Últimas

Terça-Feira, 05 de Maio de 2009, 20h:43 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

RIBEIRÃO CASCALHEIRA

Pleno do TRE nega recurso e petista Diá continua cassado

   De nada adiantaram os protestos promovidos pelo prefeito cassado de Ribeirão Cascalheira, Francisco de Assis dos Santos, o Diá (PT), no sentido de sensibilizar o TRE. Em sessão ordinária nesta terça à noite, o Pleno, por maioria (5 a 1), manteve a sentença que cassou o registro do petista e de sua vice Altamira Nunes Vieira. O recurso não conseguiu derrubar nem mesmo a multa de R$ 26 mil. Os dois cassados são acusados de compra de votos no pleito do ano passado.

   A decisão por negar provimento ao recurso de Diá acompanhou o voto da juíza-relatora Adverci Rates Mendes de Abreu e o parecer do Ministério Público Eleitoral. A conclusão do julgamento havia sido adiado na sessão passada devido ao pedido de vista do juiz Renato Vianna. Nesta terça, ele concluiu seu voto pelo provimento do recurso para reformar a sentença. Ainda cabe recurso da decisão do TRE.

   Enquanto o TRE aguarda o julgamento de todos os processo para marcar uma nova eleição para escolha de prefeito e vice, Ribeirão Cascalheira continua sob o prefeito interino e presidente licenciado da Câmara, vereador Daniel Correia Beraldo. Faltam julgar outros dois recursos contra cassação de Diá. O Recurso Eleitoral 1.292 de cassação de diploma por compra de voto e gasto ilícito já está concluso ao juiz-relator José Zuquim Nogueira e, o segundo de número 1.442, de cassação e inelegibilidade em ação de impugnação, foi encaminhado em 22 de abril à Procuradoria Regional Eleitoral para emitir parecer.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Raimundo Nonato | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A justiça é feita pra punir os que erram, em felismente Dr Diá vamos tentar em outra, muitos erros a justiça não aprova.

  • Alexandre | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E vergonhoso morar em uma cidade que do nada aparece um cidadão que mora a quase 1000 km daqui, com um cargo de alto nível estadual; onde esse cidadão deveria senta-se com o Judiciário, com a policia civil e militar, com a classe comerciante e demais empresários inventidores da região, com os pequenos produtores, socilitar desses cidadãos as dificuldades e necessidades que o município prioriza, buscar soluções democratica. Mas não, parte-se para um grupo fechado de fanáticos (Alguns do PT, não tenho nada contra o esse partido, pelo contrario sou PT) contrata-se para sua diretoria administrativa cidadões sem o mínimo de escolaridade e conhecimento nas área contratada, transformando assim esses humildes cidadãos em FANTOCHES, levando ao caos em apenas 3 meses o município. Pleno do TRE-MT parabens pela lição a corrupção, que o TSE faça valer a justiça.

  • Valdirene | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É lamentável, mas a Democracia não existe em nossa cidade, 2.541 eleitores votaram no Diá, mas, nao respeitam o poder do VOTO. Voltamos à época do Coronelismo. Nao precisamos votar, minha gente... ELES colocarão lá na prefeitura quem quizerem.

  • eleuza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    valeu!!!! foi justiça de verdade, cascalheira esta feliz com decisao de justiça, com 3 meses de administraçao esse diá fez um rombo na nossa cidade, ja imaginou 4 anos, eu votei nele mais, me arrependi, fui enganada, nao voto nunca mais, pt nunca mais

  • Maria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Dá pra se ver o quanto um grupo que perderam a mamata, quando perderam a eleição em outubro, não querem o bem e o desenvolvimento de nossa cidade. As pessoas são capaz de tudo e é o que estamos presenciando e sofrendo desde outubro...Se querem mesmo o bem e melhor pra cascalheira, porque fizeram e continuam fazendo, destruindo o que temos de bom...Diá fez muitas coisas pela população, melhorou muito a situação dos cidadãos daqui nos poucos dias que conseguiu governar!!!O maior erro que ele fez foi ser democratico demais e deixar os 25 continuar na prefeitura...esse ficaram por detras sempre destruindo e inviabilizando os trabalhos....

    Que a justiça divina venha prairar em Cascalheira!!!!

    Lutaremos sempre!!!!!

    Parabéns Diá e D. Altamira!!!!!

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.