Últimas

Quarta-Feira, 27 de Maio de 2009, 07h:42 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

RUMO A 2010

Pinheiro usa cargo de dirigente do PR para tirar proveito

 Fernando Ordakowski
Clique na imagem para ampliação
Pré-candidato a deputado pela maior sigla do Estado, Emanuel Pinheiro, secretáiro-geral do PR-MT, já capitaliza para si bônus eleitorais de suas visitas aos municípios e tem cooptado aliados estratégicos

  O ex-deputado Emanuel Pinheiro está se utilizando de um trunfo que o ajuda a colocar em vantagem sobre os demais pré-candidatos do PR à Assembleia Legislativa. Como secretário-geral da Executiva do partido no Estado, ele vem percorrendo os municípios com discurso de reforçar as bases da legenda e prepará-la às eleições gerais de 2010. Por trás disso, Pinheiro tem conquistado cabos eleitorais. Ele já percorreu 14 municípios e quer atingir a todos os 141.

   Enquanto o presidente Moisés Sachetti se concentra mais no escritório regional em Cuiabá, Pinheiro assume as rédeas e se articula em nome da maior agremiação partidária de Mato Grosso, que possui 33 prefeitos e 18 vice, 229 vereadores, 6 deputados estaduais e 2 federais e mais a cadeira de governador. Em cada município por onde passa, ele faz discurso e conjecturas, desenha cenários e sinaliza para composições políticas. No fundo, tira vantagem do cargo de dirigente do PR. Em Várzea Grande, por exemplo, Emanuel Pinheiro conta com apoio fechado de quatro secretários a sua pré-candidatura. Ele já foi vereador por Cuiabá e tentou, sem êxito, cadeira de prefeito. Foi militante histórico do extinto PFL (hoje DEM). Teve passagem relâmpago pelo PDT, ante aderir ao PR.

  A legenda republicana pretende lançar 25 candidatos a estadual. Dos 6 que ocupam cadeira na AL, quatro trabalham a reeleição: João Malheiros, Wagner Ramos, Jota Barreto e Sebastião Rezende. Mauro Savi sonha com vaga de deputado federal, enquanto Sérgio Ricardo alimenta expectativa de disputar o governo estadual, mesmo enfrentando resistências internas, ou ainda de ter o nome indicado para o cargo vitalício de conselheiro do TCE. Se nenhum dos dois planos se efetivar, o ex-presidente da AL buscará nova reeleição.

  O vereador cuiabano Francisco Vuolo será um dos candidatos republicanos a estadual pela Baixada Cuiabana. Por enquanto, o PR conta com 12 pré-inscritos. Três ex-prefeitos estão na lista: Ezequiel Ângelo da Fonseca, de Reserva do Cabaçal, ex-presidente da Associação Mato-Grossense dos Municípios e que hoje atua como diretor da secretaria estadual de Educação; Lincon Sargin, de Torixoréu e que já foi deputado (91/94); e Valmir Gusi, de Conquista D´Oeste. O ex-vereador e hoje vice-prefeito de Alta Floresta (Nortão), Luiz Antonio, também será candidato, assim como o presidente da Câmara de Nova Xavantina, Manoel José da Silva, o Branquinho.

   Sem majoritária

   O esforço dos republicanos é de ao menos manter a bancada na Assembleia, composta hoje por seis deputados. Será uma missão difícil, principalmente pelo fato do partido, mesmo com apenas dois anos de fundação, já enfrentar desgaste por estar no poder, sob o governador Blairo Maggi, que renuncia ao mandato em dezembro deste ano. Corre-se o risco de sofrer debandada. Além disso, o PR não vive expectativa de poder com candidaturas majoritárias. Ainda bate cabeça sobre quem lançar para governador e também ao Senado. O próprio Maggi defende o nome de Silval Barbosa, que é do PMDB, como candidato ao Palácio Paiaguás.

(9h24) - Jamais faria esse tipo de promoção pessoal para tirar vantagem, diz Pinheiro

  O secretário-geral da Executiva do PR, ex-deputado Emanuel Pinheiro, nega que esteja se utilizando das visitas aos municípios para reforçar sua pré-candidatura a estadual. "Esse trabalho não se configura promoção pessoal. Jamais faria isso. O objetivo é fortalecer o PR e buscar a restruturação da base partidária". Segundo ele, essa foi uma deliberação da Executiva e as agendas, além de serem definidas antecipadamente, começaram a ser cumpridas em companhia de deputados. Pinheiro observa que não representa sozinho o comando do PR nas reuniões. Ele cita como exemplo sua passagem por Poconé, quando esteve acompanhado do deputado João Malheiros. O parlamentar também estará junto com Pinheiro num outro encontro interno, desta vez em Nossa Senhora do Livramento.

