Últimas

Quinta-Feira, 27 de Março de 2008, 17h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

EDUCAÇÃO

Petistas manobram para acabar com paralisação

  Alguns petistas ligados à educação do Estado passaram a agir nos bastidores no sentido de demover os educadores da greve geral deflagrada há 15 dias. Eles cruzaram os braços na luta por reajuste salarial. Acontece que o PT tem interesse em apaziguar os ânimos da categoria, pois a secretaria estadual de Educação está sob o comando de líderes do partido, como o deputado licenciado Ságuas Moraes e sua adjunta, a ex-deputada Verinha Araújo. Ambos pertencem à corrente Unidade na Luta, "capitaneada" pelos também deputados Carlos Abicalil e Alexandre Cesar.

   Segundo um professor da rede estadual de ensino, que preferiu não se identificar, a ex-diretora do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público do Estado (Sintep-MT) e hoje assessora de gabinete de Abicalil, Ivanildes Ferreira dos Santos, estaria telefonando para vários profissionais com a intenção de convencê-los a retornar às salas-de-aula. "O salário não dá para atender as nossas necessidades básicas. Enquanto isso, deputados estão comprando cadeiras a R$ 3 mil cada uma", critica o professor, numa referência às poltronas massageadoras adquiridas pela Mesa Diretora da Assembléia para proporcionar conforto a seus parlamentares.

    Greve

    Em alguns municípios, a paralisação é integral, como em Barra do Garças, Rondonópolis e Cáceres, segundo informa o movimento grevista. Há outros, porém, que não aderiram 100% da paralisação e existem até unidades educacionais que estão funcionando. A categoria reivindica o piso salarial de R$ 1.050 aos profissionais que possuem nível médio e R$ 1,5 mil aos de nível superior. Por sua vez, o governador Blairo Maggi (PR) propôs R$ 912 (médio) e R$ 1,3 mil aos servidores graduados.

  A proposta não foi aceita pelo Sintep, que anunciou mais um protesto para a próxima terça (1º). Nesta semana, os grevistas fizeram uma longa passeata no complexo do Centro Político Administrativo - leia mais aqui. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Leonardo Chaves de Moura | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Infelizmente, parece que os pertencentes à Corrente Unidade na Luta trabalham arduamente para desconstruir a dignidade do PT.

Sorriso tenta aval para conceder RGA

estevam calvo 400   A Prefeitura de Sorriso quer pagar RGA aos servidores, mas não encontrou até agora respaldo legal para assim proceder, considerando a Lei Complementar 173/2020 que, no contexto da pandemia, proíbe reajuste no salário de servidores federais, estaduais e municipais até 31 de dezembro deste...

Ambulância doada pela CBF para MT

Aron Dresch 400   O governo estadual recebeu doação de uma ambulância da CBF como forma de reconhecimento à dedicação dos profissionais da Saúde e dos serviços que estão sendo prestados durante a pandemia. O Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, foi escolhido para...

Fávaro, relatório e vacina sem Anvisa

carlos favaro 400   O senador mato-grossense Carlos Fávaro (foto), eleito na suplementar do ano passado, está comemorando a aprovação pelos colegas do seu relatório ao Projeto 1315/2021, que libera a importação de vacinas e insumos para o combate à Covid-19 no Brasil e sem depender do...

TRE intima deputado pra se defender

gilberto cattani 400   O TRE já citou o deputado Gilberto Cattani (foto) e o comando do PRTB para se manifestar sobre o pedido do suplente Emílio Populo, que quer a perda do mandato do recém-empossado por infidelidade partidária. O relator é o jurista Sebastião Monteiro. Cattani apresenta defesa na...

DEM tem derrotados em 2020 pra AL

anelise silva 400   Alguns filiados do DEM do governador Mauro Mendes estão se movimentando por conta própria, visando as eleições de deputado estadual no próximo ano, alheios ao comodismo do presidente regional do partido, ex-deputado Fabinho Garcia. Em Cáceres, por exemplo, dois são cogitados para...

Vereadores vão devolver a VI de abril

agostinho carneiro 400   Presidida por Agostinho Carneiro (foto), a Câmara Municipal de Ribeirãozinho, um dos menores municípios do Estado, com cerca de 2,5 mil habitantes, decidiu suspender o pagamento da verba indenizatória deste mês de abril de todos os seus nove vereadores. Com isso, os R$ 9 mil que iriam para o...