Últimas

Domingo, 28 de Janeiro de 2007, 00h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

PMDB é excluído de cargos; Pátio fica livre na AL

Deputado ganha liberdade e se une a Muniz para derrotar Sachetti em Rondonópolis     

     O deputado reeleito para segundo mandato Zé Carlos do Pátio é o único peemedebista que está contente com o fato do seu partido não ter sido convidado para assumir secretaria no governo Blairo Maggi. Assim, ele fica livre tanto para atuação independente na Assembléia quanto para fazer oposição ao prefeito de Rondonópolis, Adilton Sachetti, seu provável adversário nas urnas de 2008. Sem atrelamento ao Palácio Paiaguás, o parlamentar não precisa ficar 'no muro' ou assumir posição isolada e criar divergências dentro do PMDB.

      Zé do Pátio é forte candidato a prefeito de Rondonópolis, segunda economia no ranking estadual. Na eleição de 2004, ele foi considerado a grande surpresa. Perdeu por falta de estrutura financeira. Com 26.133 votos (30,3% dos válidos), o peemedebista ficou em terceiro lugar, mas com diferença de apenas 1.798 votos de Wellington Fagundes (PR), segundo colocado com 27.931 votos (32,4%), e 4.799 do vencedor, o atual prefeito Adilton Sachetti (PPS), que conquistou 30.932 votos (35,9%).

   Agora, Pátio se uniu ao ex-prefeito e também deputado estadual eleito Percival Muniz (PPS) para contrapor Sachetti, aliado do governador Maggi (ex-PPS). O bloco PMDB/PPS articula adesão do PT, Psol e PC do B. O grupo aposta nas forças populares para contrapor o que chama de candidato da elite, numa referência ao prefeito-empresário Adilton Sachetti. A possibilidade mais concreta é de Pátio encabeçar a chapa com a ex-secretária de Estado de Educação, Ana Carla Muniz, de vice. Carla é esposa de Percival, que está praticamente rompido politicamente com o atual prefeito.

    Já Sachetti, com respaldo de Maggi, se uniu ao ex-adversário Wellington Fagundes. Ele vai jogar todas as fichas na reeleição porque tem um desafio ainda maior. Quer ser candidato a governador em 2010 com apoio da turma da botina. A tendência é Sachetti ter como candidata a vice a empresária Mariene, esposa do deputado Fagundes. Mesmo a mais de um ano das eleições municipais, as principais lideranças políticas começam a se juntar a dois grupos. Por conta dessa polarização e do cenário que se desenha para a eleição de governador, o pleito em Rondonópolis, onde Maggi reside, deve se tornar o mais importante de todos os 141 municípios do Estado, até mais do que o processo eleitoral em Cuiabá.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

Deputado põe aliado no lugar do irmão

ronaldo taveira 400 curtinha   Coube ao próprio deputado Wilson Santos indicar um nome para o lugar do irmão Elias Santos, que na última sexta (3) deixou a secretaria de Gestão de Pessoas da Assembleia para concorrer a vereador em Cuiabá. E o ex-prefeito emplacou no cargo que rende R$ 19,9 mil mensais o velho...

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

Irmão de Thelma na lista dos traidores

ronaldo pimentel 400 curtinha   Na carta aberta assinada por Ricardo Saad, que preside o PSDB cuiabano, ele reclama de dívidas milionárias herdadas de antecessores, inclusive dos R$ 4 milhões de pendências somente do pleito de 2016, e menciona, entre outras coisas, que "(...) há correligionários, que estavam...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.