Deucimar Silva (PP) - saiba mais aqui. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Antonio Cavalcante Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Êita vereadoresinhos sem jeito! Enquanto uns protestam por oportunismo ou conveniência, o outro, por conveniência e oportunismo protesta o protesto...

    O corporativismo dos vereadores sempre agiu em benefícios de uns, com a cumplicidade, omissão e covardia de outros.

    A persistir nesta linha da omissão dos covardes, logo mais teremos em Cuiabá a “Grande Caminhada” dos aproveitadores, brandindo a bandeira do “tudo pelo corporativismo dos corruptos”.

    Será a Caminhada para Comemorar a Vitória da COVARDIA e da OMISSÃO. Deste jeito estaremos todos perdidos, enfiados de ponta cabeça nesse lamaçal.

    Êita país sem jeito!

  • Antonio Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson eu li sua matéria, mas acho que o título não foi fiel ao texto. A matéria não apresenta em nenhum momento a “defesa do Lutero”. Li apenas e felizmente que um vereador propôs um debate de mais resultado para população nessa enxovalhada de equívocos e artimanhas.

  • SILVIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EU TAMBEM PROTESTO...

    VEREADORES, FAÇAM O SEU PAPEL QUE É REPRESENTAR A SOCIEDADE QUE OS ELEGERAM.

    FIQUEM ESPERTO AS ELEIÇÕES VEM AI.

  • Bernadete Maria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concordo que oportunistas sempre vão haver, inclusive quem faz uso deste espaço para comentários sem conteúdo, mais engraçado ainda é que quer estar lá dentro também...
    É duro querer aparecer a qquer custo, não é isso mesmo q alguem disse em um destes comentários acima?

  • rafael guedes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E brincadeira ne,pelo amor de deus vai trabalhar ludio,nunca vi um vereador fala tanta besteira ,e defender interesses proprios igual essa pessoa.vai trabalha e para de faze do posto do osmar cabral seu comite ,o ministerio publico deveria investigar melhor.esse verador a anos usa o serviço publico para se promovere ,e tem gente que fala que as vezes ele mata trabalho pra faze campanha ,abre o olhp wilsom tira esse homem do cabral e manda pro cpa1 ,sera sera tambem que o povo do cpa meresse essa bomba deus me livre.

  • José Vieira Jr, | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bacana a postura do Lúdio. Espero que ele continue assim. Não entre em jogo e armações políticas.
    Continue sendo o cara que dispensa verbas extras, que presta contas regularmente do seu mandato, que propõe e cobra desde o início a redução do recesso e trabalha sempre, cobrando e levantando projeto que obrigue a Câmara prestar contas também, inclusive do seu quadro de pessoal e de todos os gabinete.
    Insista no combate ao fisiologismo no nosso Cuiabá.
    Eu fico na esperança de que outras pessoas (mais especialmente prefeito, vereadores e até alguns comentaristas deste espaço) olhassem seu exemplo e o seguissem. Exemplo de coerência e de coragem, de ir contra o que está posto e escolher o que nem sempre é um caminho fácil. Nosso povo cuiabano merece isso.

  • Leonardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu me esforço em entender a maneira de cada pessoa que expõe aqui seu comentário, mas tem uns que realmente são estranhos, incompreensíveis.

    A situação vivida na Câmara dos Vereadores é que alguns de nossos representantes tentam se aproveitar da situação do Lutero somente com a intenção de ser o novo presidente da Casa .

    Quando surge algum vereador, no caso o Lúcio Cabral, que fala de forma coerente, que se os demais vereadores estivessem realmente preocupados com a retomada das sessões, expressariam da forma correta, sem politicagem.

    A cada dia que passa, a minha expectativa de que os cidadãos sejam mais politizados e saibam diferenciar as coisas, os projetos e os interesses, é cada vez menor. Até quando algum político fala/faz algo coerente, o que é uma raridade hoje, os cidadãos criticam, parece que preferem viver na balbúrdia.

  • ALCANTARA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Vereador Ludio foi coerente e etico nas suas colocacoes nao adianta alguns vereadores queimados perante os eleitores de Cuiaba quererem crucificarem o Lutero quando na verdade sao farinha do mesmo saco.

  • Ana Paula | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Edivá querendo trabalhar, é uma piada né??
    Concordo com o Lúdio, única figura equilibrada dessa "nobre" casa de Leis.Tudo é por causa da eleição, todos querendo aparecer.

Dal Bosco com 3 na disputa em Sinop

dilceu dal bosco 400 curtinha   Neste pleito eleitoral, a família Dal Bosco se dividiu em três grupos de apoio em Sinop, a chamada capital do Nortão. O ex-deputado estadual Dilceu Dal Bosco (foto) coordena no município e região a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro (PSD). O...

Tentativa de ser 1ª prefeita de Barão

margareth munil 400 curtinha   A candidata à prefeita de Barão de Melgaço, Margareth Gonçalves da Silva (foto), é tão conhecida nas ações conjuntas com o marido nas áreas da saúde e assistência social que está levando para as urnas a combinação do seu...

Froner segue com o vice de Gilberto

osmar froner 400   Osmar Froner de Mello (foto), escalado de última hora para a disputa em Chapada dos Guimarães, manteve de vice o mesmo que estava na chapa de Gilberto Mello (PL), o vereador Carlos Eduardo, que era conhecido como Carlinhos do PT e agora é do PDT. Froner e Carlinhos não têm afinidades...

Ministro Tarcísio rasga elogios a Fávaro

tarcisio 400 curtinha   O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas (foto), em vídeo de congratulações, só faltou pedir voto para Carlos Fávaro, senador interino que busca à reeleição e que completou 51 anos nesta segunda. Disse que Fávaro, com quem possui bom...

Vinicius e demagogia sobre salário

vinicius nazario 400 curtinha   Em Alta Floresta, o delegado de polícia Vinicius de Assis Nazario (foto), candidato a prefeito pelo Podemos, tem se apresentado como "o novo", prega honestidade, transparência e renovação, mas, em algumas pautas, nada diferente dos demais políticos. Uma de suas propostas, mais de...

2 candidaturas vetadas em Torixoréu

ines coelho 400 curtinha torixoreu   Em Torixoréu, de três candidaturas a prefeito, a Justiça Eleitoral já barrou duas, em decisão de primeira instância. O juiz da 9ª Zona Eleitoral de Barra do Garças, Douglas Romão, indeferiu o pedido de registro da candidatura do ex-prefeito e ex-deputado...