Últimas

Sábado, 31 de Outubro de 2009, 18h:49 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

RUMO A 2010

Pivetta quer Senado, mas espera outros saírem do muro

   O presidente regional do PDT, empresário e deputado estadual Otaviano Pivetta, diz que prefere aguardar a definição acerca dos pré-candidatos ao Senado para decidir se também entra no páreo. "Vou aguardar até saber quais serão os nomes lançados para que, assim, eu possa avaliar as possibilidades". Em 2010, vão estar em jogo duas das três cadeiras da representatividade mato-grossense no Congresso Nacional, com vencimento dos mandatos dos senadores Serys Marli (PT) e Gilberto Goellner (DEM), que virou titular em fevereiro do ano passado com a morte de Jonas Pinheiro.

  Pivetta demonstra estar na trincheira. De um lado, ele recebe incentivo de alguns segmentos para encarar o projeto majoritário e, de outro, teme fracasso eleitoral. Em 2006, quando já havia trocado o PPS pela legenda pedetista, o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde por dois mandatos também ensaiou corrida à senatória. Manteve-se no páreo por alguns meses e, no final, acabou recuando. A única vaga em aberta foi conquistada por Jayme Campos (DEM) no palanque que reelegeu Blairo Maggi (ex-PPS e hoje PR) governador.

    O ex-prefeito pedetista não admite publicamente, mas, no fundo, está disposto a encarar disputa majoritária, seja a senador, seja a governador. Quanto à reeleição, não demonstra mais interesse. Sua estratégia tem sido cooptar lideranças. Uma das esperanças do empresário e criar "fato novo" no PDT para o processo eleitoral de 2010. Corteja para filiação o procurador da República Pedro Taques e também o procurador de Justiça Paulo Prado, com compromisso de quem se filiar vir a concorrer a senador. Por serem membros do MP, ambos possuem o privilégio de aderir a alguma legenda seis meses antes do pleito.

   Otaviano Pivetta defende o que se convencionou chamar de terceira via, contrapondo os grupos que começam a se afunilar em torno dos pré-candidatos a governador Silval Barbosa (PMDB), que tem apoio de Blairo Maggi, e do prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB). Ao mesmo tempo que discorre sobre projeto alternativo, o pedetista acha possível fechar uma aliança de oposição ao Palácio Paiaguás com DEM dos irmãos Júlio e Jayme Campos e PSDB do prefeito Santos e do ex-senador Antero de Barros. Pivetta admite, inclusive, disputar a senador por esse bloco. "Meu nome estará à disposição, mas é o partido quem deverá avaliar as possibilidades cabíveis para o próximo ano". O deputado aponta também como opção à senatória o nome do próprio Antero, a quem faz elogios. "O Antero é visto como o mais propenso para sair na disputa pelo Senado. Ele é um homem com grande experiência política".

    O PDT, segundo Pivetta, vai investir nas candidaturas proporcionais. Para estadual conta, por exemplo, com 36 virtuais concorrentes. Prefere não declinar nomes, assim também para federal. "Ainda estamos em fase de avaliação dos nomes para saber quem deverá representar o partido nas eleições para federal". (Lisânia Ghisi)

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • Juca do Dom Aquino | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Á exemplo do que vem acontecendo com o Dep. Riva, esperamos que em breve a justoiça federal desencalhe o processo, que apura desvio de dinheiro na COOPERLICAS, promovido por este cidadão, que trasveste de deputado, e se escondendo atrás da imunidade.
    Até hoje o povo de Lucas do Rio Vrede, sentem efeito do rombo na cooperativa.
    O povo não tem memória curta, e epera que um dia esse senhor pague pelo que fez .

  • rogerio matheus | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Saturnino Gomes de Miranda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PSDB-PDT-PPS-DEM-PTB é um time pra ganhar qualquer eleição.
    PSDB - Wilson Santos - Governador
    PPS - Percival Muniz - Vice-Governador
    PDT - Otaviano Pivetta - Senador 1
    DEM - Gilberto Goeller - Senador 2
    Vamos acabar com a turma da botina.

  • Vilmar scherer | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não tem como comparar a função de um Deputado (legislador) com a função de um executivo (prefeito/gov), pois eu posso afirmar com toda a certeza que OTAVIANO PIVETTA, foi um excelente prefeito de LUCAS DO RIO VERDE. Fez aquele município ultrapassar diversos outros municípios que eram superiores em todos os níveis, e com sua inteligência, com a sua visão futurista ele fez de LUCAS DO RIO VERDE, um marco para MATO GROSSO e para o BRASIL, e com certeza, onde esta família esteve a frente da política,o sucesso do município foi estrondoso, como é o caso da belíssima NOVA MUTUM, então devemos dizer legislador NÃO, mas para o executivo com certeza será EXCELENTE para o estado de MATO GROSSO

