Últimas

Terça-Feira, 14 de Abril de 2009, 14h:47 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CÂMARA DE CUIABÁ

Pinheiro quer sabatina com Soares sugere até uma CPI

   Ex-presidente da Agência Municipal de Habitação, o vereador Júlio Pinheiro (PTB) usou a tribuna da Câmara de Cuiabá nesta terça (14) para cobrar a sabatina prometida pela Casa com o secretário de Saúde, Luiz Soares. O petebista argumentou que os vereadores e a população precisam de um posicionamento sobre a epidemia de dengue. Ao todo, já foram registrados 307 casos na Capital, sendo 41 de dengue hemorrágica. Quatro pessoas morreram.

    "O povo precisa de uma resposta urgente. Quero que o secretário nos explique o que está acontecento". Caso Soares resista em ser sabatinado, o vereador vai propor a instauração da CPI da Saúde. "Se ele (Soares) não der explicações, vamos estudar a possibilidade de instalar uma CPI da Saúde", defendeu.

"O povo quer resposta. O secretário
de Saúde tem de explicar essa
história de epidemia de dengue"

    O desespero por causa da epidemia de dengue e a confusão com as obras do PAC foram os principais assuntos em pauta na sessão ordinária. O vereador Francisco Vuolo (PR) pediu medidas efetivas de combate à doença e relatou seu drama pessoal. "Na semana passada, meu filho foi diagnosticado com dengue hemorrágica". Segundo Vuolo, o governo do Estado deve participar mais ativamente das ações para conter a epidemia. O vereador Domingos Sávio (PMDB) sugeriu ao prefeito Wilson Santos (PSDB) a limpeza dos terrenos baldios de particulares. Em contrapartida, o vereador propôs que a prefeitura envie boleto de pagamento pelo serviço aos contribuintes. "A prefeitura está deixando de ganhar dinheiro com isso. É só mandar limpar e depois enviar o custo aos proprietários", sugeriu.

"O meu filho foi diagnosticado
com dengue hemorrágica.
Isso não pode continuar"
reclama o vereador Vuolo

   Filho do presidente da Federação Mato-Grossense de Futsal, Francisco Xavier, à frente da entidade há mais de 30 anos, o vereador Éverton Pop (PP) subiu à tribuna para alertar que há 14 famílias morando no ginásio do bairro Lixeira. "Homem e mulheres dividem o mesmo banheiro. Crianças vivem em meio a larvas do mosquito da dengue", denunciou. Segundo o vereador, também há famílias morando no ginásio do bairro Quilombo. "As federações de Cuiabá estão promovendo jogos em Várzea Grande porque não há como retirar as famílias dos ginásios", apontou. Para Pop, apenas o ginásio Verdinho é usado pela população para prática esportiva. "Em Cuiabá, só este ginásio serve à população. Ainda bem que a comunidade da Grande CPA utiliza o espaço e dá a oportunidade para que os moradores de todos os outros bairros da Capital também desfrutem do local".

   O parlamentar vai se reunir nesta terça à tarde com o presidente da Agência de Habitação, João Emanuel Moreira Lima (PP), para propor que a prefeitura pague ao menos três meses de aluguel a cada uma das famílias que estão nos ginásios. "Precisamos tomar uma medida urgente para tirar as famílias desta triste realidade e evitar novos casos de dengue".

   Membro da Comissão Especial instituída para percorrer as unidades de saúde da Capital, o vereador Toninho de Souza (PDT) informou que a fiscalização dos hospitais será retomada nesta quarta (15) em função da epidemia de dengue. "Com esse surto, temos que retomar os trabalhos e verificar como está o atendimento da população que recorre aos hospitais públicos, principalmente no caso de pacientes acometidos pela dengue". Líder do prefeito na Câmara, o vereador Paulo Borges (PSDB) rebateu as críticas. Alegou que o maior índice de focos de dengue foi registrado dentro dos domicílios e em terrenos baldios de particulares. "A população tem que se sensibilizar e ajudar a prefeitura a conter a dengue, pois sem a participação da sociedade não há como superarmos isso". (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • valmir molina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Para de graça Julio Pinheiro,quando você era verador não assinou a CPI da Chica Nunes,agora quer dá uma de bom.
    Ao verador Toninho de Souza uma idéia para a comissão,começe investigar as famosas casas de apoio,verdadeiras moedas de troca de vários deputados.

