Últimas

Quinta-Feira, 20 de Março de 2008, 09h:50 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

POLÊMICA

Pitaluga cancela R$ 1,9 mi em projetos culturais


O recém-empossado secretário de Cultura, Paulo Pitaluga

   O novo secretário de Estado de Cultura, Paulo Pitaluga, vem polemizando o setor. Ele manteve a decisão de cancelar mais de 100 projetos culturais aprovados em 2007, somando um total de R$ 1.956.787,00, conforme já havia antecipado o RDNews no último dia 10 - clique aqui e leia mais.

   Pitaluga não tem amenizado nas críticas sobre a atuação do Conselho Estadual de Cultura no ano passado e, dando continuidade ao radicalismo, aprovou “ad referendum” o Calendário de Reunião ordinária do Conselho para 2008, e ainda nomeou as Comissões das Câmaras Temáticas, sem o consentimento dos conselheiros.

   Também já fez mudanças no quadro de funcionários da Secretaria, exonerando principalmente aqueles mais próximos do ex-secretário adjunto, Toco Palma, que também já não está mais na Cultura. Toco agora é assessor da pasta da Educação. Mas, apesar de todas essas ações polêmicas, Pitaluga aprovou, cinco dias depois da abertura do PROAC-2008 (edital que dita critérios para elaboração dos projetos e abre as inscrições), quatro projetos, somando quase R$ 500 mil, para realização do Auto da Paixão.

    Entre os mais de 100 projetos culturais cancelados, os de maiores valores são: "Cultura Mato-Grossense Além Fronteiras", proposto por Carlos Romeu Rodrigues Medeiros, orçado em R$ 120 mil. Outro projeto no mesmo valor é do proponente Joéverton Silva de Jesus, com o nome de "Caravana a Cor do Mato". Na área da música, o projeto de Carlina Jacob, para gravação do CD José Rabello Leite no valor de R$ 70 mil, não escapou da furia de Pitaluga.

   Confira abaixo quais projetos foram cancelados:

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Paula Assis | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse senhor esta me surpreendendo de maneira positiva e mostrando q a coisa deve ser moralizada mesmo. Sou produtora cultural de Nortelândia e nunca tive um misero projeto aprovado no valor de 6 mil reais. Ta na hora de olhar pros pequenos da cultura. Parabens pelo pulso firme e gestão coerente.

  • Zeca Mendes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    oia moço, num vão cancelar os do novo conselheiro do tribunal de contas? aquele violeiro????

  • Nilton Moisés | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    As pessoas não entendem o processo pensando: Poxa que legal!Agora chegou minha vêz.Nada disto seus bobos.O fundo agora é dos políticos, para a classe vai sobrar migalhas.
    Este fundo que a cultura lutou pra burro para conquistar está nas mão dos "homens"!
    Tudo tem história e a vaca vai para o brejo com estas decisões.....aliás, reforçar alguns membros do conselho é absurdo.Certo é analisar o que ocorreu realmente em 2007.Porque tanto medo? Tanta precaução?
    Nortelândia, este conselho é do interior, reclame para eles?
    E mais, qual a competência da tal; da camera??? Quem o sr Paulo está escolhendo e como?
    Virem-se, a cultura agora é deles!

  • Roberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    garanto que de Henrique e Claudinho e Pescuma, foram aprovados!!! como todo ano é!!!! e não é pouco não!!! Romilson, vc deveria publicar os quais foram aprovados com os respectivos valores

  • Silvia Arantes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Para mim o sr. Nilton Moisés está sendo simplista e preconceituoso pq essee negocio que agora a verba é dos políticos não procede. Tenho acompanhado as dicussões da area e sei que os pequenos serão valorizados e como disse Maggi chegou a hora de dar estimulo a quem ta começando. Acho que o caminho é esse e o secretário não está sendo político, pq se fosse não anularia nada, ia ficar enrolando o povo.

    Silvia de Poconé

  • iracildo batista medeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concordo com um leitor: Sr Ronilson publique os aprovados!
    que pequenos e que criterios serÃo esses?
    como num vai ser só politico se a escolha dos conselheiros é politica? cultura e esporte só fica com migalhas:
    "sob a capa da cultura e arte se esconde as maiores vilanias!"
    Herman Hesse
    Agora, isso é no mundo todo num é so em mato grosso naum!

  • Querencio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Discusões...em que área? Cultura? Ah tem dó de mim q fico lendo estas baleras.
    Não se discute mais nada. Se impõe e com muita demagogia.Quero saber das tais cameras? devia, ser camera de verdade, de TV. Que são estes tais técnicos?Quem é o patrão deles? Quem concorre as próximas eleições?
    E mais, cade os aprovadinhos por baixo do pano?Aqueles dos deputados? Vamos lá Romilson. Começou? acaba!
    Pelo visto é sacrificar uns, para mostrar trabalho.Tudo sem a mínima avaliação.Imperialismo declarado.
    Quero ver como o Sr. Paulo vai fazer com todos os convidados de sua posse?Sala lotada eim?

  • D.Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vindo de onde veio, resta-nos acreditar que Paulo fará jús ao nome que herdou, da inesquecível d. Adélia e do sr. João Bem Dias, além de Clóvis, Ilza, Horminda e demais familiares. De fato, o setor cultural está necessitando de uma remoçada, valendo lembrar que tudo o que se faz em Mato Grosso e pelo Brasil afora, tem sempre algo a ver com aquela questão afetiva, onde os amigos tem prioridade, seja em que setor institucional fôr. Fugir desse rótulo é dever de Paulo Pitaluga e devemos ter essa crença. Taí o falecido e inestimável dr. Clóvis Pitaluga que não nos deixa mentir, acerca desse sobrenome.

  • JOASSIS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Muito bem secretario; Só que tem que ver até que ponto uma gravação de cd é Cultura ou meio economico dos compositores e cantores. Fazer festa é cultura? Vamos analisar e aplicar melhor os recuros.

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

Câmara chama secretária para vaga

chico 2000 curtinha   Após a destituição de Ralf Leite (MDB) da vaga de Chico 2000 (foto), licenciado, por força de decisão judicial, a Câmara de Cuiabá convocou a primeira suplente Luciana Zamproni (MDB) para assumir mandato temporário no Legislativo, menos de 30 dias. Ela atua como...

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.