Últimas

Quinta-Feira, 11 de Outubro de 2007, 07h:27 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EMBATE JURÍDICO

PMDB decide não pedir a cassação de Rabello

   Mesmo com a decisão do Supremo Tribunal Federal de validar a fidelidade partidária a partir de 27 de março, a direção estadual do PMDB decidiu que não vai pedir a cassação do mandato do deputado Walter Rabello. Pré-candidato a prefeito de Cuiabá, Rabello deixou a legenda peemedebista em 18 de setembro e, no dia seguinte, realizou o ato de filiação no PP.  Dessa forma, ele é o único dos seis deputados estaduais que mudaram de legenda que se enquadra na lista dos infiéis e, portanto, sugeriu a perda do mandato. O STF decidiu que o mandato pertence ao partido e não ao candidato eleito.

     Presidente regional do PMDB, o deputado Carlos Bezerra informou aos demais membros da executiva  regional que o partido não vai ingressar na Justiça para provocar a queda de Rabello, mesmo estando magoado com o ex-filiado. Uma das razões é que a vaga na Assembléia não ficaria com algum suplente peemedebista, mas sim com Jota Barreto, que concorreu pelo PL e hoje está no PR, partido do governador Blairo Maggi.

    Dessa forma, Rabello sente-se mais aliviado, já que sua situação jurídica é delicada. É o único caso de traição partidária "consumada" entre os 24 deputados, já que Guilherme Maluf, mesmo tendo se filiado no PMDB, não havia abandonado oficialmente o PSDB.

   O suplente Barreto informou que também não vai provocar a Justiça para, com base na decisão do STF, ocupar a cadeira de Rabello. Servidor efetivo da secretaria de Fazenda e com salário superior a R$ 8 mil, o ex-prefeito de Rondonópolis pretende aguardar o resultado das eleições do próximo ano. Tem duas chances de virar deputado, já que os titulares da coligação, Rabello e Zé do Pátio, são pré-candidatos e lideram a corrida às prefeituras de Cuiabá e de Rondonópolis, respectivamente. Caso um deles venha a ganhar, a cadeira na AL fica com Barreto. Além disso, Pátio está disposto a se licenciar no início do ano para permitir o seu retorno ao legislativo mato-grossense. 

    A decisão da suprema Corte preserva o mandato dos parlamentares infiéis que trocaram de partido antes de 27 de março, como João Malheiros, Mauro Savi, Sérgio Ricardo, Sebastião Rezende, Roberto França e Wagner Ramos, além do deputado federal Homero Pereira.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • jorge maciel | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • ailton | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É de dá risada o que fazem conosco é brincadeira até a legislação é ludibriada. também pudera vindo de bezerra não é nenhuma novidade não cumprir lei, o problema é os outros filiados do pmdb, se calarem ao invéz de reivindicar o cargo e fazer cumprir a legislação isto sim, é uma aberração.quanto e o que será que rolou ? com a palavra o Ministério Pùblico e op Movimento contra a corrupção. Será que se não fosse o Walter o bezerra pediria a vaga? dá-lhe Riva...

  • RONY DE ABREU MUNHOZ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ELEMENTAR A ATITUDE DO DEPUTADO CARLOS BEZERRA, POIS, CASO PEDISSO A CASSAÇÃO DO DEPUTADO WALTER RABELO, POSSIBILITARIA A ELE, UTILIZAR-SE DO SEU PROGRAMA DE TELEVISÃO PARA CHORAR JUNTO COM O POVO PELA INJUSTIÇA OCORRIDA, ABRINDO-SE PRESSUPOSTO PARA QUE A POPULAÇÃO PLOCLAMASSE NAS PROXIMAS ELEIÇÕES PARA PREFEITO DE CUIABÁ, A JUSTIÇA A WALTER RABELO, ELEGENDO-O COMO REPRESENTANTE DO POVO CUIBANO.
    SENDO ASSIM, MELHOR DEIXÁ-LO COMO DEPUTADO, DO QUE FACILITAR SUA ELEIÇÃO PARA PREFEITO NO ANO QUE VEM.

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este senhor Munhós esta correto na sua analise.

  • gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Altas negociações, juntou o sensacionalismo com a experiência em trambicagem politica. O problema esta no alfabetismo do eleitorado e na ineficiência do Ministério Público Eleitral e Justiça Eleitoral.
    Só o Ceará e seus apoiadores não dão conta de combater os Politicos Profissionais e aproveitadores das necessidades de grande parte da sociedade.

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...

PT, candidata vetada e novo ajuste

bob pt 400 curtinha   O PT em Cuiabá, comandado pelo assessor do deputado Lúdio, Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), terá de ajustar de novo a chapa proporcional, especialmente sobre candidaturas femininas em Cuiabá. Depois que foi intimado pela Justiça a completar a cota de mulheres, sob pena de indeferimento da...

TCE vê superfaturamento em Juara

carlos sirena 400 curtinha   Em plena campanha eleitoral o prefeito de Juara, Carlos Sirena (foto), candidato à reeleição pelo DEM, está tendo que buscar explicações sobre irregularidades apontadas pelo TCE-MT em alguns casos de dispensa de licitação, especialmente nas compras de produtos para...

Doação à campanha a pedido de Jayme

jayme campos 400 curtinha   O senador Jayme Campos (foto) não tirou um centavo do bolso para colocar na campanha de Kalil Baracat, mas é o responsável pela entrada de praticamente a metade dos R$ 1,4 milhão doados ao candidato do MDB à Prefeitura de Várzea Grande. Graças à...

Ex-senadora ajuda a afundar Reinaldo

selma arruda 400   Mesmo entregue ao ostracismo político, após ser cassada neste ano da cadeira de senadora por crimes eleitorais, como caixa 2, Selma Arruda (foto) ainda acha que consegue "arrebanhar" eleitores. E foi pensando nisso que ela apareceu no curto tempo do horário eleitoral de Reinaldo Morais para pedir voto ao...

Taques agora na lista de ficha-suja

pedro taques 400 curtinha   O ex-senador e ex-governador Pedro Taques (foto) entra na lista dos fichas-sujas. Ele se inscreveu para concorrer ao Senado pelo SD, mas teve registro indeferido pelo TRE devido a uma condenação aplicada pelo próprio Tribunal pelo uso eleitoreiro da Caravana da Transformação...

MAIS LIDAS