Últimas

Terça-Feira, 23 de Dezembro de 2008, 17h:18 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

RONDONÓPOLIS

Pichioni comanda Câmara; Ananias, 1º secretário

6 votos do PR são suficientes para eleger a chapa encabeçada pelo médico; Pátio terá oposição dura no Legislativo

  A bancada do PR de Rondonópolis, sob orientação do prefeito Adilton Sachetti, derrotado à reeleição, definiu o nome do médico Hélio Pichioni para presidir a Câmara Municipal pelos próximos dois anos, quando o município estará sob o peemedebista Zé do Pátio. Pichioni terá 6 votos, justamente os do PR. Há possibilidade dele cooptar mais dois. Independente disso, mesmo se houver empate, o republicano será eleito por ser o mais velho, conforme estabelece o Regimento Interno.

   Nas negociações de bastidores, o atual presidente do legislativo rondonopolitano Ananias Filho (PR) passa a ser o primeiro-secretário da Mesa Diretora. Sob ele ficará o controle de um duodécimo mensal que gira em torno de R$ 615 mil mensais. Os nomes para ocupar os outros três cargos serão definidos em reunião na próxima semana. Os parlamentares fecharam um pacto do silêncio para não deixar vazar essas informações à imprensa. O RDNews conseguiu, porém, "furar o bloqueio".

  Pichioni é médico e chega ao quarto mandato, desta vez com 3.273 votos. Da bancada do PR, que assegurou 6 das 12 vagas no legislativo, seu nome vem sendo cotado como cabeça-de-chapa desde outubro, assim que terminaram as eleições. Com habilidade, Pichioni acabou superando os também republicanos Mohamed Zaher e Olympio Alvis, que estavam de olho na cadeira de presidente.

    Uma vez eleito presidente, Pichioni se tornar o segundo nome na linha sucessória para assumir a prefeitura. Essa expectativa está sendo criada porque o prefeito diplomado Zé do Pátio enfrenta processo de cassação. Caso isso venha ocorrer, o município passaria por uma nova eleição e, durante o processo, o presidente da Câmara se tornaria prefeito tampão.

   Da base do prefeito Pátio só há um candidato à presidência da Câmara. Trata-se de Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (PMDB), que conseguiu atrair mais cinco colegas. O problema é que ele não consegue avançar além disso porque as outras cadeiras são ocupadas justamente por parlamentares do opositor PR, que já fechou acordão para eleger Pichioni. (Romilson Dourado)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ana Justa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Germano Souza Cruz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É muita prepotência ou burrice de alguns dizer que este ou aquele tá eleito para ocupar a Presidência de uma Câmara Municipal, ou que vai vingar este ou aquele acordo no sentido, pois se esquece que tanto os eleitores como os futuros eleitos tratam-se de políticos em quem se deve depositar pouquíssima confiança, seus votos são regidos pela sinfonia de várias notas de R$100,00.

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

DEM é "suprapartidário" em Cuiabá

wilson santos, 400 curtinha   Para uns, o DEM de Cuiabá se tornou "suprapartidário". Para outros, um partido de aluguel. Além de não ter cabeça de chapa para prefeito, o partido do governador Mauro e dos irmãos Júlio e Jayme Campos enfrenta uma situação inusitada de concorrentes...

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.