  • Paulo Mattos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É realmente preocupante o problema da dengue em nossa cidade, inclusive com a ocorrência de casos fatais. Mas é necessário que todos tenhamos a convicção de que também somos responsáveis, e muito responsáveis pelo alastramento dessa doença, sem que, no entanto, descartemos a responsabilidade de nossos poderes públicos.
    Para começar, uma parcela de nossa população é completamente alheia aos cuidados essenciais e necessários ao combate à epidemia: não fiscaliza sua própria casa, deixam garrafas, panelas, baldes e outros recipientes expostos ao armazenamento de água, gerando assim criadouros dos mosquitos; não armazena convenientemente o lixo, permitindo a existência de criadouros: não exige de seus vizinhos procedimentos que inibam a criação de focos desses mosquitos. Enfim, não se procupam com o alastramento da doença, a não ser quando esta atinge um de seus familiares.
    Por outro lado, o poder público, principalmente a Prefeitura Municipal e a Câmara de Vereadores, demoram na adoção de medidas eficazes de combate à criação dos mosquitos com consequente contminação de áreas que deveriam estar sob a vigilância desse mesmo poder. Os donos de terrenos baldios tem de ser formalmente responsabilizados pela irresponsabilidade em permitir que seus espaços físicos sejam focos de criação de mosquitos da dengue. Se possível, tais áreas devem ser desapropriadas pela Justiça em face da irresponsabilidade de seus proprietários.
    Em resumo, todos devemos ser ferozes na luta contra o mosquito da dengue e contra a própria.
    Quanto a Júlio Pinheiro, seria muito melhor ele contribuir com o esforço que vem sendo realizado para exterminar a epidemia e deixar de agir politicamente propondo uma CPI que em nada contribuirá para a pretensão de todos: o extermínio da dengue. Não há porque Luiz Soares recusar-se a dar explicações aos nobres e atuantes (?????) vereadores, mesmo porque se trata de um dos melhores secretários da incompetente segunda administração de Wilson Pinóquio Santos.

  • Paulo Ricardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    è interessante como certos cidadãos, como é o caso do funcionario do Gabinete de um vereador PSDB, cuja sua mulher é gerente de um Centro de Saúde de Cuiaba, sai em defesa do Secretario de Saúde, que diga-se de passagem nomeou sua esposa para a função. Chega de hipocresia, atirar no secretario de saúde atinge diretamente sua mulher. Para com isso rapaz...

  • Dicão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O problema da dengue em Cuiabá é uma triste constatação de mais uma imperícia administrativa do atual prefeito e seus secretários.

    Gastar dinheiro com a mídia para dizer que está tentando combater a dengue é mais uma atitude irresponsável.

    O prefeito teria que ter pulso para acabar com os terrenos baldios, verdadeiros lixões. De que adianta cuidarmos de nossas casas se a prefeitura não faz sua parte.

    A especulação imobiliária em Cuiabá destruiu e continua destruindo o futuro dessa cidade e estranhamente ninguém faz nada. Será que esses terrenos são das pessoas que estão no poder???

    Enquanto pessoas morrem, o prefeito vai a televisão dizer que o PSDB é competente para governar. São 16 anos que essa turma está no poder. São 16 anos de INCOMPETÊNCIA visível.

  • 0kM.com | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que foi julio pinheiro pegou doença da honestidade???? a epidemia é de dengue, não de honestidade!!!!!

  • Joaõ - SMS POrto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não acredito que existam pessoas que não vejam que a culpa desta calamidade se chama Luiz Soares, nunca a Saúde de Cuiabá esteve tão ruim como se aprsenta agora, o Prefeito está errando em deixar esse mal educado e incompetente nessa pasta

Prefeito cuiabano vira saco de pancada

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto), que busca a reeleição e havia iniciado a campanha como grande favorito, inclusive com expectativa de ganhar no primeiro turno, se transformou em saco de pancada. Além de Abílio Júnior que o critica e ataca o tempo todo, o que acabou o...

Dal Bosco com 3 na disputa em Sinop

dilceu dal bosco 400 curtinha   Neste pleito eleitoral, a família Dal Bosco se dividiu em três grupos de apoio em Sinop, a chamada capital do Nortão. O ex-deputado estadual Dilceu Dal Bosco (foto) coordena no município e região a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro (PSD). O...

Tentativa de ser 1ª prefeita de Barão

margareth munil 400 curtinha   A candidata à prefeita de Barão de Melgaço, Margareth Gonçalves da Silva (foto), é tão conhecida nas ações conjuntas com o marido nas áreas da saúde e assistência social que está levando para as urnas a combinação do seu...

Froner segue com o vice de Gilberto

osmar froner 400   Osmar Froner de Mello (foto), escalado de última hora para a disputa em Chapada dos Guimarães, manteve de vice o mesmo que estava na chapa de Gilberto Mello (PL), o vereador Carlos Eduardo, que era conhecido como Carlinhos do PT e agora é do PDT. Froner e Carlinhos não têm afinidades...

Ministro Tarcísio rasga elogios a Fávaro

tarcisio 400 curtinha   O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas (foto), em vídeo de congratulações, só faltou pedir voto para Carlos Fávaro, senador interino que busca à reeleição e que completou 51 anos nesta segunda. Disse que Fávaro, com quem possui bom...

Vinicius e demagogia sobre salário

vinicius nazario 400 curtinha   Em Alta Floresta, o delegado de polícia Vinicius de Assis Nazario (foto), candidato a prefeito pelo Podemos, tem se apresentado como "o novo", prega honestidade, transparência e renovação, mas, em algumas pautas, nada diferente dos demais políticos. Uma de suas propostas, mais de...