Últimas

Segunda-Feira, 03 de Setembro de 2007, 00h:51 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

3º CONGRESSO DO PT

Petistas aprovam candidatura própria para 2010

    Enquadrado pelo presidente Lula, o PT ensaiou um recuo tático, amenizou seu discurso sobre a candidatura própria em 2010 e fez um gesto na direção dos aliados. Depois de muitas negociações entre as tendências, o 3º Congresso do partido, encerrado neste domingo, em São Paulo, aprovou resolução política ambígua, que defende um concorrente petista à sucessão de Lula, mas, ao mesmo tempo, abre caminho para a construção de candidatura dentro da coalizão governista. De Mato Grosso, participaram oito delegados, cinco delegados ligados ao grupo de Serys Marly e de Jairo Rocha, presidentes do diretório estadual e do municipal de Cuiabá, respectivamente.

     O primeiro texto aprovado por unanimidade no encontro diz que o PT deve se colocar como "dirigente da condução do processo sucessório presidencial" e fala em preservar a coalizão, mas " sem esquecer a defesa intransigente" dos interesses do partido. Uma hora depois, porém, o presidente do PT, deputado Ricardo Berzoini (SP), pôs em votação um "adendo" à resolução, desidratando o teor de confronto com a base de apoio ao governo.

    A pedido do Palácio do Planalto e na tentativa de evitar um racha na aliança governista, os petistas encaixaram novo trecho na resolução sobre tática eleitoral. Apesar de manter o enunciado sobre a defesa da candidatura própria tanto nas eleições municipais de 2008 como na disputa presidencial, em 2010, o PT afirma agora que a decisão será submetida aos aliados como Lula queria.

"O PT apresentará uma candidatura a presidente a ser construída com outros partidos e, assim, formar uma aliança programática, partidária e social capaz de ser vitoriosa nas eleições de 2010 e impedir o retorno do neoliberalismo", diz o documento, que recebeu sinal verde do 3º Congresso.

    Lula havia pedido ao PT para não incluir a defesa da candidatura própria na resolução por avaliar que isso poderia desgastar ainda mais a relação com os aliados. Motivo: há, na base de apoio ao governo, outros pré-candidatos à sua cadeira, como o deputado Ciro Gomes (PSB-CE). Filiado ao PMDB, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, também pode entrar no páreo.

    Desobediência

    Apesar de ter cedido ao desejo do Planalto em relação à candidatura própria, o PT também deu estocadas em Lula Aprovou, por exemplo, o apoio ao plebiscito que discutirá a reestatização da Vale do Rio Doce. A companhia foi privatizada em 1997, no governo Fernando Henrique Cardoso, e Lula não queria que o partido se envolvesse na campanha pela anulação de sua venda. Do ponto de vista prático, a consulta não terá qualquer efeito. Trata-se, no entanto, de importante sinal político.

      Além disso, o PT também aprovou, a contragosto de Lula, resolução que apóia a descriminalização do aborto. O presidente já disse várias vezes que é contra o aborto. Embora o estoque de divergências entre Lula e o PT esteja abarrotado, um outro assunto que passou pelo crivo do 3º Congresso deixou o presidente animado: o apoio dado ao partido à proposta de Constituinte exclusiva para votar a reforma política. (Com Agência Estado)
   

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Dilmar ensaia disputa para federal

dilmar dal bosco 400   Todos os deputados estaduais querem buscar a reeleição, com exceção de Dilmar Dal Bosco (foto), que está no terceiro mandato. Integrante da nova Mesa Diretora da Assembleia, como primeiro-vice-presidente, e líder do Governo Mauro, Dilmar não esconde o desejo de disputar cadeira...

Com Covid-19 e frequentando a AL

paulo araujo 400   O deputado Paulo Araújo (foto), do PP, está com reinfecção pelo Covid-19 e, mesmo assim, continua frequentando o prédio da Assembleia normalmente, como se não tivesse contaminado. Na primeira vez que foi infectado pelo vírus, também fez igual. Colegas parlamentares e...

2 abstenções e briga pela 4ª Secretaria

silvio favero 400   Dois deputados se abstiveram na eleição da Mesa Diretora da Assembleia desta terça cujo votação foi secreta. Nos bastidores, os comentários são de que as abstenções foram de Sílvio Fávero (foto), que se lançou à disputa e, sequer, teve...

Petista, incoerência e voto contrário

ludio cabral 400   O petista Lúdio Cabral (foto), daqueles parlamentares do morde e assopra, na tentativa de marcar posição, expõe cada vez mais suas incoerências em votação na Assembleia. Na sessão que antecedeu a eleição para a nova Mesa Diretora, provocada pela decisão...

Projeto sobre VI na Saúde está na AL

gilberto figueiredo 400 curtinha   Já está na Assembleia, para votação dos deputados, o projeto do governo que garante retomada do pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 nas unidades hospitalares, ambulatoriais e...

2 desembargadores vão para TRE-MT

carlos alberto tj 400 curtinha   O Pleno do Tribunal de Justiça define, na quinta (25), em votação secreta e por videoconferência, dois desembargadores que comporão os quadros de comando do TRE-MT pelos próximos dois anos. O ex-presidente do TJ, Carlos Alberto Alves da Rocha (foto), é um dos inscritos...