Últimas

Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2008, 15h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

ARTICULAÇÃO

Pitaluga deve ser confirmado na pasta da Cultura

   O ex-secretário-adjunto da Casa Civil, advogado e historiador Paulo Pitaluga, deve ser o novo secretário de Cultura do Estado, em substituição a João Carlos Vicente Ferreira. Ele já recebeu convite do governador Blairo Maggi. O anúncio oficial será feito na próxima semana junto com outras quatro mudanças no primeiro escalão. Por enquanto, Maggi não confirma nomes, sob alegação de que precisa fazer "alguns ajustes" na equipe que compõe ou que integrará o staff.  Alega também que depende ainda de entendimentos técnicos e partidários para fechar o quebra-cabeça.

    À medida que cresce a chance de Pitaluga se tornar secretário, enfraquece o poder de lobby do adjunto da Cultura, Toco Palma, filho do ex-prefeito de Cuiabá, Rodrigues Palma, atual adjunto de Indústria, Comércio, Minas e Energia. Ele se articula nos bastidores e tem buscado até respaldo político na expectativa de convencer o governador a nomeá-lo à cadeira como titular. Um secretário de Estado ganha R$ 11 mil mensais. Ao todo são 22.

  Pitaluga é uma escolha pessoal do governador, mas seu nome ganhou respaldo graças ao empurrão do atual diretor-geral do Dnit, Luiz Pagot. Ambos atuaram juntos quando o ex-trator do governo Maggi conduziu a pasta da Casa Civil. Paulo Pitaluga carrega vasta experiência na vida pública. Já foi secretário de Fazenda no governo Júlio Campos e, antes, presidiu a extinta Turimat. Professor universitário, ele comandou o Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso, do qual também foi secretário por 20 anos. Possui uma das melhores bibliotecas sobre o Estado e tem 21 livros publicados. Para o meio cultural e acadêmico, "trata-se de alguém com bom perfil e conceituado".

Postar um novo comentário

Comentários (16)

  • adalberto de souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mato Grosso hoje é um Estado moderno, onde o Governador Blairo Maggi tem sabiamente escolhido seus assessores mais diretos optando pelos mais técnicos inovando no quadro matogrosse apesar de pedidos e pressões políticas de todos os lados, umas absurdas, outras interessantes.Acredito que o Sr Governador saberá escolher entre os mais novos(chega de continuismo)aquele

  • carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    se o sr for alvaro escolfaro do clube dom bosco nao vale parafazercomenteriode ninguem porque olha o exemplo de adm. do clube sem comentarios .coitado
    a 20 esse senhor eo maior sanquessuga do dinheiro ds torcedores ilustre do dom bosco

  • Alberto Bicudo de Novaes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho que o Pitaluga é o melhor nome. o Toco é imaturo e deve aprender mais.

  • Edivaldo Hernandez de Sá | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PITALUGA PINTOU E BORDOU NO BEMAT, CONFORME A IMPRENSA SEMPRE NOTICIOU. JÁ DEU SUA "COLABORAÇÃO" AO ERÁRIO PÚBLICO. SERÁ QUE A TCHURMA DA BOTINA NÃO CONSEGUE ENCONTRAR UM NOME NOVO E DE PREFERÊNCIA À ALTURA??? O PT, POR SUA VEZ, QUER EMPLACAR O MAESTRO. MEU DEUS, MAIS ESPAÇO PRO PT??? JÁ TOCO NÃO TEM DENSIDADE PARA TOCAR A CULTURA... E AÍ SR. BLAIRO??? NADA DE NOVO NO FRONT???

  • toquinhovintecinco | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou fã do Toco (toquinho para os íntimos). prefiro elle nos bastidores do mingau, onde é muito competente. esse negocio de cultura não é pro seu erário.

  • Edemir Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Com todo o respeito, o Paulo "Pinta-e-Borda" deveria ser é investigado e não receber um prêmio como a Cultura pelas suas lambanças no governo Júlio Campos.

    Edemir, contador

  • Antonio Marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O paulo pitaluga é um risco à sociedade...ele ´deveria era estar preso...atrás das grades...quebrou o Bemat e nada ???
    Além de desequilibrado em seus embates !!! Acorda Blairo para de ressucitar as MÚMIAS !!!

  • valmir molina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É uma perda grande para o governo a saída do atual secretário de cultura do Estado,João CArlos.Porém,como na política é assim que funciona esperamos que o governador emplaque o cuiabano Toco Palma na pasta,pois trabalhou muito tempo com o que está saindo e,por esse motivo,conhece muito bem o meio cultural do Estado. O povo cuiabano agradece todas as obras realizadas na gestão do Sr.João Carlos Ferreira em nossa capital.

  • Arlete Gomes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concordo que o secretário João Carlos fez uma gestão competente e avançou mto no setor, mas daí dizer que o Toco está apto a assumir por seu subsecretário é demais... Pq o sr. João Carlos não continua seu trablaho??? Em time que está ganhado ~não se mexe.

  • Joao Abilio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acredito que troca no meio político pode sim ser positiva. uma vez que é comum estes chefes de secretarias se acomodarem e prejudicarem as pastas que coordenam. Com isso, é bom saber que o nome de Toco Palma perde espaço na disputa. Não tenho nada contra um dos organizadores do carnaval dos ricos em Cuiaba, ainda utilizando uma parte de dinheiro público, mas é sua visível falta de preparo que me faz solicitar seu afastamento da pasta, também da cadeira de adjunto.

    Durante a Confe^rência Estadual de Cultura, tive um exemplo de seu despreparo quando da mesa diretora começou a esbravar com alguns participantes.

    No mais, que venham mudanças, e principalmente, que sejam boas

Deputado, Mesa da AL e incoerência

claudinei 400   Claudinei Lopes (foto), delegado de polícia que, na onda Bolsonaro, se elegeu deputado pelo PSL, em 2018, se mostra cada vez mais incoerente. É daqueles que gostam de levantar polêmicas e críticas, mas sem consistência. Ele se manifestou, por exemplo, contra a reeleição à Mesa...

Dilmar ensaia disputa para federal

dilmar dal bosco 400   Todos os deputados estaduais querem buscar a reeleição, com exceção de Dilmar Dal Bosco (foto), que está no terceiro mandato. Integrante da nova Mesa Diretora da Assembleia, como primeiro-vice-presidente, e líder do Governo Mauro, Dilmar não esconde o desejo de disputar cadeira...

Com Covid-19 e frequentando a AL

paulo araujo 400   O deputado Paulo Araújo (foto), do PP, está com reinfecção pelo Covid-19 e, mesmo assim, continua frequentando o prédio da Assembleia normalmente, como se não tivesse contaminado. Na primeira vez que foi infectado pelo vírus, também fez igual. Colegas parlamentares e...

2 abstenções e briga pela 4ª Secretaria

silvio favero 400   Dois deputados se abstiveram na eleição da Mesa Diretora da Assembleia desta terça cujo votação foi secreta. Nos bastidores, os comentários são de que as abstenções foram de Sílvio Fávero (foto), que se lançou à disputa e, sequer, teve...

Petista, incoerência e voto contrário

ludio cabral 400   O petista Lúdio Cabral (foto), daqueles parlamentares do morde e assopra, na tentativa de marcar posição, expõe cada vez mais suas incoerências em votação na Assembleia. Na sessão que antecedeu a eleição para a nova Mesa Diretora, provocada pela decisão...

Projeto sobre VI na Saúde está na AL

gilberto figueiredo 400 curtinha   Já está na Assembleia, para votação dos deputados, o projeto do governo que garante retomada do pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 nas unidades hospitalares, ambulatoriais e...