Últimas

Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2007, 11h:06 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

ARTICULAÇÃO

PMDB promove ato para receber Lutero e Maluf

Deputado vai assumir direção peemedebista da Capital a partir de dezembro   

   O PMDB prepara um ato para a próxima sexta (28) com vistas a receber as filiações do presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Lutero Ponce (ex-PP), e do deputado licenciado Guilherme Maluf (ex-PSDB), atual secretário de Saúde da Capital. Sob a presidência regional do PMDB, o partido acha que, assim, preencherá o vazio deixado pelo deputado Walter Rabello, que agora concorrerá à sucessão municipal pelo PP. Os organizadores ainda não definiram o horário e local para o "comício".

   Lutero afirma que, apesar de ingressar no PMDB agora, tem identificação histórica com a legenda. Vems de 1986, quando apoiou Padre Raimundo Pombo para governador. Lembra que em 1990 só não esteve com a legenda porque, à época, o PMDB lançou Agripino Bonilha Filho, tido como "laranja" no processo eleitoral e, nesse caso, optou por apoiar o tucano Luiz Soares numa eleição em que Jaime Campos (PFL, hoje DEM)sagrou-se governador.

   Mesmo mudando de sigla, Lutero, que tenta superar o desgaste político por causa de denúncias sob improbidade da Mesa Diretora na gestão Chica Nunes, diz apostar na fidelidade partidária. Ele destaca também que o PMDB é grande em âmbito nacional, detém bom tempo do horário eleitoral (cerca de 4 minutos) e que, em Mato Grosso, junto com Maluf, vai representar a agremiação na Baixada Cuiabá.

    A partir de dezembro, Maluf assumirá o comando do PMDB da Capital, com a missão de resgatar o partido e inseri-lo nas discussões para as eleições de 2008 e de 2010. Lutero afirma que, numa ação casada com Maluf, está convidando lideranças para ingressar no PMDB, principalmente a partir de dezembro, quando o deputado licenciado estará na presidência da sigla. "Estamos levando para o PMDB alguns pré-candidatos a vereador. Isso fortalece o partido", destaca Lutero, eleito em 2004 com 3.520 votos e disposto a tentar um novo mandato no legislativo cuiabano.

    Vice

    Perguntado sobre rumores de que resolveu aderir ao PMDB com a garantia de que vai ser o candidato a vice do prefeito Wilson Santos, Guilherme Maluf desconversou sobre o assunto. "Acho que a vice deva passar pelo PMDB. Agora, isso não quer dizer que o candidato tenha que ser eu. Aliás, não fiz qualquer exigência nesse sentido", assegura o secretário de Saúde da Capital.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quem sabe agora, Lutero assina a CPI, proposta pelo Ver.Domingos Savio.

  • RUI NUNES SOUZA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESSE É O VELHO PMDB DE MT: CADA VEZ MAIS "MALAS-SEM-ALÇA"... GRANDO EXEMPLO...

  • lauro campos de almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quero saber como é que o senhor "maluf" deseja ser candidato a vice prefeito se até agora ele não conseguiu explicar o seu envolvimento no escandâlo ambiental da construção das torres em área de preservação ambiental, mais precisamente no parque estadual massairo okamura.

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Marcio Soudixon | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gilmar Brunetto, vai cuidar do seu partido que tem um monte de podres para explicar e nunca explica, só diz que não viu, não sabe. Quantas CPI s o seu PT barrou no congresso???? Responde isso para o povo.

  • MArcelo Vilas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Lutero não vai apresenta a Auditoria feita no Legislativo, se não tem culpa! Porque guardar??

    Seria porque tem Gente do Executivo nisso, e é por esse motivo que Lutero deixou o partido que não vai apoiar o P$DB??

    Cuiadado Wilson Santos vc também tera apoio dos seus amigos Mala$$ Lutero/Chica Nunes/Carlos Bezerra/Celcita Pinheiro etc....??
    O povo esta ligado

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por dizer a verdade.... As mafias de Branco, da camed, da camara municipal de cuiabá (chica /lutero), dentre outras .... até quando os poderosos mandarão na justiça? Esses canalhocratas deveriam era ir pra prisão.
    POLICIA FEDERAL NELES.

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Sr Ulisses Guimarães do velho MDB deve estar revirando no fundo do mar (ja que ele ñ foi enterrado) ao olhar la de cima e ver no que se tranformou a sua bandeira de luta o "MDB".

  • antonio arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pena que o PMDB esta indo para o lado errado,agora sim esse partido vai acabar de vez em
    MT.e o prefeito o que diz disso.abre o olho prefeito
    WILSON SANTOS.O TOMBO PODE SER GRANDE...
    o povo esta de olho em tudo vcs sabe disso.

  • julio augusto de oliveira soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os homens certo,no partido certo.Estes senhores em caso de seriedade política há muito já estariam extipardos da vida pública o primeiro como o fiel escudeiro no desmando da senhora Chica Nunes na presidência da cãmara,o segundo não deveria nem ter sido votado,pois em passado recente foi apontado como integrante de uma poderosa máfia cujo papel principal foi sugar a já combalida saúde e como prêmio levou a secretaria de saúde da capital,demonstrando o grande compromisso do atual prefeito com seu povo.

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.