Últimas

Sexta-Feira, 18 de Julho de 2008, 08h:38 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

EDUCAÇÃO

Piso de professor não pode ser inferior a R$ 950

  A maioria dos municípios de Mato Grosso já paga um piso salarial superior ao estipulado pela Lei 11738, sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que determina o valor mínimo de R$ 950 para professores da educação básica por uma carga horária de 40 horas semanais. É o que garante o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, José Aparecido dos Santos, o Cidinho. Para ele, a política de valorização dos professores não é um problema enfrentado no Estado.

  “Essa lei vai ser complicada no Nordeste, onde os professores ganham muito abaixo do valor estipulado. Aqui em Mato Grosso, a maioria dos municípios já paga um salário maior do que R$ 950”, diz Cidinho.

   De acordo com a nova lei, que cria a base salarial dos professores de educação básica, os Estados e municípios devem arcar com 2/3 do valor da diferença entre o que é pago atualmente e o que foi estipulado pelo governo federal. O restante será repassado pela União.

  Cidinho cita ainda os repasses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), feitos pela União e constituídos por 20% de um pacote de impostos e transferências constitucionais de estados e municípios e de uma parcela de complementação da União. Ao menos 60% dos recursos do fundo são usados no pagamento dos salários dos professores.

  Cuiabá

  Os professores da rede municipal de ensino da Capital já recebem seus salários acima do piso previsto na nova lei. De acordo com a prefeito Wilson Santos, o subsídio pago a professores é de R$ 1.073,00 por 20 horas semanais. Se o contrato for de 40 horas/aulas, o salário sobe para R$ 2,1 mil. (Flávia Borges)

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • marilce aparecida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Qdo será que o prefeito de Várzea grande vai acordar , e repassar a classe de professores, esse valor salarial que é obrigatório. Será que o Sindicato está de olho:?

  • Thomé | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso é muito bom, o paíz se preocupando com os professores, pricipalmente em algumas regiões do Brasil que o salario é vergonhoso, mas ainda falta muito, alem das reinvindicações dos professores, temos as nossas crianças, que não tão na escola e sim assaltando e matando, pessoas que lutam dia a dia para ter o pão na mesa, crianças essas que ficam protegidas por uma lei muito bonita, mas burra, todos nós estamos cansados disso, uma solução seria escola em periodo integral para essas crianças, com médico, alimentação, esportes, etc...a criminalidade infantil não acabaria, mas garanto que 90% dominuiria; mas os nossos politicos querem um eleitor pouco esclarecido não é?

  • CARLOS ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VALORIZAR O PROFESSOR É SEM DÚVIDA MUITO IMPORTANTE, MAS MUITOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO PRECISAM SE RECICLAR, E ENTENDER QUE SEXTA FEIRA TAMBEM É UM DIA ÚTIL DA SEMANA.!

  • Benedito Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Com certeza o prefeito Wilson Santos sabe valorizar esta classe que sempre foi marginalizada e deixado de lado sem o menor dos investimento, eu me lembro de quando o professor trabalhava 40 horas para ganhar 850,00 hoje a classe já esta ganhando mais. Mais pode melhorar um pouco mais, para estes profissionais poderem se reciclar e se especializar. E a nossa comunidade escolar só tem a ganhar, saindo dos marcadores estatístico negativo, para um resultado positivo.

  • Mariana Alves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ha poucos dias atraz,assiti uma reunião da Diretoria do SINTEP-VG, com o candidato a Prefeito Julio Campos,dos Democratas,e ouvi dele o compromisso que vai implantar o teto constitucional e legal de 950,00 para os professores da rede municipal de ensino de Várzea Grande, e que dentro das possibilidades da receita e da Lei de Responsabilidade Fiscal poderia até atingir futuramente o salário de R$l.050,00,que é a maior revindicação da nossa categoria. Eu que sempre gostei do PT, e votei nos seus candidatos, estou agora convecida que o candidato tido como de direita Julio Campos, será o melhor para a Educação de V.G. que o atual Prefeito Murilo, e seu Vice Nico Baracat, que nestes 4 anos,nos trataram a pão e agua.Tenho certeza que a Prefeitura de V.Grande,pode pagar agora os 950,00 e não ficarmos esperando,o Julio Campos, ganhar ou não as eleições para sermos valorizados.

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...