Últimas

Terça-Feira, 11 de Novembro de 2008, 20h:57 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

PESAR

PM de MT morre em missão da Força Nacional

  O soldado militar mato-grossense Juliano Martins Almeida, 28, morreu no último sábado (8) num acidente automobilístico durante missão da Força Nacional em Tocantins. Almeida conduzia uma Frontier X-Terra juntamente com um sargento do Estado de Bahia, quando houve o capotamento. A pancada foi tão forte que o braço do militar de MT chegou a ser arrcando, conforme relato do coronel PM Barbosa, comandante de Barra do Garças, amigo pessoal do soldado falecido e que esteve em Cuiabá participando do enterro nesta segunda.

   Segundo Barbosa, Almeida teve uma carreira exemplar na Polícia. Atuou na segurança dos Jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro e participou da Rotam de Cuiabá. Recentemente, Almeida ingressou na Força Nacional para participar de treinamentos e missões junto com militares de outros Estados.

   No sábado, ele estava deslocando junto com outros colegas para Palmas (TO) quando houve o desastre. Almeida estava há 10 anos na polícia. Era casado e deixa órfãos 3 filhos e sua esposa está gestante de 5 meses. A família reside em Cuiabá. O coronel Barbosa destacou sua amizade e admiração pelo policial, que atuou vários anos como seu ajudante de ordem e trabalhou no batalhão de Barra do Garças a convite do próprio coronel. (Ronaldo Couto, de Barra do Garças)

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • ELDIONE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    NOBRE COLEGA, FOI MORAR COM DEUS DEIXANDO SEUS FAMILIARES E AMIGOS DA GLORIOSA PMMT, OTIMO POLICIAL E ESTAVA FAZENDO O QUE GOSTAVA E CORRENDO ATRÁS DE UM CONFORTO FINANCEIRO MELHOR.

    VALEW IRMÃO - JULIANO ALMEIDA.

  • arlos silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa é mais uma triste consequencia do descaso com que o recurso humano é tratado no Estado de Mato Grosso. Ninguem pergunta por que motivo a PM ,que reclama de falta de efetivo, manda os seus integrante para a Força Nacional.
    a reposta é simples O estado não investe em segurança, e aí tem que atender a essas exigencias do Governo Federal para poder receber recursos.
    Os PMs estão fazendo fila para serem convocados, por que é uma chance de ganhar uma diária e melhorar seus parcos vencimentos.Deixam suas famílias e vão em busca de melhorias, mesmo que temporáriamente.É uma vergonha!
    É uma grande covardia o que estão fazendo com os nossos PMs!

  • Ricardo Araujo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Realmente eu o cenheci, era um policial correto e decente,aqui em Barra do Garças deixou amigos e vamos sentir saudades .

  • Walter | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu gostaria de ver esta foto ampliada se for possivel. OK!!! Romilson

  • léo medeiros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A PROPÓSITO

    Enquanto Nayara faz a peregrinação entre as TVs para contar sua fofa história e, paulatinamente, acrescentar cada vez mais dados escabrosos à má ação da polícia durante o sequestro de Santo André (volto ao assunto e reitero tudo o que disse aqui), o policial militar Ailton Tadeu Lamas morreu baleado por um marginal, em meio a uma perseguição policial que começou com um assalto a banco em Guarulhos, varou a tarde de ontem, envolveu inúmeros roubos de carros através de vários bairros até se transformar em um seqüestro em São Paulo, e acabou com três mortos e pelo menos onze feridos - entre estes, nove policiais.

    Ufa! Por obra e graça do divino e para sorte do Estado e da corporação militar, nenhum refém morreu e o único morto pelas mãos da polícia foi um bandido.

    Foram presos dois dos marginais - um se entregou e outro foi pego entrando num pet-shop. Eu aqui preocupadíssima se eles não foram maltratados nesse meio-tempo e se terão tratamento digno na prisão, ui!

    Esse da foto? Ah, era o Lamas… Ele tinha 44 anos, era conhecido como o “Lamas parteiro” (auxiliou catorze parturientes ao longo de seus 22 anos de carreira), era um sujeito alegre, levava uma vida pacata, tinha pai, mãe, irmão, mulher e filhos e recentemente passou dois dias trabalhando na base, mas não gostou: queria mesmo era o trabalho de rua.

    Esse é um típico caso que não mareja os olhos de ninguém. Afinal de contas, quem mandou querer ser policial, não?

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...

Meraldo disputa e contra próprio irmão

meraldo sa 400 curtinha   Meraldo Figueiredo Sá (foto), ex-prefeito de Acorizal por dois mandatos, está rindo à toa. Mesmo com parecer contrário do Ministério Público Eleitoral, por considerá-lo ficha-suja, Meraldo conseguiu deferimento do registro de sua candidatura. E entra no embate eleitoral com...

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...