   De acordo com o secretário-geral, todos os deputados, pré-candidatos e outros filiados que quiserem acompanhar a agenda do partido nos encontros podem ficar à vontade. Segundo ele, sua atuação é em nome do PR e busca reaproximar a direção estaual dos municipais. Em alguns, quem comanda as reuniões é o presidente Moisés Sachetti. "Jamais tiraria proveito pessoal da condição de estar no cargo de secretário-geral. Não seria ético de minha parte". Pinheiro afirma ser político, ter compromisso partidário e observa que começou um fase experimental de visitar as regiões acompanhados de deputados e, assim, continuará fazendo. "Se, por acaso, algum deputado entender que esse trabalho não está correto, eu desisto. Não se busca aqui qualquer tipo de vantagem ou privilégio, a não ser o compromisso partidário". Sobre sua pré-candidatura, Emanuel Pinheiro enfatiza que não há qualquer definição nesse sentido, já que é necessário aval do partido. "Posso nem ser candidato se o PR entender que será melhor permanecer com a missão que eu desenvolvo hoje".

Postar um novo comentário

Comentários (17)

  • zeca | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • TOTONHO PICANÇO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Milton Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Carro chefe para fortalecimento do PR, sem dúvidas foi Blairo, todos acreditaram em um projeto polìtico de longo prazo, infelizmente o Governador está na iminência de abandonar mais uma vez seus companheiros!
    Politicamente Blairo é uma incógnita! ao mesmo tempo que tentou destruir a classe política, buscou fortalecimento administrativo, negociou sob seu prisma uma Governabilidade serena.
    Agora, virem-se...cada um proucure seu rumo
    Será essa a imagem do Politico e administrador Blairo que ficará nos anais da Politica de Mato Grosso?

  • fernando gonçalves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bom na minha opinião ,Politica e articulação agora eu fico em dúvida se o Emanuel Pinheiro tenha condições de mater essa arquitetura isso e se vai conseguir estrutura até as eleições para chegar lá.
    Agora quanto ao Sérgio Ricardo , se a copa vir para Cuiabá e ele mais que rápido trocar de sigla partidária , agurdem...

  • mario apolinato de alencar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    INVEJA É ISTO QUE ESTE INFORMANTE TEM DE VOCE EMANUEL, ELE VE QUE ONDE VOCE CHEGA E QUERIDO E ELE MESMO NO PODER SO CONSEGUIU CHEGAR LA PORQUE TAVA NA TETA DO MAIORAL, AGORA ELE VAI TER QUE SE VIRAR SOZINHO., MAS O POVO VAI SABER DAR O TROCO NELE., ELE CONTINUA SENDO O MESMO TRAIRA DE SEMPRE., MAS A CASA DELE
    VAI CAIR UMA HORA., AI NOS VAMOS RIR DESTE SUJEITO. VOU MANDAR UMAS DICAS. ESTAS SIGLAS DIZEM MUITO... V.L.C.F.

  • paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    romilson no norte aragua tera candidato a deputado estadual tambem são 15 municipios e confresa sai na frente ate por que tem 15 eleitor e la tem o nome do ilario tavares como pre- candidato

  • paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    romilsom e 15 mil eleitor

  • JEDAE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O PR JÁ COMEÇOU SUA CAMINHADA RUMO AO FIM! COM A SAÍDA DE MAGGI, A SIGLA NÃO TERÁ VIDA LONGA. ESTE PARTIDO NÃO ERA GRANDE E SIM INCHADO! AQUI QUASE TODOS NUNCA GOSTAM DE FICAR NA OPOSIÇÃO, PINHEIRO É UM DELES! JAIME CAMPOS QUANDO GRITA, SABE QUE MAGGI VAI TE DAR MAIS ALGUNS CARGOS! O MAGGI HOJE É REFEM DO RIVA E DOS CAMPOS! QUE NÃO ME DEIXA MENTIR O CASO CAMPOS NETO FILHO SOBRINHO BISNETO DA SILVA! ESSE MESMO DA NOVA CAPITANIA HEREDITÁRA!

  • antonio carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    quem tem coragem de dizer,que todos eles são homem honesto,que estão na politica porque quer ajudar a sociedade...esses caras
    são na verdade, ums morcegos da sociedade, uma cambada de mal carater,o cancer que doi a alma,que maltrata, eles usa o homem como gado, cachorro viralata..!!
    (a vontade que tenho é de cortar a mão de kada politico que passa a mão...)safados.

  • homero pereira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse tal de Nenel sempre foi um oportunista, usou o Pdt e sua amizade com o Wilson para benificiar a si proprio e familiares.
    Na realidade ele deveria é explicar o rombo de um milhão e quinhentos mil da SMTU, de conhecimento publico, até hoje ninguem sabe onde foi parar a quantia e o prefeito se faz de surdo e mudo.

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.