  • JEDAE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • KLAYTON ARRUDA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ilustre Deputado Piveta, admiro demais o seu trabalho enquanto empresario e politico, ja morei na linda Lucas do Rio Verde, e te digo que o senhor fez um trabalho plausivel no crescimento dessa cidade, Piveta, voce é bom d mais para se unir com algeum tao despresivel quanto o EX senador antero, ele é alguem que só pensa no proprio umbigo, enquanto que o Piveta pensa no bem comum..
    Deputado, deixa esse mala de lado, eskecido e fora da politica...
    PARA GOVERNADOR - PIVETA

  • pedro henrique de abreu | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A politica tem cada coisa que não dá para entender, por exemplo, o empresário otaviano pivetta filiado num PDT. Dizem que esse cidadão sojicultor entrou na politica por pura vaidade pessoal, foi prefeito em lucas do rio verde, teve o seu nome envolvido num grande escândalo financeiro denominado COOPERLUCAS, ainda hoje pouco desvendado, e através de sua grande empresa do agronegócio gerou e ainda tem gerado muito passivo ambiental, muitas áreas foram desmatadas no medio norte do estado para plantar soja e algodão, muitos rios e córregos foram assoreados, muita mata ciliar foi destruida e muitos animais silvestres foram mortos ou perderam seus habitats naturais, e muita água subterrânea foi contaminada por agrotóxico pelas grandes quantidades de aplicações de agrotóxicos, que inclusive pode causar muitas moléstias e doenças em seres humanos quando expostos ao contágio. O senhor Otaviano, que aliás, dizem que não gosta de empregar cuiabano em suas empresas, têm o perfil de empresário que já causou um custo ambiental enorme, muito alto mesmo para ser pago por toda a sociedade, uma vez que o passivo não foi recuperado ainda e boa parte de suas propriedades rurais já estão licenciadas mesmo diante de tantos impactos ambientais e sociais provocados, o que considero uma omissão enorme por parte do governo do estado que, infelizmente, estimula tais atividades predatórias e concentradoras de renda, que só geram riquezas para meia dúzia de proprietários rurais e socializa o prejuizo ambiental para ser pago por todos nós. Vejo que embora esteja no PDT, nada há de comum entre brizola e o senhor pivetta, aliás, aqui em Mato Grosso esse partido é aliado do atual governo estadual, denominado turma da botina, e a grande maioria de seus membros sequer sabem dizem o que significa o social trabalhismo defendido por rosa luxemburgo, a grande revolucionária e simbolo do Partido Democrático Trabalhista. Enfim, aqui em MT o PDT se perdeu pelas conveniências do poder e esqueceu dos paradigmas outrora defendidos por brizola, darcy ribeiro, alceu colares, vivaldo barbosa, cristovão buarque, dentre outras legendas que foram coerentes com as teses estatutárias do PDT.

  • Thiago Silva Carrelo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Jaime já é senador. Tem mais 4 anos. É melhor ficar quieto e apoiar outros.
    Pivetta está certinho em buscar outros espaços. Na AL ele (Piveta) tem mostrado a todos que por lá comparece que não tem nenhum estímulo em ser parlamentar estadual. Para os que estão mais próximo, Pivetta prefere o executivo. Seu sonho é ser governador de MT. Se isso acontecesse, tenho certeza que este Estado mudaria pra melhor, principalmente no setor bastante enfraquecido nestes últimos anos, que é a EDUCAÇÃO. O PDT, que já teve a oportunidade de eleger o governador Dante de Oliveira, no primeiro mandato, teria em PIVETTA nova chance de mostrar a MT um novo estilo de governar este promissor estado da federação.
    Piveta Governador! No último caso, vá a senatória mesmo, porque lá em Brasília, vc tem a oportunidade de mostrar aos senadores a forma independente de ser político e mostrar uma nova maneira ser importante para o Brasil, através de idéias com foco no desenvolvimento. Sem, logicamente, olhar para interesse pessoal.

  • marcola | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    não sou fã do pivetta nem um pouquinho!!!
    mas entre ele e o blairo prá senador eu voto
    no pivetta,éssa turma da butina tá sorto!!!
    vooootteeee!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • joao do bulicho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Taí uma boa opção para MT.
    Muito bem deputado Piveta, vamos em frente para senador em 2010, com PSDB, PDT, DEM, PPS, PSB, PTB e mais aqueles 8 partidos que podem apoiar Mendes para governador e Percival para Vice governador. Turma da vitória

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...

Candidato da família Oliveira à Câmara

luluca 400 curtinha   O jovem advogado Luluca Ribeiro (foto) é uma das apostas do MDB por renovação na Câmara da Capital. Concorre a vereador e tende a "herdar" o espólio político da família Oliveira, dos tios Dante, ex-governador que morreu em 2006, e Thelma, prefeita de Chapada dos Guimarães....